segunda-feira, dezembro 01, 2008

Partido Comunista preconiza a edificação do “socialismo renovado”


O Partido Comunista da Federação da Rússia (PCFR) aprovou por unanimidade a nova redacção do seu novo programa, no XIII Congresso que terminou hoje na capital russa.
“A etapa estratégica da luta política continua a ser a mesma, por isso não precisámos de aprovar um programa completamente novo”, sublinhou Ivan Melnikov, vice-presidente do Comité Central do PCFR.
“Ao mesmo tempo, continua, o tempo não está parado e é evidente a necessidade de renovar o documento programático fundamental”.
Segundo o documento aprovado pelos 347 delegados presentes, o objectivo estratégico do PCFR é “instaurar na Rússia o socialismo renovado... sob a orientação da doutrina marxista-leninista em desenvolvimento”.
Os comunistas russos constantam que no seu país está instaurado o capitalismo, sublinhando “a influência catastrófica da restauração do capitalismo na indústria, agricultura, ciência e noutras esferas na Rússia”.
No programa aprovado, o PCFR caracteriza como “autoritária” a política realizada pelo Kremlin, considerando que há “abusos” durante os actos eleitorais.
Porém, Guennadi Ziuganov, presidente do Partido Comunista, considera não existirem indícios de uma situação revolucionária.
“A propaganda do partido dirigente e dos meios de informação por ele controlados conduziu a que a sociedade não esteja, por enquanto, pronto a manifestar conscientemente o seu protesto. As camadas oprimidas da sociedade são mantidas artificialmente num estado de apatia e de receio face ao seu futuro. Os trabalhadores perdem, em medida significativa, a consciência de classe”, queixou-se o dirigente comunista.
No campo internacional, os comunistas consideram que se confirma “a doutrina leninista sobre o imperialismo como fase surpresa e última do capitalismo”.
Frisando a sua orientação socialista, o Partido Comunista da Federação da Rússia demarca-se da social-democracia e considera que a sua base é não só a classe operária, “mas todos os que criam valores materiais e espirituais com o seu trabalho”.
No XIII Congresso do PCFR estiveram 83 delegações de partidos comunistas e de esquerda estrangeiros, entre os quais do Partido Comunista Português.

19 comentários:

Jacob disse...

Não falam em Gramsci ? Gramsci foi quem melhor analisou a nossa sociedade, sua teoria é a mais moderna. O leninismo foi uma teoria adequada para a Rússia de 1917, muitas de suas categorias, como o centralismo democrático e a ditadura do proletariado (democracia dos trabalhadores), já estão superadas históricamente. Sua obra "Imperialismo, última etapa do capitalismo", entretanto, permanece válida e incrivelmente atual.
.
Na sociedade do conhecimento é válido ainda o símbolo da foice e o martelo, que representam a união entre os trabalhadores do campo e da cidade com os intelectuais ? É um símbolo histórico, não há dúvida, mas o seu valor em nossa sociedade ? Vivemos na sociedade informática, em redes, o proletariado moderno trabalha no setor de serviços.
.
Quando vi a foto e li o texto tive essas indagações, a meu ver necessitam de uma atualização. Nada obstante, são bons aliados para atividades sindicais. E a luta continua !

Cristina Mestre disse...

Embora não tenha muito a ver com o tema do post,gostaria de compartilhar com os leitores um artigo que traduzi, publicado ontem,dia 1,no jornal russo Kommersant.
As conclusões deixo ao vosso critério.

