quinta-feira, janeiro 31, 2013

Decisão de Volgogrado se passar a chamar Estalinegrado vários dias por ano provoca divisão na sociedade russa



A decisão da Assembleia Municipal de Volgogrado de passar a chamar à cidade Estalinegrado durante as celebrações da vitória na batalha do mesmo nome na segunda guerra mundial está a dividir a sociedade russa.
“A partir de 2 de fevereiro, dia do 70º aniversário da Batalha de Estalinegrado, a cidade voltará a ter o seu nome antigo em todas as manifestações oficiais. Mas apenas por um dia”, declarou um representante da Assembleia Municipal citado pela agência Interfax.
Segundo um comunicado oficial, “a pedido de numero-os veteranos de guerra”, será utilizado o nome de “cidade heróica de Estalinegrado”.
No próximo sábado, Volgogrado irá celebrar, na presença do Presidente Putin, o 70º aniversário da vitória de 2 de fevereiro de 1943 do Exército Vermelho sobre os nazis numa das batalhas mais decisivas da segunda guerra mundial.
Antes da revolução comunista de 1917, a cidade chamava-se Tsaritsin e foi rebatizada com o nome do ditador soviético José Estaline em 1925. Em 1961, no período de "desestalinização" da sociedade soviética, foi decido chamar-lhe Volgogrado, por se encontrar nas margens do rio Volga.
A cidade poderá voltar a chamar-se Estalinegrado em várias ocasiões do ano, como, por exemplo, a 9 de maio, data de celebração do fim da segunda guerra mundial na ex-URSS.
Não obstante a denúncia oficial dos seus crimes Estaline continua a ser objeto de discussões. Para uns, é um sanguinário ditador comunista, mas, para outros, foi o arquiteto do poder soviético e da vitória sobre o nazismo.
Vladimir Lukin, comissário para os direitos humanos junto da Presidência russa, considerou a decisão de voltar a chamar Estalinegrado a Volgogrado, mesmo que temporariamente, “um insulto aos que tombaram em Estalinegrado. Claro que eles merecem um monumento, mas não este”.
“Trata-se de demagogia”, frisou ele, citado pela Interfax.
Ília Altman, copresidente da organização Holocausto, condenou também essa decisão.
“As novas gerações devem recordar os acontecimentos da Grande Guerra Pátria, o preço da Vitória e qual o papel da política estalinista nas vésperas da guerra, que provocou um enorme número de vítimas”, explicou.
O historiador russo Leonid Mletchin considerou a decisão da Assembleia Municipal “jogo político”, acrescentando que “se se pretende rebatizar Volgogrado, deve-se dar-lhe o nome original: Tsaritsin”.
“Não se trata de rebatizar a cidade. É preciso dizer que se trata da devolução do seu nome histórico seis vez por ano”, responde às críticas Zerguei Zabednov, deputado municipal do Partido oficioso Rússia Unida e autor do documento aprovado pela maioria dos deputados.

10 comentários:

Bruno Miguel disse...

Desde quando Estaline foi um ditador ?
Enfim ...

José Milhazes disse...

Desde 1929 até 1953.

HAVOC disse...

Esta cidade representa tudo o que o povo russo sempre foi, desde o tempo dos eslavos: GUERREIRO E HERÓICO!!!

Pippo disse...

"Desde 1929 até 1953."

AHAHAHA! BOA RESPOSTA, JM!!! :0D

aferreira disse...

-A Cidade que o mundo Conhece e reconhece - Chama-se STALINEGRADO ! A Cidade Heróica a Cidade Glorificada Cidade Cantada e Amada. É este o teu glorioso nome. - STALINEGRADO - a Cidade da Dignidade da Coragem da Bravura contra a barbárie nazi/fascista - -Será STALINEGRADO para todo o sempre o teu nome -Independentemente dos nomes que os vendidos e traidores te possam querer dar.

PEDRO LOPES disse...

Aferreira,

Eu concordo com o seu comentário em termos de circunstância politica da época em que as coisas aconteceram.

Mas a minha interpretação(que pode estar errada) é que quem venceu a guerra não foi o comunismo.
Foi o povo Russo. A sua estoicidade, a sua coragem.
A maioria dos soldados Russos em combate não faziam ideia sequer o que era o comunismo ou o que era o nazismo. Apenas lutavam para defender a sua "PÁTRIA".
Sublinho "PÁTRIA" porque esta é uma designação que os globalistas que nos governam odeiam.

E (não me ponham rótulos pf) quem a perdeu não foi o fascismo.
Foi alguém que usou esse ideologia para alcançar determinados fins. E esses fins não são certamente fascistas. Ideologicamente o Fascismo é das melhores ideologias que já foram inventadas.
Melhor que o comunismo, melhor que o capitalismo. O Fascismo é anti-capitalista e anti-comunista.
Nunca teve foi espaço e tempo para se afirmar verdadeiramente. E foi demonizado desde cedo pela cabala internacionalista demolidora que hoje ordena na politica e na economia.

