quarta-feira, dezembro 09, 2009

Aumenta número de mortos e culpados


O número de mortos provocado pelo incêndio num restaurante da cidade russa de Perm, na passada sexta-feira à noite, subiu para 125, informa hoje o Ministério para Situações de Emergência da Rússia.
Nos hospitais de Perm, Moscovo e São Petersburgo continuam internados cerca de cem feridos em estado “grave” e “muito grave”.
O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, esteve na cidade de Perm, acompanhado de vários ministros do seu Governo.
Depois de depositar flores num monumento improvisado onde a população depositou flores, velas acesas e fotografias dos falecidos, perto do edifício onde ocorreu a tragédia, Putin reuniu-se com os dirigentes locais e fez declarações que alargaram o leque de culpados pela tragédia.
No sábado passado, o Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, acusou os proprietários e directores do restaurante de “negligência” e exigiu um “castigo exemplar”.
Vladimir Putin considera que, além de proprietários e directores do restaurante, que já foram detidos, devem ser determinadas as responsabilidades das autoridades locais.
“Semelhante atitude para com as coisas pode ser considerada, no mínimo, como negligência”, declarou o primeiro-ministro visando “a inactividade dos funcionários públicos”.
Putin não exclui que semelhante atitude se deva à corrupção.
“É possível que tenham existido outros motivos para a inactividade dos funcionários públicos”, frisou.
Serguei Choigu, ministro para Situações de Emergência da Rússia, anunciou a demissão de três altos funcionários regionais encarregados do serviço de prevenção de incêndios.

O Governo da Região de Perm, bem como o presidente da câmara da cidade também apresentaram pedidos de demissão.

22 comentários:

Ítalo Tavares disse...

Quem decide a punição dos criminosos na Rússia é o Executivo?


E ainda tem gente aqui nesse blog que acha que pode tripudiar dos bálticos, da Polônia, e dos brasileiros...


Pobre iludido!

Jest nas Wielu disse...

off top

Já que neste blogue há muita gente que gosta de falar sobre o BRIC, proponho a nova anedota sobre o tema:

“O meu PIB cresceu em 5% no ano da crise”
“O meu em 6%”
“O meu logo em 7%”
“Meu PIB, meu PIB… vou vós dar a porrada pá, seus nharos!”
http://www.lenta.ru/news/2009/12/08/india

Anónimo disse...

Na Rússia as famílias destes mortos ficarão a ver navios. Como já sabemos que o Putin adora um teatro e muitos russos como sempre, acreditarão que há preocupação, como em outros acidentes.

anónimo russo disse...

Anónimo disse...
"Na Rússia as famílias destes mortos ficarão a ver navios. Como já sabemos que o Putin adora um teatro e muitos russos como sempre, acreditarão que há preocupação, como em outros acidentes."


Não acho. Acho que vão receber o que lhes promenteram.

Roman disse...

É uma boa altura para contar anedotas, não é Jest?

É o comportamento inteiramente "democrático". Segundo as tradições.

P.S. Anedota é assim-assim.

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jest nas Wielu disse...

2 Roman

Pois é, quanto toca nos seus dói sempre, não é?

1. Os seus patrícios não se importavam de contar as anedotas sobre a Geórgia no exacto momento da dor e da tragédia dos georgianos.
2. O próprio Roman poderá reler as suas próprias piadas que mandava em jeito dos comentários manhosos sobre o Holodomor.
3. Claro que a anedota é assim – assim, não sou nenhum russófilo para desrespeitar a tragédia sucedida….

Jest nas Wielu disse...

Ou vejam me essa publicidade, nos EUA, se calhar, já seria possível processar o dono da publicidade, alegando que aqueles que a viram, resolveram “acender” no clube:

http://tr00per.livejournal.com/562358.html

anónimo russo disse...

Ítalo Tavares disse...
"Não acho. Acho que vão receber o que lhes promenteram."

O Papai Noel(Pai Natal pros tugas) vem entregar antes do natal a indenização?


