segunda-feira, fevereiro 02, 2009

Onde é que já vi outro assim?

No Domingo passado, enquanto andava pela cidade de Moscovo à procura de manifestações da oposição, passei pela Praça Pushkin e deparei com um comício de Vladimir Jirinovski, o dirigente nacional-palhaço do Partido Liberal Democrático da Rússia.
Quando estava a tirar fotografias, comecei a perguntar a mim mesmo se este político não é semelhante a outro. Tentei recordar-me, mas não consegui... Pareceu-me já ter visto um rosto semelhante, a fazer discursos ruidosos, com insultos e asneiras pelo meio, mas não me consigo lembrar, deve ser da idade...
Mas aqui ficam algumas fotos, talvez os leitores se lembrem.












30 comentários:

DS2 disse...

"No Domingo passado, enquanto andava pela cidade de Moscovo à procura de manifestações da oposição, passei pela Praça Pushkin e deparei com um comício de Vladimir Jirinovski, o dirigente nacional-palhaço do Partido Liberal Democrático da Rússia."

Estou chocado.

Um amigo meu é que me aconselhou visitar este blog visto eu lhe ter privado que queria saber mais sobre a Rússia pois gostaria mesmo de conhecer esse país e estou até ponderar ir estudar para Moscovo ou até São Petresburgo mas por outro lado, temos ouvido através dos meios de comunicação acerca dos diversos problemas perturbantes que acontecem na Rússia (pobreza desmesurada, corrupção, um homicidio aqui outro ali, até uma guerra com um país vizinho!!! etc) e achei este blog uma boa fonte de informação acerca dos pontos positivos e negativos da Rússia.

Achei. O meu amigo bem que me avisou: "Tem lá é cuidado e não te deixes iludir que aquilo é do Milhazes que é parte desses jornalistazinhos que só dão aos cães os restos que os donos permitem..." e coisas do género.

Eu, que tenho visto desde sempre o senhor José Milhazes na televisão sempre o considerei como um bom jornalista, digno e imparcial, que nos trás a verdade das notícia até casa tal como tantos outros grandes jornalistas Portugueses que trabalham na RTP, SIC ou TVI e na rádio e nos jornais "mainstream".

Este meu amigo também fala coisas dessas a toda a hora e, apesar de ser um Homem extremamente inteligente, eu sempre o considerei um pouco paranóico.

Mas ao ler isto, fiquei chocado. O senhor, senhor não, O PRÓPRIO GRANDE JOSÉ MILHAZES, diz-nos aqui aquilo que disse acerca do líder do terceiro maior partido da Rússia sem qualquer assistência nem pudor.
Foi um grande "abre-olhos" como se costuma dizer.

Afinal o meu amigo paranóico tinha razão, estão a atirar-nos areia para os olhos e a manipularem a informação que nos vendem.

Se o grande José Milhazes faz isto desta forma, é porque está, no seu emprego habituado a fazer isto. E isto quer dizer que a SIC e a RTP e a TVI também o fazem.

George Orwell é que sabia que 1984 se tornaria real por volta do dealbar do século XXI... até o "Minstry of Truth" já cá temos: OS MEDIA!

Tenho andado a dormir, agora até parece que acordei. De uma maneira, não posso deixar de lhe agradecer, caro Milhazes. Mas é uma pena ver toda a imagem que construi de si ao longo dos anos desvanecer-se assim, derrepente.

Cumprimentos.

Sérgio disse...

Ds2 tenha lá calma homem, eles já andam entre nós há muito...

Gilberto Mucio disse...

Que chilique desse DS2, hein.

-----

Gostaria de saber que termo seria mais apropriado, para denominar um sujeito como Zhirinovsky, do que "nacional-palhaço".

Não há. É perfeito.

Sérgio disse...

E se o Sr. José Milhazes citasse o nome do outro politico a quem se referia, então é que tinhamos "pano para mangas". Sr. Milhazes realmente, expor assim a sua opinião num seu blog, que falta de profissionalismo.

Sérgio disse...

Eu arriscaria a dizer que o DS2 é da Madeira.

Pippo disse...

Das duas uma, ou lembra-lhe Mussolini, ou o João Alberto...

Gilberto Mucio disse...

