segunda-feira, novembro 01, 2010

Moscovo considera "inaceitáveis" pretensões de Tóquio sobre Curilhas

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, considerou “inaceitável” o descontentamento do Japão face à visita de hoje do Presidente Dmitri Medvedev às ilhas Curilhas, território disputado por Tóquio, anunciou ter chamado o embaixador nipónico na capital russa.
“A reação da parte japonesa sobre a viagem do Presidente Medvedev às Curilhas é inaceitável. Essa terra é nossa e o Presidente russo pode visitar terra russa”, sublinhou Lavrov.
“O embaixador do Japão em Moscovo vai ser convidado para ir ao Ministério (russo) dos Negócios Estrangeiros para que possamos novamente exprimir de forma clara e sem equívocos a nossa posição”, acrescentou.
O Governo japonês revelou “profundo pesar” pela visita do Presidente russo à ilha de Kunachir e promete tomar “medidas de resposta”.
“As quatro ilhas do norte são território do nosso país e nós defendemos consequentemente essa posição. A visita do Presidente (russo) provoca “profundo pesar”, declarou Naoto Kan, primeiro-ministro nipónico.
O Japão reclama quatro ilhas do arquipélago das Curilhas do Sul (Iturup, Kunachir, Chikotan e Habomai) alegando um tratado de 1855. Após a II Grande Guerra, as ilhas passaram a fazer parte da então URSS.
Em 1956, a URSS e o Japão assinaram uma declaração conjunta em que Moscovo se comprometia a devolver duas das quatro ilhas das Cutilhas: Khabomai e Chikotan depois da assinatura do tratado de paz entre os dois países, o que acabou por não acontecer.
Em 2001, os dirigentes russo e nipónico assinaram uma declaração que reconhece o acordo de 1956, mas o processo não avançou porque Tóquio passou a exigir a devolução das quatro ilhas.
Dmitri Medvdev foi o primeiro dirigente soviético e russo a pôr os pés no território litigioso.

7 comentários:

ALONE HUNTER disse...

As ilhas Kuril pertence á Rússia e ponto final! Isso é inquestionável, face á agressão nipônica na II Guerra Mundial...Será que os japoneses esqueceram que foi assinado um acordo de posse russa dessas ilhas? ( Tratado de Paz de São Francisco - 1951 )

Engraçado, porque o Japão não reinvidica de volta as ilhas Guam? Porque será?

O mundo não quer saber disso, todos concordam que as Ilhas Curilas são parte do território russo.

Aliás, eu acho que os japoneses estão mesmo á fim de uma guerra, pois estão mexendo com todos os seus vizinhos. Sequestraram um pescador chinês, e agora estão batendo nessa tecla da questão sobre as ilhas Kuril.

E além do mais, essas ilhas são habitadas por russos, e todos devem ter em mente a política russa de retaliação, caso sua população esteja sob ameaça! E é exatamente para isso que estão sendo comprados estes navios da classe Mistral. Porém, concordo que se não haver escoltas para estes navios, são alvos fáceis para os mísses HARPOON que os japoneses compraram dos YANKEES!

Mas os japoneses não podem se esquecer dos mísseis TOPOL-M, alias, um deles foi lançado semana passada, da península de Kola, e atingiu seu alvo em um campo de testes na Península Kamchatska! Façam os cálculos, e chegarão a conclusão que Tóquio está no alcance deste míssil!

Anónimo disse...

Os caras de peixe perderam as ilhas e ponto final!

Anónimo disse...

Querido José Milhazes, aprecio muito seu blog, e humildemente apresento uma sugestão de pauta: a exposição sobre Ivan Bunin, conforme http://observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=614AZL003

Desde já agradeço.

Miguel

Anónimo disse...

'Os caras de peixe perderam as ilhas e ponto final!"

Caras de "peixe" que HUMILHARAM a Rússia em 1905, e em uma guerra convencional -sem armas nuclerares-,esmagariam os russos FACILMENTE.


Ou alguém duvida que é o povo mais guerreiro?


A Rússia que continue com sua miséria moral e material, sua ditadura , seu atraso, seu alcoolismo.


O Japão, com sua grandeza cultural e econômica, não vai deixar de ser a nação espetacular que é.


Grande povo.

Anónimo disse...

" chegarão a conclusão que Tóquio está no alcance deste míssil!"

Aí, meu caro amigo, seria o FIM DA RÚSSIA.


Ou vc acha que os mísseis nucleares americanos e ocidentais iriam ficar neutros?


rs.


Pobre ingênuo.

Pippo disse...

O território foi conquistado e anexado após uma guerra, não foi? Esse mesmo território tinha sido russo antes da guerra de 1905, não tinha?

Note-se que o Japão só saiu da China, da Formosa e da Coreia depois de ter sido derrotado e expulso pelos soviéticos e norte-americanos. A mesma lógica que usou para conquistar e anexar territórios (a Coreia em 1911, por exemplo) foi a utilizada pelos seus inimigos em 1945.

É a vida! O Japão só tem é de engolir em seco e seguir em frente. E no estado em que está o país, nem tem condições de impor o que quer que seja a Moscovo. O Japão de 2010 não é o Japão de 1980.

ALONE HUNTER disse...

Esses japoneses estão loucos mesmo por uma guerra! Talvez para esconder de sua população a grave crise economica que se abateu sobre Tóquio.

O problema é que os japoneses estão desmoralizados. A China é o centro das atenções no Leste da Àsia, e ultrapassou o Japão, como nação mais importante naquela região estratégica.

E é por isso que por muitos anos, o Japão se prostutui para os americanos. Imaginem só, existe situação mais humilhante do que ter que depender de um país que quase aniquilou todo o Japão? O Japão não pode garantir a sua segurança, e se prostitue para o Capitólio, justamente da onde partiu as ordens para o lançamento das bombas sobre Nagazaky e Hiroshima!!!

Outro fato também que agrava a situação japonesa, é que os russos estão começando á investir pesado no Leste Russo. Com a recuperação da economia russa, essa região está recebendo grandes investimentos de infra-estrutura de Moscow, devido á sua importancia vital. A Rússia precisa muuuito do seu território no Leste, e agora, com a recuperação da economia, bilhões de rublos estão sendo enviados para regiões como Khabarovisk Kray,Primorsky Kray, Sakhalin Oblast e a Península de Kamchatka! E isso está cercando o Japão também!!!

Porém, o que os japoneses tem que entender é que essas 4 ilhas nunca serão devolvidas. As ilhas Kurill não são apenas 4 pedaços de terra no Oceano...Cada uma dessas ilhas são vitais estrategicamente para a Rússia, porque elas podem bloquear o acesso russo para o Oceano Pacífico. Essas ilhas, sob posse russa, garantem a passagem para o Oceano Pacífico. Imaginem se a Rússia devolva essas ilhas para o Japão, e em seguida os niponicos permitam a instalação de bases-americanas nelas??? Seria o fim para portos como Vladivostok, Petropavlovsk-Kamchatsky e Sakhalin!!!