Não sei quanto ao Papai Noel, mas acho que o governo vai pagar tudo que prometeu. A reacção que se-seguiu foi bastante séria: o governo de Permskii Krai foi demitido, o prefeito pediu a demissão, agora o governador declarou que está pronto de assumir a responsabilidade. Alem disso, mais alguns funcionários e oficiais da МЧС foram demitidos.

anónimo russo disse...

Roman disse...
"É uma boa altura para contar anedotas, não é Jest?

É o comportamento inteiramente "democrático". Segundo as tradições.

P.S. Anedota é assim-assim."



Deve ser porque ele viu a lista da CIA dos países segundo PIB per capita, onde a Ucrânia está mais baixo que Angola:) E agora só lhe resta contar anedotas.

Anónimo disse...

Jest

"off top

Já que neste blogue há muita gente que gosta de falar sobre o BRIC, proponho a nova anedota sobre o tema:

“O meu PIB cresceu em 5% no ano da crise”
“O meu em 6%”
“O meu logo em 7%”
“Meu PIB, meu PIB… vou vós dar a porrada pá, seus nharos!”
http://www.lenta.ru/news/2009/12/08/india"

Estás de piadinha mas veja como está a vossa amada Ucrânia que talvez perca uns 20% do Pib neste ano, muito pior que a Rússia.

Jest nas Wielu disse...

2 Anónimo russo 15:07

Não costumo ler as listas da CIA e conheço a Angola razoavelmente bem, o que vale funcionário público ganhar 1.500 USD por mês, se o apartamento T0 custa (para alugar) os mesmos 1.500 USD? (Em jeito de antecipação, o mesmo funcionário público aluga o seu apartamento na cidade para um estrangeiro / angolano mais endinheirado e mora na periferia, onde os preços das moradias são mais baixos).

Anónimo 15:58

De facto, a sua piada é muito melhor que a minha, Ucrânia (pais pobre e desgraçado, que não tem nenhum Liliputino Medved para o governar), vai perder 20% do PIB e o império energético, que se levantou do chão, cheio do gás natural, petróleo, diamantes e ouro vai perder apenas … 8,5% do PIB (os mesmos de Portugal, que também não tem nem o petróleo, nem o gás).

Vamos rir juntos!

p.s.
A Ucrânia assinou o contracto mais caro da sua história, para a fabricação e o fornecimento de tanques e blindados ao Iraque, no valor de 2,4 biliões de USD.
http://gazeta.ua/index.php?id=319241

anónimo russo disse...

Jest nas Wielu disse...
2 Anónimo russo 15:07

"Não costumo ler as listas da CIA e conheço a Angola razoavelmente bem, o que vale funcionário público ganhar 1.500 USD por mês, se o apartamento T0 custa (para alugar) os mesmos 1.500 USD? (Em jeito de antecipação, o mesmo funcionário público aluga o seu apartamento na cidade para um estrangeiro / angolano mais endinheirado e mora na periferia, onde os preços das moradias são mais baixos)."



O PIB per capita/paridade de compra é apenas um dos indicadores económicos que permite de certo modo comparar as economias e, em traços gerais, o nível de vida (nem sempre) da população. Não se pode entender este indicador tão literalmente, ao meu ver. Mas, tendo como vizinhos neste ranking Albánia e estando num lugar mais baixo que Angola e Cuba (dependendo da organização-autor de ranking, tambem nem em todas as listas) e tendo a Ucrània um PIB per capita mais que duas vezes inferior ao russo, não vejo muitas razões para se rir de ninguem.

Ítalo Tavares disse...

"Mas, tendo como vizinhos neste ranking Albánia e estando num lugar mais baixo que Angola e Cuba (dependendo da organização-autor de ranking, tambem nem em todas as listas) e tendo a Ucrània um PIB per capita mais que duas vezes inferior ao russo, não vejo muitas razões para se rir de ninguem."


Vc parou no tempo. Esquece que o comunismo acabou e que a Albânia , por exemplo, vem crescendo satisfatoriamente nos últimos anos. É potencial candidata à UE e com o andar da carruagem, passa a Rússia em renda per capita e IDH em 5, 6 anos. Cuba, apesar de ter uma renda per capita pífia, tem uma taxa de mortalidade infantil BEM MENOR que a da Rússia. E acredito que até tenha menos analfabetos.


