sexta-feira, agosto 17, 2012

A sentença sem surpresas...

As jovens da banda punk "Pussy Riot" foram condenadas a dois anos de prisão efectiva. À primeira vista, parece ter sido uma sentença "leve", pois a acusação pedia três anos e o CP prevê uma pena máxima de sete anos por "holliganismo". Na re...alidade, é um aviso do Kremlin aos opositores e descontentes.

O ex-campeão do mundo de xadrez, que protestavca contra o julgamento foi detido e espancado pela polícia de choque agora apareceu um polícia de choque a dizer que Gasparov lhe deu uma feradela.

A Igreja Ortodoxa Russa, depois de atirar lenha para a fogueira, vem agora pedir perdão e misericórdia para as jovens. Pois é, só se pode perdoar a quem já pecou...

29 comentários:

anónimo russo disse...

"Na re...alidade, é um aviso do Kremlin aos opositores e descontentes."

Na realidade, é um aviso aos idiotas que cometem actos de vandalismo nas igrejas, participam nas orgias num museu etc.
Quanto a Kasparov, é a sua profissão "lutar contra o regime" como todos sabemos.

anónimo russo disse...

Mais umas "lutadoras", desta vez ucranianas. Acção de solidariedade com "Pussy Riot:

http://www.youtube.com/watch?v=d21u88jrPF4&oref=http%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fresults%3Fsearch_query%3D%25D1%2584%25D0%25B5%25D0%25BC%25D0%25B5%25D0%25BD%2B%25D0%25BF%25D1%2583%25D1%2581%25D1%2581%25D0%25B8%26oq%3D%25D1%2584%25D0%25B5%25D0%25BC%25D0%25B5%25D0%25BD%2B%25D0%25BF%25D1%2583%25D1%2581%25D1%2581%25D0%25B8%26gs_l%3Dyoutube.3...9192.25124.0.26801.20.16.3.1.1.1.274.3182.2j4j10.16.0...0.0...1ac.g0FBpEixzME

Ricardo disse...

Rússia faz bem em punir severamente crimes, pois liberdade demais resulta em um país caótico como o Brasil

Pippo disse...

Da próxima vez, já sabem: em vez de irem protestar dentro de uma igreja, vão para a Chechénia do Kadirov protestar numa mesquita. Pode ser que a pena lhes seja mais leve...

Moça pro-campeões disse...

Então os campeões são cães para morderem os polícias? Vamos ver se não há campeões mordidos, ou o treinador canino pró-kremlin ficará como naquele anúncio da vodka em que a senhora tira os sapatos e pressiona algo por debaixo da mesa que dá cabo do homem. Só que eu nunca percebi porque motivo ela tirou o sapato, que era de salto agulha e muito mais eficaz.Fica o aviso.

PEDRO LOPES disse...

Sou a favor da condenação.
Mas acho que 6 meses de cadeia ou uma multa avultada eram suficientes.

Isto seria algo insignificante se se passasse na China ou nos EUA.
Em certos países amigos do Ocidente decadente seriam apedrejadas até a morte.

Mas como é na Rússia há que aproveitar para dar mediatismo ao caso. Os media Anglo-Saxónicos então estão em êxtase com esta janela de oportunidade para tentar beliscar as autoridades russas.

Eu já o disse antes.
Estejam atentos que agora após o regresso de Putin á presidência o Ocidente Sionista, decadente, mercantilista, propagandista e pornografista vai tentar aproveitar toda e qualquer migalha que possa apanhar vinda da Rússia para tentar chamuscar o governo Russo.

Jose Milhazes disse...

Caro Pippo, estou a tentar apurar essa questão da trasladação e espero escrever mais algumas coisas quando chegar a data de Borodino. Sei que há artefactos nalguns museus e também em colecções privadas, mas, infelizmente, o meu tempo não é muito, e as possibilidades ainda são menores para fazer viagens pela Rússia à procura desses e de outros elementos.

Gilberto Mucio disse...

Tem que ser muito idiota para defender o ato dessas meninas.

