segunda-feira, janeiro 28, 2008

Candidato do Kremlin recusa-se a participar em debates televisivos


Dmitri Medvedev, candidato ao cargo de Presidente da Rússia apoiado por Vladimir Putin e pelo partido Rússia Unida, anunciou que não pretende participar em debates televisivos durante a campanha eleitoral.
“Com base no parágrafo 10 do artigo 52 da Lei Federal “Sobre as Eleições do Presidente”, Dmitri Medvedev informou a Comissão Eleitoral Central da recusa de participar em iniciativas conjuntas de agitação, realizados nos canais televisivos públicos nacionais e regionais” – lê-se num comunicado publicado hoje pelo centro de imprensa da sede de campanha do candidato do Kremlin.
As eleições presidenciais na Rússia estão marcadas para o próximo dia 02 de Março.
“Visto que Medvedev não entra de férias e continua a trabalhar no cargo de primeiro-vice-primeiro-ministro do Governo, no seu gráfico estão marcadas visitas a várias regiões e encontros de trabalho sobre diferentes aspectos da realidade” – declarou uma fonte da sede da candidatura do provável vencedor do escrutínio às agências russas de informação.
“As autoridades estão mesmo com receio de discutir com os outros candidatos a situação real no país. As eleições presidenciais foram transformadas numa autêntica força. Agora, terão de obrigar as pessoas a ir às urnas votar” – comentou Mikhail Kassianov, candidato da oposição liberal que foi afastado da corrida presidencial pela Comissão Eleitoral da Rússia.
Além de Medvedev, nas eleições participam mais três candidatos: Andrei Bogdanov, dirigente do Partido Democrático, Guennadi Ziuganov, líder do Partido Comunista, e Vladimir Jirinovski, dirigente do Partido Liberal Democrático.

1 comentário:

Chá de Tília disse...

Quero-lhe agradecer o seu blog! Ele é, para mim, de leitura obrigatoria!