domingo, fevereiro 27, 2011

Enfermeira ucraniana de Muammar Khadafi regressou a Kiev



A ucraniana Galina Kolotnitzkaia, enfermeira do líder líbio Muammar Khadafi, regressou hoje  a casa, informa o canal televisivo ucraniano Canal 5.
Ela encontrava-se entre as 185 pessoas que foram retiradas no domingo da Líbia por um avião do Ministério da Defesa da Ucrânia. Logo que aterrou na capital ucraniana, Galina dirigiu-se para casa da filha, que vive nos arredores da capital ucraniana.
Na Líbia trabalha um grande número de médicos e enfermeiros ucranianos que se recusam a abandonar Tripoli por terem salários em atraso.
Documentos da embaixada norte-americana em Tripoli, revelados pelo sítio Wikileaks no outono de 2010, relatam que a “formosa loira” da Ucrânia tem enorme influência sobre o líder líbio Khadafi.
Num telegrama datado de 2009, os diplomatas norte-americanos colocam, entre as pessoas de confiança de Khadafi, a enfermeira ucraniana de 38 anos, Galina Kolotnitzkaia, que já presta, há muito tempo, assistência ao dirigente líbio.
Segundo a mesma fonte, quatro enfermeiras ucranianas tratam da saúde de Khadafi, mas Kolotnitzkaia goza de maior confiança e acompanha-o em todas as deslocações.

3 comentários:

Anónimo disse...

Isso é uma enfermeira ou uma profissional de luxo da mais antiga profissão humanidade?

Jose Milhazes disse...

Leitor anónimo, a família da sra. diz que se trata de uma insinuação afirmações desse tipo.

Jest nas Wielu disse...

Galina e a sua família vivem na cidade - satélite de Kyiv – Brovary, onde alegadamente, a senhora comprou um novo apartamento na rua central. Pelo sim, pelo não, acho que merece, não deve ser fácil aturar o “mad dog” do Médio Oriente...