Uma coisa é um ato de desrespeito, de vandalismo, de ultraje a templo.

Isso não leva a nada. É contraprodutivo, é protesto de debiloide.

Mas outra é condenar a 2 anos de prisão por isso.

Isso não existe em lugar nenhum do mundo.

E sobre a igreja russa, todo mundo sabe que é um braço do estado.

Não só a igreja ortodoxa.

Mas os mufti muçulmanos das repúblicas russas também o são.

Igreja na Rússia sempre foi estatal.

Sempre foi inimiga do povo e do progresso.

Ela, por si, não é melhor ou pior que a Igreja Católica, mas o é mais danosa exatamente por ser estatal.

Já outra coisa é respeitar o sentimento religioso do povo. Isso tem que ser respeitado.

Gilberto Mucio disse...

Deveriam ter sido condenadas a multa e trabalhos comunitários.

Lavar chão, varrer rua, coisas do tipo.

Pippo disse...

Ok, caro JM. Mas se puder, mantenha-nos informado acerca do caso. É um pedaço importante da nossa História e, como sempre, "a comissão agradece" :0)

Wandard disse...

No Brasil possuímos um código penal caduco, uma constituição constantemente desrespeitada pelo próprio governo, sem falar que o próprio povo a desconhece. Concordo plenamente com o Ricardo, nosso país está caótico, para ser mais exato uma verdadeira bagunça pois o governo do PT está terminando de concluir o que FHC começou, que é atender à agenda externa dos EUA para o Brasil. As instituições devem ser respeitadas, o que as garotas da banda de rock russa fizeram é uma transgressão, pouco importa o motivo, é vandalismo e deve ser punido. Se a pena aplicada é leve ou pesada, isto quem decide é a justiça russa e pronto. As demais nações que cuidem de seus problemas.

Jest nas Wielu disse...

amanha é o novo aniversário do golpe do estado comunista na URSS, que foi derrotado graças ao Boris Yeltsin e todas as pessoas de boa vontade, dentro do aparelho político-partidário e fora dele:
http://ed-glezin.livejournal.com/514810.html

g_afim disse...

"Na re...alidade, é um aviso do Kremlin aos opositores e descontentes."
Estou a ver que não fui o único a captar a mensagem.
Lenine, nestas alturas, deve estar a fazer um tremendo esforço para não se revolver no seu caixão de vidro. Ver o estado russo e a Igreja Ortodoxa como "unha e carne". Numa coisa eu concordo com o comunismo: religião e politica de braço dado normalmente dá asneira.
Elas mereciam ser castigadas mas o julgamento não foi justo e serem acusadas de ódio religioso foi ridículo, afinal aquilo era uma oração (feita de uma maneira absurda, mas era).
O problema é que Kremlin já não disfarça os tiques ditatoriais. Problema o deles. acho que a mãe Rússia nunca chegará a ser grande. Só no tamanho.
Quanto ao Brasil, o problema não é excesso de liberdade. São políticos corruptos, forças policias abusadoras e sem credibilidade e, acima de tudo, educação deficitária.

Anónimo disse...

Era o que devia acontecer cá com esses punk e rastas votantes do bloco de esquerda e do PCP, que mais não fazem que promover desordem publica.

Não percebo o celeuma.

Na Russia mandam os Russos,não mandam os americanos.

O que os americanos queriam era exportar para a russia degradação moral para corromper os jovens.

O Putin faz muito bem em travar isto.

Mas a prostituta ambulante da Madonna, não perdeu tempo em vir defender estas tipas, e a média amestrada e controlada pelo lobby gayzista/Bildenberguiano americano não perde tenpo em lançar-se ás canelas do Putin.

Basta ligar as TV's e ver propaganda deprimente que fazem em Portugal a estas tipas decadentes que pelos vistos até filmes porno fizeram.

Parabens ao Putin, um dos poucos que ainda defende a europa e nossa matriz cultural cristã e conservadora, e defende a europa do libertinagem imoral que os states tem exportado para a europa desde a decada de 70.

