domingo, junho 17, 2012

Rússia foi derrotada porque jogou contra um adversário mais fraco



O presidente da União de Futebol da Rússia, Serguei Fursenko, declarou hoje que a seleção russa perdeu frente à Grécia porque jogou contra um “adversário demasiadamente pouco qualificado para que os nossos futebolistas pudessem mostrar a sua mestria”.
“Claro que o resultado é muito amargo, mas não há vitória sem derrotas. Por paradoxal que pareça, a nossa seleção teria jogado melhor contra um adversário forte”, acrescentou.
“Sempre quis que jogássemos contra a seleção da Alemanha ou da Inglaterra. O jogo seria completamente diferente, disputado, então seria mais simples e interessante”, concluiu o dirigente máximo do futebol russo.
Na véspera, a Rússia perdeu frente à Grécia (0-1) e foi afastada da fase seguinte do Euro2012.
As palavras de Fursenko, bem como o trabalho do treinador holandês, Dick Advocaat, estão a ser alvo de fortes críticas na Rússia.
Evguenii Lovtchev, antiga glória do futebol soviético e atual comentador desportivo, exclamou: “É demais! Tanto a atitude de Advocaat para com o país, como o desconhecimento da arte por parte de Fursenko e a atitude vergonhosa dos jogadores face aos adeptos. O treinador principal declarou que não se preocupava com o que dizem os adeptos”.
“Posso dizer em resposta: o país em que vivemos merece que a seleção da Rússia seja orientada por pessoas dignas, que gostam do seu país. Afirmámos que esta seleção não era capaz de nada, porque a sua constituição jogou o que tinha a jogar há três anos atrás. Mostrámos que tivemos razão”, frisou ele em declarações ao diário Sovietskii Sport.
Entretanto, a União de Futebol da Rússia já anunciou que tenciona contratar um novo treinador para a seleção até ao fim do Euro 2012, mas não avançou nomes.
A imprensa desportiva russa apresenta como mais provável o nome de Valeri Gazaaev, antigo treinador da equipa do CSKA de Moscovo.

14 comentários:

Anónimo disse...

Se queriam jogar com selecções futebolisticamente mais fortes, tinham de passar à fase seguinte! Até hoje (se os critérios e o escalonamento não foi alterado...) as selecções mais poderosas são as que chegam mais longe e "ameaçam" conquistar alguma coisa. Que eu saiba, não é vencendo Andorra, S.Marino ou as Ilhas Feroe (com todo o respeito por estas selcções, mas com consciência das suas limitações)que se conquista alguma coisa.

João Moreira

Amandio Nogueira disse...

Gosto muito e nunca perco as opiniões do excelente jornalista José Milhazes: um exemplo de profissionalismo e isenção jornalística em tudo o que respeita tanto a ex-União Soviética como a actual Rússia!

Pippo disse...

Ahahah! Está bêbedo, só pode!!!
Então agora perde-se por se jogar contra um adversário mais fraco!!!

É só rir...:0D

Jest nas Wielu disse...

"e de qualquer maneira, somos melhores no hóquei de gelo", rematou o dirigente lol lol

Pippo disse...

""e de qualquer maneira, somos melhores no hóquei de gelo", rematou o dirigente lol lol"

eheheh, só faltava dizer que também eram os melhores no jogo do berlinde! :0)

Isto deve ser inédito, o Jest e eu a rir-mo-nos do mesmo personagem :0D

Gilberto Mucio disse...

Valeri Gazaev é um bom nome.

Conhece futebol.

Em sua última passagem pela seleção não teve às mãos material humano de qualidade. Pegou uma entre-safra de jogadores,

ao contrário dos dois últimos treinadores holandeses, que pegaram uma geração com bons talentos e puseram tudo a perder.

Não sei que "fetiche" é esse por holandeses. Aliás, tanto Hiddink como Advokat são duas enganações, farsas.

Gilberto Mucio disse...

Valeri Gazaev é um bom nome.

Conhece futebol.

Em sua última passagem pela seleção não teve às mãos material humano de qualidade. Pegou uma entre-safra de jogadores,

ao contrário dos dois últimos treinadores holandeses, que pegaram uma geração com bons talentos e puseram tudo a perder.

Não sei que "fetiche" é esse por holandeses. Aliás, tanto Hiddink como Advokat são duas enganações, farsas.

Jest nas Wielu disse...

Pippo
Inedito só pela sua postura meio-agressiava, nunca me importei de rir no mesmo sentido consigo lol

Pippo disse...

Jest, não me diga que também se ri dos nacionalistas rutenazis! Anda a escondê-lo bem! ;0)

Pippo disse...

Ucrânia despede-se do Euro 2012:

http://desporto.publico.pt/Euro2012/noticia/rooney-contribuiu-para-a-amarga-noite-de-despedida-da-ucrania-1551135

Jest nas Wielu disse...

2 Filipe - Pippo

É desta sua postura chauvinista e mal amada que estou a falar bjs bjs

O golo mal anulado também ajudou lol
http://www.youtube.com/watch?v=tMg2PgWUTaM

Pippo disse...

2 Jest

"É desta sua postura chauvinista e mal amada que estou a falar bjs bjs"

Ahahah! Jovem, pelos vistos não aprendeste o significado da palavra "chauvinista"! :0D
Se eu fosse chauvinista, como tu dizes, estaria a dizer que Portugal é o maior e o resto é excremento. Mas não foi isso que eu disse. O que eu disse é que a Ucrânia foi corrida, em suma, deu beijinhos de despedida ao Euro 2012. Bjs Bjs! :0D

Em compensação, tu, que não te assumes, é de facto um chauvinista, entre outra coisas, pois só falas bem da Ucrânia (de preferência da Ocidental), mas mal da Rússia, dos russos e dos que a apoiam. Por isso é que és um rutenazi mal amado. :0D

PS - Não investes desculpas nacionalistas: mesmo que o golo tivesse sido validado, isso daria um empate pelo que a Ucrânia iria para o galheiro pois o que ela precisava era de GANHAR.

PS II - Get a life! ;0)

Jest nas Wielu disse...

2 Pippo Filipe

Ao referir o seu chauvinismo obviamente que não falei de futebol, que ideia lusófona descabida! bjs

Não sabia que uma pessoa por "só falar bem da Ucrânia" pode ser considerada chauvinista, talvez na universidade de Rostov ensinam isso lol

És pequenito demais para dar este tipo de conselhos lol lol bjs bjs

Pippo disse...

2 Jest Afrik

Jovem, e eu falei de futebol? Aprende a ler o que os outros escrevem. Ao referires o meu "chauvinismo" (onde é que ele está?) terás de referir obrigatoriamente Portugal.

Em compensação, tu, mais do que defenderes a Ucrânia (Ocidental) e os "ucranianos" (da Ruténia), destilas fel relativamente à Rússia e aos russos, mesmo aqueles que têm a nacionalidade ucraniana. Presumo que te tenham ensinado isso em qualquer curso intensivo de neo-nazismo "ucraniano" patrocinado pelos teus amigos do Svoboda aka Partido Social-Nacionalista. :0)

http://www.globalpost.com/dispatch/news/regions/europe/120329/ukraine-svoboda-nationalist-party-nazi-echoes-hitler-pt-2?page=full

Quanto ao tamanho, pois, já percebi que estás habituado a "eles" maiores, ahahah!