sexta-feira, novembro 07, 2008

O que pensam os russos da revolução comunista de 1917

Dois terços dos russos continuam a considerar o 07 de Novembro dia da Grande Revolução Socialista de Outubro, observando-se um aumento das pessoas com essa opinião.
Segundo um estudo do VTZIOM (Centro Nacional de Estudo da Opinião Pública), 38 pc dos russos continuam a celebrar esta data como uma festa revolucionária. Em 2005, esse número era de 29 pc.
A Grande Revolução Socialista de 1917, que instaurou o regime comunista na Rússia, realizou-se a 25 de Outubro segundo o calendário juliano (07 de Novembro segundo o gregoriano, hoje em vigor no mundo).
O mesmo estudo mostra que 31 pc dos entrevistados consideram que essa data não passa de “uma festa antiga, que foi assinalada durante muitos anos, mas à qual não querem renunciar”. Em 2005, esse número era de 37pc.
11 pc vê no dia 07 de Novembro o Dia da Concórdia e Reconciliação (há três anos atrás, 17 pc pensavam assim) e 07 pc consideram essa data “uma página trágica da história russa”.
Porém, a sondagem mostra que 57 pc dos russos não tencionam festejar o dia 07 de Novembro, 14 pc não decidiram como o fazer, 12 pc planeiam assinalá-la em casa e 07 pc, na casa de amigos.
Apenas 2 pc dos entrevistados tencionam participar em manifestações e comícios, organizados pelos vários partidos comunistas para comemorar essa data na Rússia.

9 comentários:

Afonso Henriques disse...

Números preocupantes. Se é que são viáveis.

Caro Milhazes, quando publicar estas sondagens talvez seria melhor que publicasse o estudo e os resultados... as fontes.

Mesmo que seja em alfabeto Cirílico. A gente desenrasca-se!

Obrigado.

osátiro disse...

Creio que o problema está na falta de informação sobre os crimes do leninismo e estalinismo.

osátiro disse...

Há dias vi uma reportagem na mais do que insuspeita "Euronews" onde se mostrava que não havia preocupação em criar grandes arquivos com documentos do período estalinista e consequente investigação.
Será que o nosso amigo JM nos poderá informar sobre isto?

Jose Milhazes disse...

Leitor Afonso Henriques, eu publiquei o Instituto que realizou a sondagem.

Jose Milhazes disse...

Leitor OSÁTIRO, da parte das entidades oficiais não se nota grandes esforços para publicar documentos dos arquivos. Nos anos 90, o acesso era muito maior, eu que o diga. Por outro lado, nos manuais oficiais de História da Rússia, há tentativas claras de reabilitar Estaline e a sua era.

LG disse...

Prezado Milhazes, já se deixou de usar %? % significa "percentagem", nunca antes tinha lido "pc" em vez de "%". Nesse caso podemos usar "E" em vez de "€". Lúcio

osátiro disse...

Lúcio, vai mandar postas de pescada para outro lado!

osátiro disse...

Estimado JM, grato por dizer com a sua escrita aquilo que eu- e muita gente- já adivinhava.
Mas com o petróleo a este preço, a aspiração militarista do actual Kremlin não irá longe- o JM sabe melhor do que nós. E pode ser que apareça uma classe política preocupada com os direitos humanos.

LG disse...

Sr anónimo, com o pseudónimo osátiro, tenha tento na língua, ninguém falou consigo. É por indivíduos como v. exa que os blogs têm má fama, porque se v. exa dissesse isso à minha frente, de certeza que não voltaria nem a falar com a língua nem a teclar no computador com nenhuma das mãos.