sexta-feira, maio 14, 2010

Medvedev não está muito otimista quanto à possibilidade de Brasil chegar a acordo com o Irão

O Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, declarou que o seu homólogo brasileiro Lula da Silva tem 30 por cento de probabilidades de chegar a um acordo com o Irão sobre o programa nuclear de Teerão.
“Tendo em conta que o meu amigo, o presidente Lula, é otimisma, eu também vou ser e dou 30 por cento de probabilidades”, declarou Medvedev ao responder a uma das perguntas dos jornalistas.
A Turquia e o Brasil, membros não-permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas, estão a tentar recuperar a proposta de troca de combustível nuclear, apoiada pela ONU, na tentativa de impedir novas sanções contra o Irão.
Para isso, Lula da Silva chegará amanhã a Teerão, depois do termo da sua visita oficial à capital russa.
Dmitri Medvedev acrescentou que a visita do presidente brasileiro é a última oportunidade de do Irão mudar a sua posição face ao seu programa nuclear.
“Espero muito que a missão do presidente do Brasil no Irão termine com êxito. Talvez essa seja a última possibilidade antes da tomadas das decisões conhecidas no Conselho de Segurança sobre o Irão”, declarou.
Segundo ele, “se conseguir obrigar o Irão a aceitar a cooperação em conformidade com as propostas conhecidas do “sexteto” (Estados Unidos, Rússia, China, França, Inglaterra, França e Alemanha), isso será muito bom, e desejamos êxitos a Lula”.
“Ontem, nós discutimos essa questão com o presidente norte-americano. Disse-lhe que era preciso dar uma possibilidade ao presidente do Brasil de utilizar todos os argumentos da comunidade mundial, para dar a possibilidade ao Irão de começar a cooperação”, revelou Medvedev.
“Caso contrário, teremos de agir conforme as abordagens já discutidas pelo “sexteto”. Não gostaria desse desenvolvimento , mas não o posso excluir”, concluiu.

41 comentários:

ALONE HUNTER disse...

Apenas uma correção: Não se escreve Irão ou Teerão. Se escreve Irã e Teerã!!!

Não existe este "o" no final das palavras. Pode pesquisar no Dicionário Aurélio!!!

Anónimo disse...

Alone Hunter

Você deveria saber as diferenças entre português de Portugal e o do Brasil ! Antes de criticar busque corrigir os vossos erros !

J.BRASIL disse...

Todo objetivo do Lula na demanda é apenas aparecer - como tudo em sua vida de mentiras. Jornalistas norteamericanos escrevem já desse jeito sobre o caso.

O Chávez influencia muito mais a América Latrina do que o Lula. Aliás, Lula, estranhamente vive ao seu reboque, como se fosse subalterno. Rola que o PT recebeu dinheiro do Venezuelano nas eleições.

O Lula não dá conta de conduzir as pendengas do Mercosul, o principal conjunto de países de sua geopolítica. A Argentina é vezeira em protecionismo e favorecimento do comércio chinês contra os negócios brasileiros.

Lula apoiou o bolivariano/cocaleiro, Evo Morales, para depois perder o domínio da Petrobras na Bolívia; o índio simplesmente mandou seu exército de araque invadir as dependências da empresa brasileira. Depois disso o Lula apareceu abraçado com ele em público mil vezes, fazendo papel de imbecil político! Insuportável para a ingeligência brasileira um caso desse.

Ex-embaixadores criticam que Lula não conseguiu mediar um conflito entre o Uruguai e Argentina por causa de uma fábrica de celulose! Mas se arvora em jogador de dados na política mundial.

Lula apoiou o Lugo para presidente do Paraguai; suas ligações com o Foro de São Paulo -onde Fidelão é estrela eterna -, arena esquerdista dos países da América Latina, são bem conhecidas. Agora já escutamos que o paíseco, especializado em contrabando e receptação de carros roubados, quer rever o acordo de Itaipu e botar a mão em mais dinheiro com prejuízo à nação brasileira.

Anónimo disse...