"TRABALHADORES IMIGRANTES FAZEM GREVE

Os imigrantes tajiques que trabalham na construção de um edifício residencial no centro de Ekaterimburgo (nos Urais), estão há vários dias em greve exigindo da entidade patronal o pagamento dos salários em atraso, avaliados em 11 milhões de rublos (cerca de 400.000 dólares), escreve o diário Kommersant.
Semelhantes protestos poder-se-ão multiplicar num futuro próximo devido à crise dos salários em atraso e do corte generalizado de empregos, advertem representantes sindicais.
Muitas empresas do sector de construção, que usam mão-de-obra imigrante oriunda do Tajiquistão e outros países pós-soviéticos, estão a reduzir o financiamento dos empreiteiros ou “aproveitam-se da crise, simplesmente retêm os seus trabalhadores sem lhes pagarem os salários”, admitem funcionários do Serviço russo de Migração.
Não há nenhuma garantia de que os trabalhadores imigrantes não fiquem na rua sem qualquer retribuição, constatou uma fonte desta entidade, que insistiu no anonimato. Tanto o Serviço de Migração como outros departamentos russos, entre eles o Ministério do Interior, já se preparam para fazer frente a esta situação, que hoje definem como “latente”.
De acordo com as estimativas sindicais, as empresas de construção locais geralmente oferecem 215-290 dólares por mês, metade do que pagam pelo mesmo trabalho aos naturais da Rússia.
A ala juvenil da Rússia Unida, o partido que controla mais de dois terços na câmara baixa do Parlamento federal, anunciou há um mês o lançamento da campanha “O nosso dinheiro para os nossos”. Devido à crise financeira, exigem “deportar da Rússia os trabalhadores imigrantes, manter as fronteiras encerradas no próximo ano, oferecer todos os postos de trabalho a cidadãos da Rússia e referendar novas leis nesta área”.
A juventude próxima do Kremlin é apoiada nesta iniciativa pelo Movimento Contra a Imigração Ilegal, cujo líder, Alexandr Belov, não exclui “uma rebelião de trabalhadores imigrantes devido à crise”.

antónio m p disse...

Jacob, tenho para mim que o símbolo, exactamente porque o é, ganha significações novas à medida em que evolui o objecto da sua representação pelo que já não é tão importante a figura inscrita mas sim o nómeno ou o fenómeno que essa figura invoca, tenha ou não parecenças visuais com a representação gráfica. É uma opinião, claro.

Outra opinião, mais segura, é que o José Milhases faz neste blogue um excelente trabalho.

Pippo disse...

Também um pouco fora do contexto (ou talvez não), mas hoje li uma entrevista que foi dada por Vladimir Bukovsky em 2006 na qual ele compara a UR à URSS, apontando-lhe os mesmos tiques e prevendo-lhe o mesmo destino.

A entrevista está aqui:
http://www.brusselsjournal.com/node/865

O que é que o JM acha disto?

Jest nas Wielu disse...

Língua obscena russa para os estrangeiros:
http://boghdan.livejournal.com/70978.html

Maquiavel disse...

Pippo, a minha opiniäo é que esse senhor pode ter muito boas intençöes, mas está um pouco alheio da realidade.
A UE foi sendo criada por democratas-cristäos desde o início, será que eles eram, na verdade, agentes de Estaline em disfarce? Pelo amor de deus, pelos vistos conseguiram enganar *toda* a gente.
Já começo a ficar farto dos países da "Nova Europa", que só querem a UE para receber subsídios, e nada mais. Näo sabiam já os objectivos da UE??? Näo, näo é ser subserviente à NATO, mas sim, em última instäncia, uma uniäo política! Isto já eu aprendi no 9.o ano, com 15 anos.
Se têm tanto medo, façam um favor *a toda a gente* e saiam da UE!

Quanto ao "socialismo renovado", espero que näo seja o que andam a fazer pelo Tugal... onde primeiro foi o BPN, agora o BPP, mas entretanto dinheiro para pensöes, hospitais, escolas, ai isso näo há!

Anónimo disse...

Então, JM, que nos diz do que Putin dirá daqui a umas horas ao mundo? Tenho cá um pressentimento que vai dizer que não volta a ser PR.Esta conversa televisionada é para acabar com a boataria. Vai uma aposta?

Anónimo disse...

A sociedade comunista não funcionou porque algumas pessoas estão destinadas a ser exploradores visto não terem capacidade ou não querem trabalhar.
Eu tenho essa percepção porque lido com empresários e alguns morriam a fome se vivessem do seu trabalho, isto é ser pragmatico e não utopico.

entretanto a sociedade europeia, de lisboa a moscovo, é uma sociedade materialista, a russia e a europa caminham para a total destruição, mesmo lideres mais "fora de serie" como putin não são capazes de mudar o destino tragico da europa.