Aliás, a Rússia nunca conseguiu chegar ao nível de mortalidade infantil dos países desenvolvidos. Nem na época da URSS. Sua taxa era sempre 2, 3 vezes maior que a dos EUA, Canadá, Suécia.

ah! e o principal:

A ALBÂNIA É UMA DEMOCRACIA.


A Ucrânia, mesmo com seus poblemas e desafios, me passa mais respeito, confiança e princípios que a Rússia. Pelo menos lá eles conseguiram eleger quem realmente ganhou nas urnas...

Ítalo Tavares disse...

Aliás, o IDH da Albânia ultrapassou o da Rússia esse ano. Portanto, siloviki, fecha a matraca!

Anónimo disse...

Italo

"Aliás, a Rússia nunca conseguiu chegar ao nível de mortalidade infantil dos países desenvolvidos. Nem na época da URSS. Sua taxa era sempre 2, 3 vezes maior que a dos EUA, Canadá, Suécia."

Que modos de falar! Até parece que o vosso Brasil tem nível minimamente decente para vires neste Blog perseguir o Anónimo russo. Tens de olhar para o vosso umbigo e ver o quanto o Brasil é vergonhoso brazuquinha sepa torta!

Jest nas Wielu disse...

2 Anónimo russo 22:24

É pá, até que enfim, o império energético também não tem vontade de rir “de ninguem”? Finalmente boas notícias…

Sempre disse, que a Rússia até pode se tornar o vizinho aceitavelmente razoável, desde que baixa a “bolhinha”, esquece o discurso do tipo “com o nosso gás compramos tudo”, etc.

Dizem alguns economistas que a crise mundial (olá, Dubai), nem começou…

anónimo russo disse...

Ítalo Tavares disse...
"Mas, tendo como vizinhos neste ranking Albánia e estando num lugar mais baixo que Angola e Cuba (dependendo da organização-autor de ranking, tambem nem em todas as listas) e tendo a Ucrània um PIB per capita mais que duas vezes inferior ao russo, não vejo muitas razões para se rir de ninguem."


"Vc parou no tempo. Esquece que o comunismo acabou e que a Albânia , por exemplo, vem crescendo satisfatoriamente nos últimos anos"


Não sei quem de nós parou no tempo. Mas seria bom antes de dizer ver as estatísticas.

anónimo russo disse...

Jest nas Wielu disse...
"2 Anónimo russo 22:24

É pá, até que enfim, o império energético também não tem vontade de rir “de ninguem”? Finalmente boas notícias…

Sempre disse, que a Rússia até pode se tornar o vizinho aceitavelmente razoável, desde que baixa a “bolhinha”, esquece o discurso do tipo “com o nosso gás compramos tudo”, etc.

Dizem alguns economistas que a crise mundial (olá, Dubai), nem começou…"



Claro que uma imaginação desenvolvida, dizem, que ´
é bom (em algumas circunstáncias), mas eu falei apenas da Ucrânia.

Jest nas Wielu disse...

2 Anónimo russo

Ah, que tosco foi eu, esqueci por completo que a autocrítica não é o dom mais forte, nem o seu, nem do seu país. Que é uma pena lol

Anónimo disse...

Jest.
A Ucrânia assinou o contracto mais caro da sua história, para a fabricação e o fornecimento de tanques e blindados ao Iraque, no valor de 2,4 biliões de USD.
http://gazeta.ua/index.php?id=319241




Desculpe; são 550 M , previsões de no futuro alcançar os ditos tais 2.4 m M.
Não faça já contas com o ovo no sinsenhor da galinha.

Jest nas Wielu disse...

2 Anónimo 04:51

Excelência, compartilha connosco as suas fontes sabichonas e ai poderemos falar com os factos na mão. O artigo por mim citado, menciona exactamente 2,4 biliões.

Algum problema com as leituras em língua ucraniana? Não é possível, é uma língua dos seus irmãos!!!

p.s.
Mesmo se acreditar em si, os 550 milhões também não são de deitar fora lol lol

p.p.s.
Não vejo a sua satisfação em ver o país – irmão conseguir um bom contracto. Como é possível? Quem é culpado? O que fazer?