Para J.Brasil.
Não fale besteira a diplomacia brasileira hoje e de longe bem melhor que a dos tempos de FHC que só baixava a cabeça para os EUA. Quanto ao chaves pare de ler contos da Veja, e Estadão.

a.tavares.almeida disse...

J. BRASIL, PERFEITA ANÁLISE.


A POLÍTICA EXTERNA DO PT É MEDÍOCRE. QUEM PAGARÁ A CONTA POR ESSES VAXAMES? NÓS.


PODE ESPERAR.

J.BRASIL disse...

Tavares, sou de uma família de esquerdistas. Alguns foram até presos pelo regime de 64. Com essa experiência posso afirmar que não existe esquerdista brasileiro com disposições pisíquicas normais! Não conheço um que reuna características consideradas normais! A ideologia barata estragou qualquer possibilidade de equilíbrio nas análises sociológicas; é claro que o cara entra prá esquerda por patologia sociomoral. Só há melhora quando ele chuta tudo e recomeça o aprendizado. Esse foi meu caso a partir da década de 90.

Para mim o Amorim carrega caracteres de desequilíbrio intelectual e moral. Depois vou dar uma prova.

J.BRASIL disse...

Anônimo, o Brasil realmente confronta os EUA; é o movimento esquerdista e petista que aparelhou o Itamaraty. Só que ele rasteja para Evo, Chávez, Lugo, Correia, Fidel e as Farcs.

Você quer continuar esse assunto?

Brasil real disse...

Lula,tudo que ele faz é para aparecer,não consegue resolver os problemas do seu quintal!!é o maior mentiroso que existe!!!!

João Borges disse...

Se o Lula da Silva fez muito ou pouco pelo Brasil, não é uma questão central de algo bom ou mal mas que fique o exemplo dele como um líder democrático de um país que têm problemas assim como a Rússia, de que é possível governar com estabilidade sem violar e desrespeitar a democracia ou ameaçar e intimidar outros países, como o governo actual russo vem a fazer.

Anónimo disse...

Para J.Brasil.
Não seja reacionário admita que o que um intelectual (FHC) não fez um metalúrgico analfabeto faz melhor. Só um alienado social democrata pesadebista não vê que nunca antes na história recente o Brasil foi tão respeitado pelo mundo.

Jest nas Wielu disse...

… e para descontrair um pouco o pessoal contraído, eis a polícia de choque de Belarus (o OMON), carrega sobre os activistas gay em Mensk (Minsk):
http://kpax.livejournal.com/32635.html
http://higher-caps.livejournal.com/892760.html

Vídeo:
http://www.youtube.com/
watch?v=uQWU3aWkPWQ

Felipe Pinheiro disse...

J.BRASIL disse:

"Com essa experiência posso afirmar que não existe esquerdista brasileiro com disposições pisíquicas normais!"

O que você considera normais? Se você considera que sonhar com um mundo mais justo, menos desigual, e mais fraterno é ser "anormal", então sou completamente anormal.

J. Brasil, pra você falar que esquerdistas tem "disposições psíquicas anormais", deveria pelo menos justificá-las.

Às vezes, fico imaginando como Hitler conseguiu convencer tantas pessoas. Acho que a enorme maioria delas, eram pessoas bem intencionadas, que, diante da grave convulsão social que acometia a Alemanha nas décadas de 20 e 30, se apegaram a um bom orador, que prometia retirar a Alemanha da crise. Outras pessoas - a esmagadora minoria - tinham um alinhamento consciente ao nazismo, ou seja, anti-democrático, totalitarista, acreditavam na superioridade da raça ariana, e ainda, que judeus, comunistas, ciganos, homossexuais, deficientes físicos e mentais eram inferiores e deveriam ser extintos. Pelo pouco que você escreveu, acho que você é um forte candidato a este último grupo.

Sergei Korolev disse...

alone hunter, ja lhe informarão que existem muitas diferenças entre o português nosso e o utilizado pelos lusitanos? seria sensato da sua parte falar menos e ler mais....