A sociedade europeia é cada vez mais individualista, toda a gente se odeia e ninguem quer saber uns dos outros. Para quem conheçe e lida com jovens sabe bem que a sociedade ocidental é basica, fast food, hip-hop, violência, drogas e pouco mais, mas só quem sabe pode falar e muita gente pensará que estou a exagerar.
Muitos paizinhos se vissem o que os filhos fazem quando saem de casa nem acreditavam.
Não existe mais o sentimento etnico e de familia, que sempre foi a força da europa, uma europa sem sentimento etnico não tem sentido. o que vai acontecer é simples, os europeus vão ser extintos. estupidamente os europeus não compreendem que só haverá futuro se houver crianças, como não querem filhos, porque é incoveniente e enquanto for mais facil importar criançinhas e trabalhadores de fora, então a festa vai continuar.

zeca

Jest nas Wielu disse...

Porque morreram pessoas no submarino "Nerpa" (hipotese):
http://www.gazeta.ru/social/2008/12/04/2903689.shtml

WC do Putin & Medvedev:
http://chornogora.livejournal.com/315295.html

Afonso Henriques disse...

"Guennadi Ziuganov, presidente do Partido Comunista, considera não existirem indícios de uma situação revolucionária."

LOL! Epá, que chatice...

"Os trabalhadores perdem, em medida significativa, a consciência de classe."

Sim, como é óbvio, "consciências" e distainções tão artificiais, vazias e baseadas apenas no puro ódio, não poderiam durar muito...
A classe perdura, o que não existe é a "luta" sem qualquer razão ou objectivo. Conflitos, sempre haverá...

"considera que a sua base é não só a classe operária, “mas todos os que criam valores materiais e espirituais com o seu trabalho”."

Valores espirituais... comunismo... que palhaçada! Bem, aposto que o ladrão que me roubou o auto rádio, também era comuna. Lá está, valores espirituais que não compreendo, como a ganância e inveja.

Afonso Henriques disse...

"Pippo, a minha opiniäo é que esse senhor pode ter muito boas intençöes, mas está um pouco alheio da realidade."
(...)
em última instäncia, uma uniäo política!"

Ou o amigo Maquiavel anda muito "alheio da realidade" ou então deve ter alguns problemas de nível cognitivo.

Se o senhor Bukovsky está "alheio da realidade" falta ao excelentíssimo senhor "Maquiavel" (que nick mais desadequado) explicar porquê. E depois, se reparar bem, até o senhor já aprendeu sabe-se-lá onde que o senhor Bukovsky até tem razão.

"UE foi sendo criada por democratas-cristäos desde o início, será que eles eram, na verdade, agentes de Estaline em disfarce?"

Ora argumento mais estupido não me surgiria á cabeça! Vá pesquisar acerca dos fundadores da União Europeia, quem a controla, as suas opiniões políticas... espreite algumas das declarações do senhor Monet por exemplo e depois...

... enfim, para quê? Voce deve ser daqueles que diz que o Sócrates "é de direita!!!" e que "o que não há é esquerda em Portugal!!!"

... enfim, passe bem. Porque o pior cego, é aquele que não quer ver.

Afonso Henriques disse...

"A sociedade europeia é cada vez mais individualista, toda a gente se odeia e ninguem quer saber uns dos outros. Para quem conheçe e lida com jovens sabe bem que a sociedade ocidental é basica, fast food, hip-hop, violência, drogas e pouco mais, mas só quem sabe pode falar e muita gente pensará que estou a exagerar.
Muitos paizinhos se vissem o que os filhos fazem quando saem de casa nem acreditavam.
Não existe mais o sentimento etnico e de familia, que sempre foi a força da europa, uma europa sem sentimento etnico não tem sentido. o que vai acontecer é simples, os europeus vão ser extintos."

Zeca, você parece acertar em muito do que diz. Quero só dizer-lhe que talves esteja também a deixar ser-se levado pelas aparências. A Europa ainda existe, aí, muito por baixo... mas está lá. E o pior é que se isto continua assim um dia destes irrompe cá com uma força.

Só umas citações para o acalmar:

"Devemos saber deixarmo-nos levar pelas folias do mundo exterior porquanto permaneçamos distânciados na esfera interior e sejamos capazes de de tomar o controlo sempre que quisermos. Devido ás suas inerentes contradições e sempre-crescentes tensões, a "Civilização Moderna" (o Tigre) correrá para a sua morte. Só é necessário permanecer no dorso do tigre sem cair, de maneira a evitar as suas garras e presas. Se se esperar apenas o suficiente, a sua correria infernal tornará o Tigre cada vez mais fraco e cansado até que finalmente tombará de exaustão. Então aí, quem estiver no dorso do Tigre poderá descer e estrangulá-lo apenas com as suas mãos nuas."
Julius Évola.