Zhirinovsky lembrar Mussoline?!(risos)

Ora(!), mais respeito com o Duce, ora pois!(contém ironia)

Zhirinovsky é, sim, um palhaço que não é levado a sério nem na Rússia.

É daqueles que fazem a festa dos programas de auditório, de tão comico.

É figura assídua em programas de auditório dominicais, desses de participar quadros como 'Dança dos Famosos', 'Dança no Gelo', show de calouros, enfim...

já ví até ele participando desses game-shows de TV jundo com adolescentes, participando dessas provas ridículas -- que tinha na tv do Brasil nos anos 70 e 80 -- de passar por dentro das cordinhas, entrar por canos enlamaçados, procurar a chave em piscina de bolinhas, e um detalhe: tudo isso vestindo shortinhos de lycra daqueles verde-limão fluorescentes, capacetes, joelheiras, etc...(HAHAHAHA)

É uma figuraça. Uma vez, num feriado(acho que 9 de maio), o encontrei andando pelo Centro de Moscou distribuindo autógrafos e entrei na fila para tentar tirar uma foto com ele, mas como tinha muita gente, acabei desistindo...(risos)

Tem gente -- que não conhece absolutente nada da Rússia, como pelo menos uns 95% dos frequentadores deste blog -- que acha Zhirinovsky é um fascistão, nacionalista, "malzão"... Que nada! Não passa de uma figura folclórica que não é levada a sério aqui por gente minimamente normal. E a cada dia que passa, vendo que está "saindo de moda", desanda a falar bizarrices para chamar atenção. É como criança birrenta(ou traquina, ou malcriada).

Só que já é um senhor de mais de 70 anos, creio. O que o torna algo entre o comico e o bizarro.

Por isso que quando o signatário deste blog 'o batiza' com a alcunha de "nacional-palhaço", não o faz por força de expressão, ou com a intenção de desrespeitá-lo. É a mais pura verdade.

E meu conselho, para esses 95%, é: Perguntem mais, leiam mais, e opinem menos(principalmente sobre o que não sabem). Esse blog é a melhor fonte sobre a Rússia para o público lusófono.

Gilberto Mucio disse...

Olhem o naipe do sujeito. (risos)

Nesse vídeo tem ele sendo humilhado e levando uma surra, literalmente, em plena Duma, depois de querer dar uma de valentão. Apanharam ele e o seu "seguraça particular"(ou amante, vai saber...).


http://ru.youtube.com/watch?v=MbBWOGSKrEY&eurl=http://www.orkut.com/FavoriteVideoView.aspx?uid=16990084855754228521&ad=1207051490

MSantos disse...

Pippo, seja muito bem aparecido.

Lembro-me de o grande legado deste político ser uma bebida fermentada de seu nome, Vodka Jirinovski.

Lembra-me também de um célebre encontro deste "grande político" com essa grande figura da "política internacional", de nome Cicciolina (aviso já que só me lembro do ursinho).

:o)

Cumpts
Manuel Santos

Jose Milhazes disse...

Leitor DS2, que lhe dizer? Peço desculpa tê-lo desiludido, mas devo dizer que o Sr. tem falta de humor. Antes de escrever o que escreveu, devia ter feito uma viagem pela Internet para saber quem é Vladimir Jirinovski, ler o que esse político escreveu ou disse. Depois, podemos falar com maior solidez.
Quanto ao facto de ele dirigir o 3º partido na Rússia, apenas me limito a citar as palavras de um filósofoso russo, pronunciadas em 1993, quando o Partido de Jurinovski teve um bom resultado eleitoral: "Rússia, enlouqueceste!".
Quanto ao manipular a informação, neste processo são necessários dois sujeitos: o manipulador e o manipulado. No mundo actual, com tantas fontes de informação, é difícil, muito difícil ser-se manipulado. E ainda por si pelo José Milhazes! Já me chamaram muitos nomes, mas é a primeira vez que me chamam manipulador! Acredite!

Jose Milhazes disse...

Leitor MSantos, se fosse só a vodka intragável que esse sr. vende com o seu retrato?
Penso que este político tem muito mais sósias do que nós imaginavamos.

Anónimo disse...