Sergei Korolev disse...

para o J.Brasil
"Todo objetivo do Lula na demanda é apenas aparecer - como tudo em sua vida de mentiras. Jornalistas norteamericanos escrevem já desse jeito sobre o caso."

Certamente a midia americana é tão confiavel quanto a russa. Você so pode estar de brincadeira ne?

"O Chávez influencia muito mais a América Latrina do que o Lula."

Ja pela maneira que vossa graça se referiu a nossa querida região percebe-se uma visão preconceituosa sobre nosso continente e possivelmente sobre nosso próprio país, é a velha sindrome de vir-lata, comum a muitos Brasileiros.

"Lula apoiou o bolivariano/cocaleiro, Evo Morales, para depois perder o domínio da Petrobras na Bolívia;"

Certamente vossa exelentíssima pessoa acredita que o Brasil deveria ter invadido a Bolivia, agido com "força", então deveria jugar muito justo caso fossemos nos o proximo alvo dos E.U.A

"Agora já escutamos que o paíseco"

aqui fica claro sua visão preconceituosa sobre nosso vizinhos,tambem demonstra não saber que metade da Itaipu pertence aos Paraguaios

"Tavares, sou de uma família de esquerdistas. Alguns foram até presos pelo regime de 64. Com essa experiência posso afirmar que não existe esquerdista brasileiro com disposições pisíquicas normais!"


então é um problema familiar e não politico...psicologicos talvez....

Sergei Korolev disse...

Para a.tavares.almeida

"A POLÍTICA EXTERNA DO PT É MEDÍOCRE. QUEM PAGARÁ A CONTA POR ESSES VAXAMES? NÓS."

certamente você juga que havia politica externa no Brasil antes de lula.
Certamente,ela se resumia a frase:
"sim mestre, deseja algo mais"

Sergei Korolev disse...

Sobre a ipotese de que Lula estaria querendo aparecer, bem....isso pode ser bem verdade,não jugo nosso lider infalivel, mas não tenho pressa em julgar.
Uma coisa importante que poucos enxergam é que um dia podera ser nós o alvo de embargos por conta do desenvolvimento de uma politica nuclear.
Suspeito eu , que essa seja a verdadeira motivação de Lula

Anónimo disse...

"sim mestre, deseja algo mais"


NÃO. ISSO É O QUE DIZEM OS ESCRAVOS SOB O JUGO DO COMUNISMO.



CULTO Á PERSONALIDADE É COM VCS.

O BRASIL VAI PAGAR CARÍSSIMO PELAS PALHAÇADAS DESTE ALCOÓLATRA NA PRESIDÊNCIA.

a.tavares.almeida disse...

"isso pode ser bem verdade,não "jugo nosso lider infalivel, mas não tenho pressa em julgar."

"NOSSO LÍDER" UMA VÍRGULA.


SEU LÍDER.

NUNCA VOTEI OU VOTAREI NESSE PULHA.

J.BRASIL disse...

Estou começando. Espere esquerdalha ignara!


No caso de meus irmãos foi determinante para sua gênese esquerdista o protestantismo de minha mãe em uma comunidade católica e a neurastenia do meu pai que o levava a um comportamento mais recluso.

Na década de 50 no interior do Brasil ser evangélico era um gesto reprovado, um anátema, em qualquer cidade; era como viver "a esquerda", “ao contrário”. É claro que a experiência mística de minha mãe não está em questão, mas eu adianto que ela foi positiva e de grande valor para sua ipseidade. Só que essa rejeição empregnou negativamente a psique dos meus irmãos e os tornou gado fácil para a propaganda "igualitária" da esquerdina - que compensaria, corrigiria, então! o desconforto da rejeição social na infância!

J.BRASIL disse...

Acho que não vou perder tempo em explicar a diplomacia safada do Lula prá esse Sergei.

O cara não entender o caso da Bolívia? O mais fácil!

Lula ajudou a eleger o índio cocaleiro Evo, contra um governo notadamente amigo...

