segunda-feira, abril 10, 2017

Sons de "As minhas aventuras no País Sovietes". 2



Vladimir Vysotsky, uma das vozes mais rebeldes da era comunista. As comparações podem ser pouco fiéis, mas não será incorrecto compará-lo a José Afonso. Aqui, fica uma das canções que ele canta em francês: "Plus rien ne va" .
"Durante a realização dos Jogos Olímpicos, uma trágica notícia abalou a sociedade soviética: faleceu o bardo, poeta, escritor e actor russo Vladimir Vissotsky. Não obstante os órgãos de informação soviéticos praticamente terem escondido a notícia, muitos milhares de russos saíram para as ruas de Moscovo para prestar a última homenagem a essa figura sem a qual é impossível compreender a vida na União Soviética". In "AS MINHAS AVENTURAS NO PAÍS DOS SOVIETES".

5 comentários:

Diogo Fernando disse...

Adquiri o seu livro este Domingo e estou encantado, constitui uma genial resenha do periodo soviético desde os anos 70 até ao seu colapso, Para quando um livro focado na es ex-repúblicas soviéticas? Interessa-me bastante este tema, em particular o secessionismo georgiano e é raro encontrar literatura em português sobre estes temas. Os meus parabéns pelo excelente trabalho!

Miguel Pinheiro disse...

Sr. Milhazes, em sua avaliação cabe a comparação do Vladimir Vissotsky com o Serguei Schnurov (grupo Leningrado)? Obrigado!

Anónimo disse...

Milhazes Milhazes Milhazes ...

Então agora não colocas a data dos comentarios, apenas colocas a hora, para que nao se saiba que demoras quase 1 mes a publica-los e dessa forma matar o debate que poderia haver. Forma manhosa e sinuosa de censura.

José Milhazes disse...

Publico os comentários quando chegam, não altero nada.

Anónimo disse...

Milhazes Milhazes Milhazes ...

Foi o tubo por onde passa a internet que ficou entupido e dai demorar um mes a chegar.

Comentario escrito em 19-04-2017 as 22:07 gmt