"... contráriamente á sua opinião, vejo apenas um mundo de ruínas, onde uma espécie de linha da frente só é possível por entre as ruínas (...) ao Homem Europeu, só lhe é exegido que permaneça de pé, por entre as ruinas".

Zeca, a Europa sempre se destacou do resto do Mundo devido á Liberdade do Indíviduo e á Tradição. Faça a sua parte. Eduque os seus. Isso será mais que bastante.

Anónimo disse...

Afonso Henriques a minha capacidade para mudar a europa é tanta como a minha capacidade para controlar os ventos e as marés.

Tudo que esta a acontecer na europa e no mundo é irreversivel, tenho essa certeza.

zeca

Afonso Henriques disse...

Sim Zeca, terá consequências que ecoarão pelas eras que virão... mas, na realidade:

http://www.youtube.com/watch?v=c-MlJ8KLzEY

(Impossible is nothing)

Anónimo disse...

Afonço está a gosar comigo?

Se verdadeiramente ama portugal faça como eu renegue o futebol, é um sector que atrai corupção, imigrantes, violência, internacionalisação, resumindo, é uma das coisas que corroi o país.
O sr. fica motivado ao ver um video de um jogador de futebol??
quando toda a gente fica fascinada a ver um jogador de futebol, eu só vejo um individuonque anda a brincar atrás de 1 bola...

Se este país continuar assim vai ser o brasil da europa, antes era o país dos 3 F's, futebol fatima fado, no futuro será o país dos 3 P's; pretos, pobres, pé-de-bola

Zeca

Afonso Henriques disse...

Senhor Zeca, concordo consigo por inteiro. Eu gosto de ver futebol, e gosto de futebol, mas nada no futebol me motiva nesse sentido (... se ainda fosse uma modelo...). A única motivação que tiro de um video daqueles é - se alguma - para dar uns melhores toques na redondinha e para apoiar (motivado sabe-se lá porque) o Benfica incondicionalmente, mesmo falando mal daquela cambada e tendo perfeitamente a noção que aqules não merecem quase nada.

O futebol é uma festa, um entretenimento, nada mais. E eu sou um grande fã. Sou contra o estado da Selecção Nacional mas, porque sou fã do futebol, continuarei a apoiar a selecção que apresentar mais Portugueses. Se um dia for o Luxemburgo, olha...

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Afonço, neste momento o futebol só tem uma coisa boa para o povo portuguÊs, ajuda o povo a esquecer os problemas graves e por momentos os portugueses param de pensar na vida dura que têm, mas isto, no meu entender até é mau, porque assim, os portuguêses nem têm a noção da ameaça para o fururo do país. eu penso que o povo portuguÊs merecia mais e podia ser mais do que é.

vejo um pais que morre demograficamente, em 2007 pela primeira vez na historia moderna houve mais mortes do que nascimentos e ninguem fala disto,
falam mais das coxas do ronaldo

abraço.

Anónimo disse...

assinado zeca

Maquiavel disse...

Ai "Afonso", näo dás uma para a caixa! é normal, com o teu nível cognitivo...

"Vá pesquisar acerca dos fundadores da União Europeia, quem a controla, as suas opiniões políticas... espreite algumas das declarações do senhor Monet por exemplo e depois..."

Robert Schuman, de Gasperi, e Adenauer eram todos democratas-cristäos.

E agora ele descobriu que Jean monet é comunista! Impagável.

[[The following quote is often misascribed to Jean Monnet — in fact it is a paraphrase of a characterization of Monnet's intentions by British Conservative Adrian Hilton:

"Europe's nations should be guided towards a super state without their people understanding what is happening. This can be accomplished by successive steps each disguised as having an economic purpose, but which will eventually and irreversibly lead to federation."

Monnet is reported to have expressed somewhat similar sentiments, but without the notion of intentional deception, saying "Via money Europe could become political in five years" and "... the current communities should be completed by a Finance Common Market which would lead us to European economic unity. Only then would ... the mutual commitments make it fairly easy to produce the political union which is the goal."]]

Quanto ao objectivo da Uniäo Europeia, leia o programa de Economia do 9.o ano. Está lá tudo.
Ah! Mas você parou no tempo, só deve ler o livro da 3.a classe do salazer, está bem de ver...