Gilberto Mucio disse...

Esse Ítalo está cada vez mais afetado.

J.BRASIL disse...

Eu sei o que estou falando, esquerdalhas!

Eu sei!

J.BRASIL disse...

Eu não conheço esquerdista com normalidade de comportamento. Os que conheci não conseguiram superar suas anteriores experiências deficitárias à autoconfiança tão necessário à maturidade espiritual do ser humano.

O Lula? Se ele não fosse um retirante marginal, premido por grande dificuldades materiais, ele seria um esquerdalha rebelde? Com a a debilidade emocional própria da dificuldade e da faixa etária ele se tornou presa das asneiras esquerdosas.

Seu grande amigo? Frei Betto! Aí não! O padreco deve ser um sujeito normal! Não?

J.BRASIL disse...

E existe normalidade numa personalidade que é incapaz de criticar os legados do liberalismo e do comunismo no tempo, e mete o bedelho intelectual em ideologia prá fazer proselitismo? Fomos apenas loucos deformados por propagando barata.

J.BRASIL disse...

Milhazes isso abaixo está no Estadão de hoje e tem muito a ver com os debates dessa parte:

"Rodrigo Rangel, de O Estado de S.Paulo
Ninguém fala abertamente, mas a posição hesitante do governo brasileiro em relação às Farc coloca em situação difícil os órgãos de segurança que, de alguma maneira, esbarram nas ações da guerrilha por aqui. Os investigadores se veem diante de um incômodo dilema. Avançar ou não? E se o governo não gostar?

Veja também:

Farc montaram base no Brasil, revela investigação da PF

Serviço antiterror mapeou Rota Solimões

Dinheiro seguia em espécie e via 'laranjas'

No caso da operação que resultou na prisão de José "Tatareto" Sanchez, a justificativa já estava pronta com antecedência: se superiores pedissem satisfações, era só dizer que o colombiano fora flagrado traficando em território brasileiro. "Ele não foi preso porque é das Farc, foi preso porque é traficante e eu estava no cumprimento de meu dever", afirmou ao Estado, sob a condição do anonimato, um investigador que atuou no caso.

A razão da preocupação é simples. Desde que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiu o Palácio do Planalto, o tema Farc é tabu. Brasília resiste firmemente às pressões de Bogotá e de Washington e não admite a possibilidade de classificar a guerrilha colombiana como organização terrorista. Em troca, as Farc dão mostras de que confiam no governo brasileiro: em duas oportunidades, a guerrilha aceitou que aeronaves militares do Brasil acompanhassem a Cruz Vermelha em delicadas missões de resgate de reféns na selva.

Para não entrar na briga, o governo argumenta que a guerrilha é um problema interno da Colômbia e que, por essa razão, não deve se intrometer.

O PT e a guerrilha já estiveram juntos no célebre Foro de São Paulo, conclave que reúne organizações de esquerda de toda a América Latina. É de lá a amizade que levou Raúl Reyes, número dois da guerrilha morto há dois anos num ataque militar da Colômbia, a escrever em 2003 ao recém-empossado Lula em busca de apoio para a causa das Farc. A mesma amizade permitia a Reyes manter contatos regulares via e-mail com alguns petistas, de dentro e de fora do governo.

É bem verdade que a guerrilha esperava mais de Lula. Talvez o mesmo apoio explícito que recebe de Hugo Chávez. Mas ela também não pode reclamar. Que o diga Olivério Medina, o padre das Farc a quem o Brasil concedeu refúgio político a despeito de sucessivos pedidos de extradição formulados pela Colômbia, onde ele é acusado de homicídio e sequestro.

Nessa simpatia envergonhada do governo pode estar a explicação para o fato de, mesmo diante de tantas evidências, ter demorado tanto tempo para que se mapeasse, para valer, a ação das Farc em território brasileiro.

TOMA ESSA, ESQUERDÃO!


Tópicos: , Internacional, América latina

Rod disse...

