sexta-feira, março 19, 2010

Empresas de turismo portuguesas otimistas quanto a aumento de visitas de turistas russos


Catorze empresas e três regiões de turismo de Portugal participam na Feira Internacional de Moscovo, o maior certame da especialidade na Rússia, que teve início hoje e se prolonga até sexta-feira.
Clara Noronha, do Turismo da Madeira, veio transmitir a mensagem de que não obstante a forte intempérie que atingiu a ilha, as infraestruturas hoteleiras já estão prontas para receber os turistas russos “com a maior das qualidades”.
Confiante de que o pior está passado, Clara Noronha revelou à Lusa que “está a ser preparada uma campanha de promoção com a TAP na Rússia para mostrar a Madeira como destino turístico de qualidade”.
Eduardo Bon de Sousa, diretor do Hotel Convento de São Paulo, veio a Moscovo explorar o mercado, pretendendo atrair turistas russos para o Alentejo, apresentando argumentos como “a riqueza em monumentos históricos, de que o nosso hotel é um exemplo, gastronomia, vinhos, paisagens”.
É opinião unânime que o mercado russo apresenta boas perspectivas para as empresas portuguesas no ramo do turismo.
“A crise está ultrapassada e o mercado russo dá sinais de crescimento. No ano passado, registou-se uma diminuição do número de russos que foram ao estrangeiro, nomeadamente a Portugal, mas, em relação ao nosso país, a queda foi menor”, declarou à Lusa Maria José Rézio, representante da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.
Em geral, a redução do número de russos que fizeram turismo no estrangeiro, em 2009, foi de 13 por cento em comparação com o ano anterior, tendo sido de 10 por cento no que respeita a Portugal, ou seja, de 57 para 52 mil.
Pedro Nuno Bártolo, embaixador de Portugal na Rússia, também não esconde o otimismo.
“O pavilhão de Portugal nesta feira é magnífico, uma prova de que o nosso país está a investir a sério na captação de turistas russos e isso dará, concerteza, resultados positivos”, declarou ele à Lusa.
“O turismo da Rússia para Portugal goza de uma boa margem de crescimento, devemos é trabalhar para chegar a novas regiões deste país: São Petersburgo, Ekaterimburgo”, acrescentou.
“Além disso”, continuou o embaixador luso, “é preciso desenvolver esforços para que seja abolido o sistema de vistos entre a União Europeia e a Rússia. Até lá, tentaremos facilitar o mais possível esse processo”.
Os operadores russos são da mesma opinião.
“As perspectivas são de crescimento. Portugal tem argumentos para ser um destino turístico mais procurado no mercado russo, é um país com fatores de atração”, considerou Elena Miroliubova, representante da empresa russa Quinta-Tour, à Lusa.
Porém, as empresas russas consideram que, para que ocorra um crescimento mais significativo, é necessário não só aumentar o número de voos entre Moscovo e Lisboa, mas também diversificar itinerários.
“A TAP começou a voar para Moscovo há pouco menos de um ano. Temos cinco voos por semana e, este ano, entre Junho e Setembro, vamos aumentar para seis”, revelou à Lusa Pedro Pinto, representante da transportadora aérea portuguesa em Moscovo.
“Estamos satisfeitos com os resultados conseguidos, mas vamos consolidar a situação antes de avançar para novos projectos”, frisou.



7 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

«A crise está ultrapassada»?

ainda bem que assim se pensa na rússia. Oxalá isso traga impacto positivo para o nosso turismo.

ALONE HUNTER disse...

A Rússia impressiona. Um país que á 19 anos atrás não tinha perspectiva, devido ás novas mudanças que mexeram com cada cidadão daquele incrível país. Passado 19 anos, os russos estão vendo o progresso os alcançando, no dia-á-dia, graças á um só personagem, que mudou isso radicalmente, com políticas agressivas e realísticas: Vladimir Putin.

Este herói nacional, Vladimir Putin, é o grande responsável por alavancar o seu país á novos rumos, e agora degusta de seus altos níveis de aprovação pela população russa.

Vladimir Putin é creditado por trazer a estabilidade política e restabelecer as regras da lei. Durante os seus 8 anos, como presidente da Federação Russa, devido ao gerenciamento macroeconomico, importantes reformas de policiamento fiscal, e a confluencia dos altos preços do petróleo,a economia russa teve um aumento de 72% no seu GDP, a pobreza que tanto afetava os russos nos anos 90 foi cortada para a metade, e o salário mínimo russo disparou para 150%, de US$ 80 para US$ 640.

Todos os analistas, inclusive estrangeiros e YANKEES, descrevem as reformas de Putin como impressionantes. Durante o seu mandato, erradicou a oposição política doméstica, venceu 2 guerras e melhorou os níveis dos direitos humanos para taxas nunca vistas antes. Durante a gestão deste Czar, a economia teve verdadeiros ganhos tornando a economia russa a 10ª maior do mundo.

A gestão governamental de Putin foi perfeita, ele trouxe a Rùssia para o centro das atenções novamente, e agora este incrível país está caminhando para o lugar que sempre mereceu estar.

Vladimir Putin foi o grande responsável por acordar o URSO da hibernação. E agora este URSO está muito faminto, e não medirá esforços para que consiga, de qualquer maneira, saciar a sua fome por carne fresca.

Viva Putin! Putin para presidente!! Perpetuação no cargo!!! Eu sou devoto do PUTINISMO, e vocês?

Anónimo disse...

Nós achamos que você anda a beber cachaça de má qualidade e em grande quantidade.

Jose Milhazes disse...

Anónimo, eu não gosto de cachaça.

Anónimo disse...

Milhazes, a mensagem sobre a cachaça foi para o Alone Hunter.


Que aliás, se parece muito com os propagandistas de culto à personalidade da época comunista.


Claro, se soubesse escrever direito.


rs.

Anónimo disse...

Suspeito há muito que este Alone Hunter deve estar sentado na Embaixada Russa no Brasil, tal é o seu entusiasmo.
Ou então foi a Embaixada que o convenceu a fazer tal trabalho...
Quem tem experiência de viver na Rússia sabe que este tipo de personagens são recorrentes, especialmente quando dependem de chefes poderosos ou têm medo do que esses chefes possam vir a fazer.
Há três possíveis explicações para um tão persistente e histérico entusiasmo na glorificação da Rússia: ou é um cidadão russo, ou trabalha por dinheiro ou é o síndroma de Estocolmo em acção.

ALONE HUNTER disse...

Semana passada Vladimir Putin fez uma visita de 1 dia á Índia. Esta visita resultou na assinatura de dezenas de contratos de negócios entre a Rússia e a Índia. O total dos acordos, incluindo acordos de defesa, energia nuclear e o campo de comunicações chega á mais de USS 10 bilhões!!!

A Rússia ganhou US$ 10 bilhões em 1 dia!!!

Não é a toa que este incrível país deu um grande salto sob a gestão deste CZAR.

Eu considero Vladimir Putin "O MAIOR ESTADISTA DESTE PLANETA DESDE A MORTE DE JOSEF STALIN"!!!

Ponto Final!!!