quinta-feira, novembro 06, 2008

E se oferecessemos um Magalhães a Medvedev?


Segundo as informações de que disponho, o Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, visitará Portugal no próximo dia 21 de Novembro, o que mostra que o nosso país entrou nas rotas dos dirigentes máximos russos.

Quando tomei conhecimento desta informação, veio-me à cabeça uma ideia, que passo a compartilhar com os meus leitores, sublinhando, desde já, que se trata de uma proposta séria, sem qualquer tipo de ironia.

Como é sabido, Dmitri Medvedev é um grande admirador das novas tecnologias, defende o acesso de todas as escolas russas à Internet, etc. Até tem um blogue pessoal que se encontra alojado no sítio http://www.kremlin.ru/, através do qual ele tenta manter um diálogo com os cidadãos russos.

Na sua última mensagem à nação, pronunciada ontem, Medvedev apresentou a Internet como um dos garantes da liberdade de expressão na Rússia.

Por isso, penso que não seria má ideia se o nosso Presidente, Aníbal Cavaco Silva, ou o primeiro-ministro, José Sócrates, oferecessem um computador Magalhães ao dirigente russo, explicando a história da sua criação e os objectivos colocados pelo Governo de Portugal no campo da informatização das escolas.

Estou convencido de que esse computador interessará seriamente o dirigente russo.

33 comentários:

Jest nas Wielu disse...

Totalmente à favor!
Ainda pode-se sugerir que Medvedev chama de Magalhães o seu cão que anda agora sem o nome. O cão do Putin já tinha um nome original, Koni (cavalos), então seria uma óptima continuação do mesmo – Magalhães, os russos iriam a delirar.

dionisio fernandes disse...

Bom dia
De certeza que é verdade? Que vem cá fazer? Negócios?
Pergunto porque me chegou um zumzum de que havia grandes negociatas secretas com o Sócrates e que era o Putin que vinha cá.
Acho esquisito que só se fale na viagem à Venezuela. Pelos vistos deve passar por cá antes de ir para lá.
Que pode dizer sobre o assunto?É coisa planeada há muito? É secreto ou é para chegar aos jornais?

CIA agent disse...

Com bomba dentro?

Jose Milhazes disse...

Caro Dionísio, a visita é oficial e pública. Nada posso dizer sobre o seu zumzum, mas aconselho prudência nessas coisas.

Pippo disse...

Bem, se o kamarada Sócrates fez tanto furor com o Magalhães na Cimeira Ibero-Americana, de certeza que até o Medvedev irá ficar impressionado (ao contrário de si, JM, eu usei mesmo a ironia :o) )

sérgio disse...

Boa ideia caro José Milhazes, mas de certeza qie o Sócrates já pensou nisso. Tem graça a pergunta do CIA agent.

Wandard disse...

Amigos portugeses,

Agradeceria quem puder me enviar informações sobre o Magalhães e do que se trata este projeto para a educação em Portugal. Também sou professor e tenho interesse em informações deste tipo.

Abraço a todos.

Anónimo disse...

Em portugal foi criado o programa e-escolas,
para trabalhadores em formação, professores e agora e-escolinha.

O objectivo( que esta a ser cumprido) é o de fornecer a todos os alunos do ensino nacional(do 5º ao 12º ano) um computado portatil com ligação a internet.Para alunos com apoio social o computador é gratuito e a internet tem um custo de apénas 5€ mensais.Para alunos sem apoio social o computador tem 1 custo de 150€, mensalidade de internet será a partir de 17€.

e-escolinha(1-4 classe) é um programa identico ao e-escola, a diferença é que o comptador fornecido é um magalhães,é fornecido gratuitamente a alunos com apoio social e tem um custo de 50€ para alunos sem apoio social.

O magalhães é um computador com tecnologia intel, neste momento o computador não é 100% português, visto ser montado numa fábrica no norte do país, mas a longo prazo, o objectivo do projecto é que todos os componentes sejam fabricados em portugal.

caracteristicas;

http://www.tmn.pt/portal/site/tmn/menuitem.0143d3546741f79ae8f48210751056a0/?vgnextoid=0584222fbfa8c110VgnVCM1000005401650aRCRD

bruno.

Wandard disse...

Bruno,

agradecido pelas informações, achei o programa bastante interessante além do custo do equipamento ser relativamente barato, mesmo convertendo do $real para o $euro. Acredito que o formato deste programa poderia ser aplicável no Brasil. Parabéns ao governo português por esta iniciativa.

Grande abraço,

dionisio fernandes disse...

Não se preocupe JM.
Sou um grande amigo da Rússia.
Só não entendo é que se a visita é oficial e pública porque não é isto falado e o amigo Milhazes sabe e até diz no blog. Parece que o meu zumzum ao pé deste zumzum é inofensivo.Ou vem ele e o Putin também? Que deferência tão grande por tão miserável país. ou virão comprar Portugal? Assim como assim era o melhor que nos podia acontecer.
Saudações.
DF

Jose Milhazes disse...

Comentário enviado pelo leitor João Santos: "Caro Milhazes,

Considero extremamente interessante e a ser levada em consideração.
Devido às circunstâncias da mesma, desconheço se à empresa responsável terá chegado a proposta, pois, devido às características do "magalhaes" é necessário adaptar o teclado ao alfabeto cirílico, para além das restantes características, pelo que desconheço a viabilidade da proposta.