Este sujeito, JBrasil (que infelizmente usa o nome do nosso país como apelido para dizer coisas tão medonhas) é um perturbado mental. Não há outra explicação para tantos desvarios.

Eu entendo que ele se oponha a uma visão de esquerda, que pudesse tentar transformar este mundo ou pelo menos nosso país num lugar melhor, mas este ódio doentio é algo que precisa de tratamento psicológico.

Misturar religião com política é também sempre algo extremamente delicado, e altamente indesejável.

Seria aqui o caso de mencionar seus "pastores" arrancando dinheiro de pessoas desesperadas, afundando famílias inteiras na mais abjeta miséria "em nome de Deus"?

A mediação que Lula oferece ao Irã é algo que pertence ao campo da política, nesse caso, política internacional. Qualquer um que deseje despejar todo seu ódio, mesquinharia, fanatismo e intolerância deveria procurar seus pares, poupando-nos de tamanha estupidez.

J.BRASIL disse...

RODou? Se esquerdista brasileiro soubesse interpretar questões sociológicas objetivas não seria fã de Cuba do Fidelão!

Você não deu conta de ler a demanda. Releia 10 vezes! Não menos! Depois tente falar algo mais razoável!

J.BRASIL disse...

"Misturar religião com política é também sempre algo extremamente delicado, e altamente indesejável.

Seria aqui o caso de mencionar seus "pastores" arrancando dinheiro de pessoas desesperadas, afundando famílias inteiras na mais abjeta miséria "em nome de Deus"?"

Olhe a qualidade da análise! Tá lá no meu texto outra coisa!

Tu é burro demais! Igualzinho ao Lula: SEMIANALFABETO!

J.BRASIL disse...

Lula é a maior mentira da política na civilização!

Acho que os petista podem debater aqui a questão da normalidade da sexualidade do Lula no caso da cabrita, conforme ele mesmo confessou. (Google, Playboy, a cabrita do Lula)

PETISTAS! NO CASO DA CABRITA O LULA FOI NORMAL OU ANORMAL?

J.BRASIL disse...

O antijudaismo é outra das das preferências da esquerda brasileira, plantada sobretudo, por causa de ser os países árabes da esfera de influência soviética na Guerra Fria. Desse modo, nas guerras árabe-israelense a torcida por aqui era pelo fim de Israel. Isso depois da II Guerra. Pois antes, na Revolução de 1917, e depois, por algum tempos, na União Soviética, os judeus foram até elite. Grandes nomes desse fenômeno sociológico eram judeus; tinha então por aquela época, a esquerda, certa simpatia por eles.

O PT inteirinho fica ao lado dos palestinos na questão judaica recente. E aí não tem mesquinharia nenhuma!

Jose Milhazes disse...

Caros leitores do Brasil, este blog é DaRussia. Por isso, não deixarei passar comentários sobre a situação no país-irmão. Acjo que até cometi um erro de ter publicado até agora, de que peço desculpa aos leitores.

PortugueseMan disse...

Não deixa de ser interessante ser o Brasil a tentar esta aproximação ao Irão.

Afinal o Brasil nas minha opinião é o país que mais se aproxima em relação ao que o Irão quer fazer e o Brasil atingiu o seu objectivo.

O Brasil decidiu que passaria a fornecer a sua central nuclear sem estar dependente de ninguém e o Brasil também está a investir em foguetões, tudo somado o país tem o potencial de construir misseis nucleares, embora penso que não seja esse o caminho que pretendam percorrer.

A grande diferença para o Irão é que o Brasil antes de passar a ser autónomo, enriquecia o seu urânio na França. Mostrou ser um país responsável e reclamou o direito a ser autónomo.

É este passo que o Irão tem que dar e não quer. Que faça como o Brasil e quem melhor que Lula para tentar persuadi-los.

Uma atitude louvável, que se espera que faça uma vez mais o Irão reflectir e pensar que futuro quer para o seu país.

MSantos disse...

Caro PM

Sobre as intenções do Irão, eu não seria tão prosaico. Medvedev está bem consciente disso por isso referiu o que referiu.