Para além disso, não esquecer que as paradas de panulas foram babidas de Moscovo por 100 anos.

Carrega Putin.

anónimo russo disse...

"Basta ligar as TV's e ver propaganda deprimente que fazem em Portugal a estas tipas decadentes que pelos vistos até filmes porno fizeram."

Fizeram, fizeram. Segundo eu sei, o vídeo foi filmado num dos museus de Moscovo o que provocou um escandalo.
Uma daquelas que foi julgada há uns dias, dizem, participou neste filme sendo gravida.

Филипа disse...

Caro José,
Vi na televisão a sua entrevista em que condenava a pena das pussy riot.
Não sou extremista como alguns dos comentários aqui presentes mas penso que existe aqui um dilema importante.
É condenável que sejam presas por contestar e se expressar livremente contra o seu presidente.
Por outro lado, não poderiam deixar de ser julgadas pelo seu acto.
Abaixo deixo o link com a noticia de que no paquistão uma menina com Síndrome de Downde de 11 anos pode ser condenada à morte por blasfémia. Por outro lado, na
Russia são condenadas a 2 anos de prisão, tendo cometido blasfémia, sabendo bem o que faziam.
É condenável desrespeitar para se fazer ouvir. Não acha?

g_afim disse...

"O que os americanos queriam era exportar para a russia degradação moral para corromper os jovens.

O Putin faz muito bem em travar isto.

Mas a prostituta ambulante da Madonna, não perdeu tempo em vir defender estas tipas, e a média amestrada e controlada pelo lobby gayzista/Bildenberguiano americano não perde tenpo em lançar-se ás canelas do Putin.

Basta ligar as TV's e ver propaganda deprimente que fazem em Portugal a estas tipas decadentes que pelos vistos até filmes porno fizeram.

Parabens ao Putin, um dos poucos que ainda defende a europa e nossa matriz cultural cristã e conservadora, e defende a europa do libertinagem imoral que os states tem exportado para a europa desde a decada de 70.

Para além disso, não esquecer que as paradas de panulas foram babidas de Moscovo por 100 anos."

Resumindo: o tipo agradece ao Putin pelo retrocesso civilizacional. Entre idade das trevas que Putin gosta e a "libertinagem amoral" dos "Estates" prefiro a segunda, porque pelo menos as pessoas são verdadeiras, falam o que pensam e não tem medo do que os outros pensam. É verdade quem fala o que quer ouve o que não quer, mas isso apenas é uma consequência.
Mas o anónimo das 18:56: "Na Russia mandam os Russos". Eu só sou um meros espectador, assim como o autor deste blog.
Já se dizia: "Quanto mais beata, mais velhaca".
Eu concordo com a condenação por vandalismo, não por ódio religioso. E se for verdade essa da pornografia no museu, condenação por atentado ao pudor é justa.

g_afim disse...

"O que os americanos queriam era exportar para a russia degradação moral para corromper os jovens.

O Putin faz muito bem em travar isto.

Mas a prostituta ambulante da Madonna, não perdeu tempo em vir defender estas tipas, e a média amestrada e controlada pelo lobby gayzista/Bildenberguiano americano não perde tenpo em lançar-se ás canelas do Putin.

Basta ligar as TV's e ver propaganda deprimente que fazem em Portugal a estas tipas decadentes que pelos vistos até filmes porno fizeram.

Parabens ao Putin, um dos poucos que ainda defende a europa e nossa matriz cultural cristã e conservadora, e defende a europa do libertinagem imoral que os states tem exportado para a europa desde a decada de 70.

Para além disso, não esquecer que as paradas de panulas foram babidas de Moscovo por 100 anos."

Resumindo: o tipo agradece ao Putin pelo retrocesso civilizacional. Entre idade das trevas que Putin gosta e a "libertinagem amoral" dos "Estates" prefiro a segunda, porque pelo menos as pessoas são verdadeiras, falam o que pensam e não tem medo do que os outros pensam. É verdade quem fala o que quer ouve o que não quer, mas isso apenas é uma consequência.
Mas o anónimo das 18:56: "Na Russia mandam os Russos". Eu só sou um meros espectador, assim como o autor deste blog.
Já se dizia: "Quanto mais beata, mais velhaca".
Eu concordo com a condenação por vandalismo, não por ódio religioso. E se for verdade essa da pornografia no museu, condenação por atentado ao pudor é justa.