Quanto ao leitor "Wanderlei", o programa foi apresentado na recente cimeira ibero-americana e o Brasil vai adoptar o "Magalhães"".

Jose Milhazes disse...

Caro Dionísio, a visita de Medvedev não tem segredos e deverá ser anunciada dentro em breve. Eu, por acaso, soube disso antes e escrevi no meu blogue. Ao que sei, Vladimir Putin não irá a Lisboa. Aí irá no dia 16 de Novembro Serguei Lavrov, ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

Wandard disse...

Caro José Milhazes,

Gostei do "Wanderlei" :), mas agradeço a informação, realmente não tinha conhecimento que o Brasil adotaria pois tenho me concentrado mais nos detalhes do acordo ortográfico.

Agradecido e abraços

dionisio fernandes disse...

Caro JM
fiquei intrigado porque sigo atentamente as notícias da Rússia e não tinha ouvido falar da visita de DM a Portugal.
Seja como for, e ainda por cima tão oficial com o MNE antes e tudo, é porque a coisa é pesada.Inclusive já me disseram que o museu sempre vem para Lisboa... Enfim, são zumzuns... Não sabe ou não quer dizer? Se não quiser, eu respeito e compreendo.
Saudações
DF

MSantos disse...

Devia também oferecer-lhe uma Pen. Para guardar o Orçamento de Estado.

Mas das que funcionem ;)

Jose Milhazes disse...

Caro D]ionisio, sobre o museu, o que eu sei é que ele não vai para Portugal.

Ninja disse...

Caro JM, de certeza que o Socrates se lembrará disso.

Ja agora, parabens pelo blogue! Tenho é pena de o ter descoberto ha pouco tempo, mas agora nao passo sem visita-lo de vez em quando.

Anónimo disse...

oh dionisio, desculpe la, mas da maneira que fala, ate parece uma coisa inedita termos uma visita de estado da Russia, apenas nao foi ainda noticiada, assim como muitas outras, de outros paises, q estao programadas.

Fernanda Valente disse...

Acabei de transmitir a sua mensagem ao gabinete da Presidência da República.

Fernanda Valente disse...

«Caro D]ionisio, sobre o museu, o que eu sei é que ele não vai para Portugal.»

O actual ministro português da cultura preocupou-se mais com o acordo ortográfico que lhe possibilitou fazer umas viagens à custa do orçamento de Estado.

Um polo do Hermitage em Portugal seria uma mais-valia para a nossa indústria turística. Mas, entretanto, o dinheiro dos contribuintes anda a ser canalizado para viabilizar entidades bancárias falidas ou descapitalizadas por gestores corruptos e sem escrúpulos.

Jose Milhazes disse...

Cara Fernanda, obrigado por ter reenviado a mensagem.

Anónimo disse...

Qual mensagem?

Jose Milhazes disse...

Caro anónimo, a mensagem... de que fala a Fernanda no seu comentário.

sérgio disse...

Ainda bem que temos a Fernanda entre nós, porque nestas coisas elas são sem dúvida mais práticas, enquantos nós falamos...

sérgio disse...

Bem agora que parece que os EUA estão no rumo certo, e isso faz sonhar o mundo inteiro, desesperamos nós aqui na UE, por estadistas que vejam mais além do que os interesses egoisticos de alguns países. Aquela Merkel é desesperante, e então o presidente polaco nem digo nada.

Anónimo disse...

Gostaria só de dizer que o Brasil foi um dos «países - piloto» ao implementar projectos semelhantes ao do magalhães (embora em regime experimental e em escolas determinadas).

Quanto à visita russa.. Muito nos dignifica a visita do mais alto representante político (e diplomático). É perfeitamente normal num mundo "multipolarizado".
Temos é de saber defender os nossos interesses ( e não são unicamente económicos, mas também políticos, culturais, sociais..)

Tiago Pint0

Anónimo disse...

penso que portugal é o unico país do mundo em que foi criado um programa governamental em que o acesso á internet+computador se tornou possivel para todas as classes.
Mas admito que em países de dimensão como o brasil ou rússia este programa seja mais dificil de implementar, é mais dificil mas não é impossivel, só é preciso vontade politica.

Bruno.

eduardo disse...

Eu também ouvi dizer que o Putin vinha cá esta semana. Cheiro aqui a esturro russo...

Anónimo disse...

какая чушь!
зачем ему эта детская игрушка?
пусть уго чавес ею тешится

bataille.georges disse...

Se Medvedev fosse tao a favor da informatizacao, talvez ele devesse permitir o uso de internet em suas universidades. a Universidade da Amizade dos Povos tem monopolio sobre o territoro estudantil, nos alojamentos, somente a empresa por eles determinada pode instalar internet. ja ha um ano e meio eu tento em vao conseguir esse milagre dos deuses em casa - internet: em vao!

Anónimo disse...

Eu também ouvi dizer que o Putin vinha cá, mas era para um encontro secreto com a Kabaeva. hihihi

Agel A-Team Portugal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anna disse...

Adoptar um computador à teclado cirílico não é nada difícil, basta por autocolantes nas teclas e mexer um bocadinho no painel do controlo ;)
Agora para que é que o Medvedev precisa desse brinquedo, a pergunta q foi feita aqui em russo, não é difícil perceber. Mas, mesmo se o governo russo decidir integrar algum programa de pc+inet para alunos, duvido que vão utilizar alguma coisa que não é feita na Rússia.