De qualquer forma, um Irão com armas nucleares ou mais precisamente a caminho de as possuir, é praticamente uma realidade incontornável.

Se o objectivo for meramente de assegurar a não invasão por parte de potências estrangeiras, aí o mundo terá de aprender a viver com um Irão nuclear.

Cumpts
Manuel Santos

Anónimo disse...

Por este blogue têm muitas disputas ideologicas.

Acabei de ver na Tv que o Lula da Silva conseguiu o tal acordo e ainda ajudou a libertar uma prisioneira francesa. Lula de facto parece ser um grande líder capaz de conquistar muitas coisas sem arrogância ou conflitos, é de líderes assim que o mundo precisa, infelizmente não temos nenhum assim na Europa.

PortugueseMan disse...

Caro MSantos,

...De qualquer forma, um Irão com armas nucleares ou mais precisamente a caminho de as possuir, é praticamente uma realidade incontornável...

Mas a ser assim, a Rússia vai continuar sem abrir a central nuclear.

Eu não estou a ver os russos darem luz verde àquilo, enquanto não houver garantias sobre o material nuclear para aquela central.

Jose Milhazes disse...

Caro PM, se o acordo do Irão com Turquia e Brasil for avante, a Rússia ficará, uma vez mais, a ver navios.
A Rússia tem um certo azar na escolha de aliados

PortugueseMan disse...

Caro JM,

Caro PM, se o acordo do Irão com Turquia e Brasil for avante, a Rússia ficará, uma vez mais, a ver navios.

Está a escapar-me um pouco a sua lógica. Porque diz que a Rússia ficará a ver navios?

Jose Milhazes disse...

Caro PM, como deve saber, a Rússia fez uma proposta exactamente igual à turco-brasileira ao Irão, tendo Teerão a sabotado. Será preciso mais pormenores?..

PortugueseMan disse...

Mas meu caro, não importa de onde venha o urânio enriquecido desde que este não seja enriquecido no Irão.

A Rússia anda com esta pedra no sapato há anos, esta e a venda do sistema S-300.

A Rússia quer abrir a central nuclear, mas quer garantias de que esta não vai ser usada para outra coisa. E o Irão não dá, o que só pode significar uma coisa.

Eu não vejo como a Rússia fique a ver navios, numa situação que se pretende desbloqueada, com o menor impacto possível.

MSantos disse...

"Caro PM, se o acordo do Irão com Turquia e Brasil for avante, a Rússia ficará, uma vez mais, a ver navios.
A Rússia tem um certo azar na escolha de aliados"

Caro JM

Acho que a primeira permissa deste eventual acordo é que o Irão passe a comprar fora o combustível nuclear e não a produzi-lo o que lhe possibilitará o fabrico de armas nucleares.

Se a Rússia ou a Turquia o conseguirem será também benéfico para Moscovo e não há nisso nenhuma derrota para a Rússia.

Sobre o Irão ser um aliado da Rússia discordo totalmente, quando muito um parceiro comercial. Talvez verdadeiros aliados da Rússia sejam mais antigas repúblicas soviéticas/estados da CEI como é o caso do Casaquistão ou até da Bielorússia (quando Lucachenko acorda bem disposto) ou agora com o novo presidente ucraniano.

A relação russa com países como o Irão ou Venezuela é mais pragmática (como já tive oportunidade de o referir): são bons clientes da indústria militar russa e podem vir a representar trunfos caso haja excessiva polarização por parte dos EUA.

Cumpts
Manuel Santos

MSantos disse...

"Caro PM, como deve saber, a Rússia fez uma proposta exactamente igual à turco-brasileira ao Irão, tendo Teerão a sabotado. Será preciso mais pormenores?.."

Daí o cepticismo (realista) de Medvedev.

Eu pessoalmente penso que o Irão não vai subscrever nenhum acordo pois o seu primeiro objectivo é possuir armas nucleares.

O programa civil é apenas um acessório necessário e uma cobertura.

Cumpts
Manuel Santos