quinta-feira, agosto 25, 2011

Dmitri Medvedev encarrega Gazprom de elaborar projeto de gasoduto para a Península da Coreia



O Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, encarregou Alexei Miller, diretor da gasífera russa Gazprom, de se debruçar sobre a problemática do projeto de gás com a participação da Rússia, Coreia do Norte e Coreia do Sul.

“Ontem, eu dei ordens ao diretor Miller (da Gazprom) que se dedique afincadamente a esta problemática. Por isso, esperamos que sai daí um bom projeto”, declarou Medvedev aos jornalistas, após um encontro com o homólogo norte-coreano, Kim Jong Il.
Os líderes dos dois países decidiram, durante a cimeira, dar início à construção de um gasoduto que transportará combustível russo para a Coreia do Sul através do território da Correia do Norte.
O comprimento do gasoduto será de mais de 1100 quilómetros, dos quais 700 no território norte-coreano. O tubo irá transportar, anualmente, até 10 mil milhões de metros cúbicos de gás, mas esse volume poderá ser aumentado em caso de necessidade.
A 23 de julho de 2009, as gasíferas sul-coreana e russa: Kogas e Gazprom assinaram um acordo sobre fornecimento de gás russo. O documento previa a construção de um gasoduto através do território da Coreia do Norte, mas a sua realização foi adiada devido à deterioração das relações entre Pyongyang e Seul.
A Rússia passou a transportar gás liquefeito para a Coreia do Sul por mar, através do porto de Vladivostoque”.

Moscovo, com a realização do novo projeto, tenta não só contribuir para a normalização das relações entre as duas Coreias através da intensificação dos contactos económicos, mas também diversificar o número de compradores de seus combustíveis na Ásia e mostrar à China que ela não é o único comprador do gás russo e, por isso, não pode ditar preços desse combustível.

3 comentários:

Zhirinovsky "The Bear" disse...

Amigos...

É exatamente isso o que eu venho defendendo sempre... A Rússia é um país abençoado por possuir um território que faz fronteira com a Finlandia e com a China!!!

Toda essa chantagem política que os europeus estão fazendo com os russos, com a questão do gás irá cair por baixo, porque a Rússia sempre tem uma carta na manga: O ORIENTE!!!

A Rùssia tem que exportar seus recursos naturais para a Ásia e deixar apodrecer a EUROPA!!!! Isso irá trilhar o retorno ao trono...

Eu desejo sucesso ao KREMLIM nessa nova empreitada. Viva a Sibéria!!!

Anónimo disse...

Qual seria a imortância de exportar gás para um país pobre e paupérrimo sem condições para nada? Muito estranho.

Zhirinovsky "The Bear" disse...

Desde quando a Coréia do Sul é um país paupérrimo?