Jorge Almeida disse...

Ena, Doutor Milhazes, a extrema-direita lusófona resolveu aparecer em força aqui no blogue!

O que é que estes senhores diriam, no Marcelismo, do protesto que se registou contra a Guerra Colonial na capela do Rato! Que é o que esta acção das Pussy Riot me fez lembrar.

Para quem não saiba, a 30-12-1972, um grupo de pessoas ligadas aos sectores católicos irromperam pela capela do Rato, em Lisboa, declarando publicamente que tencionavam realizar na capela uma jornada de 48 horas de «greve da fome» e de reflexão acerca da guerra colonial, apelando a cristãos e não-cristãos para que se juntassem à iniciativa.

Esta iniciativa foi, durante muitos anos, dada como exemplo que gente depois ligada ao CDS também resistiu ao Marcelismo (na sua maioria, uma grande mentira!). Para quem não saiba (o que não acredito que haja neste blogue), o CDS foi fundado sob as ruínas da ANP, o partido único do Marcelismo. Era o mesmo que alguns elementos ligados a Bashar Assad irrompessem por uma mesquita em Damasco a dizer que queriam discutir o que o regime de Assad andava a fazer ... Ridículo, no mínimo, especialmente quando querem comparar com as acções efectuadas pelos militantes do PCP na clandestinidade!

Quanto ao Carrega Putin, parece-me que o Vladimir está a carregar muito bem, especialmente os seus bolsos de dinheiro. Há quem diga que já é o homem mais rico da Europa. Senão vejam:

http://www.aljazeera.com/programmes/peopleandpower/2012/04/2012418859194318.html

Caro Carrega Putin, prefiro a "libertinagem imoral que os states tem exportado para a europa desde a decada de 70" que a matriz cultural europeia defendida por um reles ladrão e corrupto. Se acha que Putin não é nada disso, como é que se justifica a cena dos relógios que aparece neste documentário?

PEDRO LOPES disse...

"Ena, Doutor Milhazes, a extrema-direita lusófona resolveu aparecer em força aqui no blogue!
".


Jorge,

Isso de direita/esquerda é realmente uma técnica eficaz de manipulação mental.
E leva a certamente a confusões várias. A extrema direita Americana condena certamente esta condenação das meninas.

Eu prefiro analisar as coisas por um prima livre dessa paranóia "esquerda/direita". O Regime actual Russo não me parece que seja de direita nem de esquerda. É um pouco agnóstico em relação a isso.
E na Rússia tanto os de "esquerda" (PCFR) como de "direita"(Zirinovsky) condenam estes actos das meninas.

Se fosse nos tempos da URSS(Comunismo -> Esquerda) provavelmente ainda era condenadas a penas mais pesadas ou até enfiadas num Gulag.

E caso você não saiba, elas cantaram aquela gritaria mais vezes anteriormente, sem que ninguém as tenha prendido. Portanto acho que se está a exagerar demasiado na questão politica.

Em relação a essa do Putin ser o mais Rico da Europa, até pode ser, mas eu pessoalmente nunca iria acreditar numa noticia desse canal abjecto que é a aljazeera. É um canal ao serviço dos oligarcas petrolíferos do ME, tipo Arábia Saudita, Catar etc, países com um experiência democrática realmente "exemplar" e tão amigalhaços do Tio Sam.
Veja-se a propaganda acirrada com esse órgão tratou e trata dos assuntos da Síria e da Líbia.

Há pouco tempo vários jornalistas desse canal demitiram-se precisamente porque não conseguiam continuar a mentir compulsivamente daquela maneira.

g_afim disse...