Жайме Янтас disse...

Eu nunca a chamei de Volgogrado. Para mim ela sempre foi e sempre será a minha eterna Stalingrado. Tal qual na poesia de Carlos Drummond de Andrade:
Carta a Stalingrado

Carlos Drummond de Andrade

Stalingrado...
Depois de Madri e de Londres, ainda há grandes cidades!
O mundo não acabou, pois que entre as ruínas
outros homens surgem, a face negra de pó e de pólvora,
e o hálito selvagem da liberdade
dilata os seus peitos, Stalingrado,
seus peitos que estalam e caem,
enquanto outros, vingadores, se elevam.

A poesia fugiu dos livros, agora está nos jornais.
Os telegramas de Moscou repetem Homero.
Mas Homero é velho. Os telegramas cantam um mundo novo
que nós, na escuridão, ignorávamos.
Fomos encontrá-lo em ti, cidade destruída,
na paz de tuas ruas mortas mas não conformadas,
no teu arquejo de vida mais forte que o estouro das bombas,
na tua fria vontade de resistir.

Saber que resistes.
Que enquanto dormimos, comemos e trabalhamos, resistes.
Que quando abrimos o jornal pela manhã teu nome (em ouro oculto) estará firme no alto da página.
Terá custado milhares de homens, tanques e aviões, mas valeu a pena.
Saber que vigias, Stalingrado,
sobre nossas cabeças, nossas prevenções e nossos confusos pensamentos distantes
dá um enorme alento à alma desesperada
e ao coração que duvida.

Stalingrado, miserável monte de escombros, entretanto resplandecente!
As belas cidades do mundo contemplam-te em pasmo e silêncio.
Débeis em face do teu pavoroso poder,
mesquinhas no seu esplendor de mármores salvos e rios não profanados,
as pobres e prudentes cidades, outrora gloriosas, entregues sem luta,
aprendem contigo o gesto de fogo.
Também elas podem esperar.

Stalingrado, quantas esperanças!
Que flores, que cristais e músicas o teu nome nos derrama!
Que felicidade brota de tuas casas!
De umas apenas resta a escada cheia de corpos;
de outras o cano de gás, a torneira, uma bacia de criança.
Não há mais livros para ler nem teatros funcionando nem trabalho nas fábricas,
todos morreram, estropiaram-se, os últimos defendem pedaços negros de parede,
mas a vida em ti é prodigiosa e pulula como insetos ao sol,
ó minha louca Stalingrado!

A tamanha distância procuro, indago, cheiro destroços sangrentos,
apalpo as formas desmanteladas de teu corpo,
caminho solitariamente em tuas ruas onde há mãos soltas e relógios partidos,
sinto-te como uma criatura humana, e que és tu, Stalingrado, senão isto?
Uma criatura que não quer morrer e combate,
contra o céu, a água, o metal, a criatura combate,
contra milhões de braços e engenhos mecânicos a criatura combate,
contra o frio, a fome, a noite, contra a morte a criatura combate,
e vence.

As cidades podem vencer, Stalingrado!
Penso na vitória das cidades, que por enquanto é apenas uma fumaça subindo do Volga.
Penso no colar de cidades, que se amarão e se defenderão contra tudo.
Em teu chão calcinado onde apodrecem cadáveres,
a grande Cidade de amanhã erguerá a sua Ordem.

Anónimo disse...

Eu ja estive la, e uma cidade feia e pobre! Nao tem absolutamente nada que chame a atencao. Muito pobre e provincial. As cicadas russas fora moscou e st. Petersburgo Sao muito feias, cinzentas, com o Horizonte dominado chamines e fumacas.... Existe muito idealismo no Ocidente do que seja a Russia, ela nao e nada demais. Um pais pobre, de populacao ignorante, que nao viaje para o exterior, que nao fala linguas estrangeiras, que Vive isolada do resto do mundo. Sem contar o quanto Esse pais e autoritario, antidemocratico, facista, preconceituoso, racista e homofobico! A Russia e xenofoba, chauvinista, machista... Um antro dominado por corrupcao, mafia, trafico de drogas, governo policialesco. Nunca abondonou Seus velhos vicios, ainda continua sendo uma prisao em forma de pais cujo o principal lider politico e chefe da nacao utiliza-se de metodos da KGB. Apenas os nazifacistas occidentais admiram este pais.

Anónimo disse...

Concordo com anônimo acima, as cidades russas sao extremamente poluidas e modesta. Ali so ha intolerancia, hooliganismo e violence. Triste mas purr realidade.

Anónimo disse...

Pergunto-me em que cidades estiveram, durante qt tempo e o que ai fizeram os 2 anonimos anteriores. É que a sua ideia do que são as cidades do interior da Rússia é bem distinta daquilo que eu tenho visto em cidades da Kareliya, Siberia ou Caucaso. Quanto ao comentário de que os russos são um povo ignorante, suponho que o anonimo que o escreveu não fala russo. Se falasse perceberia o disparate que acaba de escrever. Joao Santos