segunda-feira, dezembro 10, 2007

Biografia do delfim


Dmitri Anatolevitch Medvedev nasceu a 14 de Setembro de 1965 em Lenigrado (actualmente São Petersburgo), terra natal do Presidente Putin. Em 1987, terminou a Faculdade de Direito da Universidade Estatal de São Petersburgo e, três anos depois, defendeu aí a tese de mestrado. É especialista em Direito Civil.
Entre 1990 e 1997, Medvedev leccionou na Faculdade de Direito da Universidade de Moscovo. Paralelamente, foi conselheiro do Presidente da Câmara Municipal de São Petersburgo e perito do Comité para Relações Internacionais dessa câmara, órgão dirigido por Vladimir Putin.
Medvedev passa a fazer parte do “círculo restrito” do futuro dirigente russo depois de lhe ter prestada um serviço de valor incálculável como advogado. Segundo a revista “Profil”, um grupo de deputados da Assembleia Municipal de Leninegrado acusou Putin de ter concedido licenças de exportação de matérias-primas e metais não ferrosos a troco do fornecimento de produtos alimentares, que naquela altura escasseavam no país. Porém, os produtos acabaram por não chegar e só a mestria de Medvedev como advogado salvou Putin das barras do tribunal.
Em 1999, o actual dirigente russo, então Primeiro-ministro, chama-o para Moscovo, onde ocupa o cargo de dirigente do Aparelho do Governo da Federação da Rússia.
Quando Putin substitiu Boris Ieltsin no Kremlin, nos finais de 1999 , Medvedev é nomeado vice-chefe da Administração do Presidente da Rússia.
Desde 2000 e até ao presente, Medvedev preside ao Conselho de Directores da Gazprom, a maior empresa pública do país. Em 2003, foi nomeado dirigente da Administração Presidencial da Rússia, mas, dois anos depois, passa para o Governo russo, onde passa a dirigir a pasta de primeiro-vice-primeiro-ministro, encarregado do controlo da realização dos chamados “programas nacionais”, programas de grande envergadura no campo social.
No ano passado, Medvedev começa a aparecer nos órgãos de informação russas como um dos prováveis sucessores de Putin. O candidato escolhido por Putin não é membro da Rússia Unida e é conotado com os círculos liberais no Kremlin.

P.S. Tinha-me esquecido de um pormenor. Se os analistas políticos e os jornalistas estudassem com mais atenção o apelido de Medvedev (que tem origem na palavra russa "medved", que significa "urso"), teriam adivinhado com mais precisão e antecedência o nome do sucessor de Putin. O símbolo do Partido Rússia Unida é um urso, a organização infantil chama-se "Michki" (Ursinhos). Agora, tudo vai coincidir

2 comentários:

Luís Bonifácio disse...

Penso que a Própria Rússia (País) é simbolizada pelo Urso.

Jose Milhazes disse...

Caro leitor Luís, algumas pessoas pensam que sim. O urso está nas armas de algumas cidades russas e é considerado o símbolo da força e da vitalidade. Para alguns pensadores russos, a Rússia actual faz lembrar o urso que está a acordar da hibernação e a ganhar força.