"E caso você não saiba, elas cantaram aquela gritaria mais vezes anteriormente, sem que ninguém as tenha prendido. Portanto acho que se está a exagerar demasiado na questão politica." Pois é, mas elas conseguiram "actuar", desta vez, que lhe desses visibilidade. Porque, de resto, quem é que ouviu falar dela antes da sua actuação?
E quanto à Al-Jazeera, eu pergunto: O Sr. Pedro acredita mesmo que haja algum órgão de informação que diga a verdade nua e crua e que não esconda nada? Eu não. A informação é dada consoante o "patrão". A propaganda que faz a Al-Jazeera faz a RT, faz a FOX, em sua fazem todos.

PEDRO LOPES disse...

Pois é, mas elas conseguiram "actuar", desta vez, que lhe desses visibilidade.

Olhe que grande contributo dá isso para o bem estar dos Russos.
Mas acha que as autoridades não as conheciam antes?
Há tantas actuações fora da catedral que se podem ver no youtube.

Por exemplo:

http://www.youtube.com/watch?v=CZUhkWiiv7M

http://www.youtube.com/watch?v=AiWu92wvwm8

E as manifestações(de forças extremistas diga-se) antes e depois das eleições? Não se realizaram? Alguém foi preso?

E em todo o caso eu disse que a pena era exagerada. Mas alguma condenação teria de existir, senão a Rússia era uma república das bananas como é Portugal

A informação é dada consoante o "patrão". A propaganda que faz a Al-Jazeera faz a RT, faz a FOX, em sua fazem todos.

Aqui concordo consigo. Eu gosto de ler diferentes fontes e as que mais confio são de jornalismo independente. E mesmo deste temos sempre de ter cuidado e não acreditar em tudo o que nos servem.

g_afim disse...

"Olhe que grande contributo dá isso para o bem estar dos Russos.
Mas acha que as autoridades não as conheciam antes?"
Eu estava-me a referir à visibilidade internacional. Nenhum pais gosta de chamar a atenção por más razões.

PEDRO LOPES disse...

E já viram esta?

http://rt.com/news/pussy-riot-cologne-cathedral-463/

Estou curioso para ouvir agora todos os que destilam ódio á Rússia e se agarram a todo e qualquer pantomina para beliscar o poder actual.

Europeista, venha cá, diga qualquer coisa.
Vá pronto, pode sempre chamar-nos comunistas pois isso deixa-o mais calmo.

Pippo disse...

Ahahah! Por esta e' que eu nao esperava! :0)

g_afim disse...

LOL. Por acaso, a Igreja Católica Apostólica Romana também precisa de um abanão para ver se fica com mais juízo e se deixa de se meter em certos assuntos. E outras confissões de cariz cristão.
Pedro Lopes: não se enterre mais. As Pussy Riot fizeram uma "oração" anti-Putin numa igreja ortodoxa (que por acaso apoia Putin). Estes meteram-se numa igreja católica para fazer um protesto de apoio às Pussy. A igreja católica não se mete em assuntos políticos alemães (alem disso a Merkel é luterana). Estas sim, já se chamar vandalismo com algum ódio religioso à mistura (e estupidez bacoca porque confundiram os tipos de igrejas). Quer fazer comparações? Faça-as. Mas não se esqueça destes detalhes.

Anónimo disse...

O Presidente da Federação Russa agora deve estar preocupado!

http://sul21.com.br/jornal/2012/08/putin-e-alvo-da-pichacao-no-consulado-da-russia-em-porto-alegre/

Quem ganha o quê com isso?

Anónimo disse...

Ora meus caros, as Rússia está a evoluir! É verdade, se fosse em outros tempos elas iriam para u Gulag, agora ficam só 2 anos de prisão, não exregam uma "evolução" nisso tudo?

anónimo russo disse...

Já escrevi, mas a mensagem não foi publicada. Repito em breves palavras: todo esse ruido acerca desses "Pussy", da sua condenação é apenas uma das artimanhas da gloriosa "oposição" russa. Alguns até dizem que esses "Pussy", depois de serem libertados, podem até receber alguma compensação em dinheiro do lado dos chefes dessa "oposição" e das organizações que a apoiam.