Primeiro, quero dizer, que o Jirinovski nao é nada tolo, sabe o que quer e faz o seu trabalho. È, antes de tudo uma imagem, um negócio. Um lugar no parlamento de ntro do seu partido nao é nada uma brincadeira. Ele tem o seu lugar no sistema politico de hoje e desempenha o seu papel. Nao seria muito inteligente só se rir dele, sem tentar perceber o que ele é na realidade.

DS2,

Quanto a manipulaçao. Sabe o que notei. Em certos casos, nao manipulam, mas digamos, "nao dizem tudo". Como eu vi, quando assistia na RTPi os reportagens sobre a guerra na Geórgia no ano passado. Falava se muito dos refugiados georgianos, mas nao se falava dos refugiados ossetas, a imagem só ia do lado georgiano (no primeiro ou segundo dia da guerra mostraram, sim, o seu enviado especial que estava na Ossétia, mas foi só 1-2 reportagens curtas, e, de repente, acabaram completamente) etc.
Anónimo russo.

Sérgio disse...

Caros amigos, como é possivel manipular ou esconder a informação nos dias de hoje com a internet e com as mais diversas fontes de informação. Eu no último conflito entre a Russia e a geórgia consultei uma fonte da Russia, o Pravda, e fiquei a saber muita coisa da perspectiva Russa, até que o Presidente Georgiano tem um pacto com o diabo e come criancinhas ossetas ao pequeno almoço,:). Ah! já me esquecia novamente, é bom ver o pippo novamente.
PS - Espero que o anonimo russo não desanime e se mantenha como leitor deste blog porque é muito importante ter uma opinião de um Russo quando se discute estes assuntos.

Anónimo disse...

Sérgio,

Vou repetir: embora nao tenha lido o Pravda desde a época da Uniao Sovietica, quando era um órgao de imprensa governamental, desconfio que nao é agora a melhor fonte de informaçao e que pode ser um jornal que pertence ao partido communista da federaçao russa.
O que voces realmente nao teem é o acesso ás observaçoes dos mais diversos jornalistas dos mais diversos meios de comunicaçao, aos blogues em russo destes jornalistas e das simples pessoas que sem querer se acharam no epicentro da guerra. Tambem seria interessante para voces, acho, ter acesso a televisao russa, que muitas vezes mostra coisas razoaveis e interessantes.

Nao se preocupe, quando tiver tempo, vou deixar neste blog os meus comentários. É até engraçado as vezes discutir com alguem os problemas das regioes, das quais vivo relativamente perto (100 km da fronteira com a Ucránia) e que as vezes vizito (o Cáucaso, nomeadamente, a Abkhazia, que fica a 600 km pela estrada). Pois, é engraçado discutir esses problemas com alguem, que só tem conhecimento disso dos alguns meios de comunicaçao distantes, onde muitas vezes nem conseguem pronunciar corretamente os nomes geográficos e nomes de pessoas.
Anónimo russo.

Lee disse...

A mim faz-me lembrar o Sr. do Relatório Secreto: Khrushchev.

MSantos disse...

Muitas vezes quando o José Milhazes faz os habituais comentários sobre o que é condenável na Rússia, por vezes tenho vontade de responder irónicamente que isso só seria possível na Rússia.

Penso que a maioria dos leitores concordará comigo, e tirando a filosofia de mão dura tradicional russa, muitas vezes vemos nestes episódios, o nosso próprio espelho.
O próprio JM ficou embaraçado frente ao actor russo (já agora, segundo o acordo orto. é actor ou ator?).

Relativamente ao nosso hmólogo do Sr Jirinovski, ainda há uns anos dizia mal do "Sr Silva" e agora vem pedir ajuda ao Exmo Sr PR.

Estas coisas não são só na Rússia ou Portugal, mas no mundo. Inclusivé, nos últimos 8 anos assistimos a coisas que nunca pensámos serem possíveis nos EUA e que violaram os seus princípios e identidade.

Isto para lhe dizer que o princípio que defende (e eu também) da moral e boa conduta praticados pelos estados e nações, hoje em dia não existe e cada vez se está a agravar o comportamento destes.

Vou-lhe dar um exemplo: nos anos 80 embora o governo sul africano fosse acérrimamente anti-comunista, foi isolado e alvo de embargos pela NATO e Ocidente em nome de princípios que então defendíamos, ou seja, preteriu-se um importante aliado em nome do que se defendia.

Se fosse hoje e essa África do Sul ainda existisse e combatesse o "eixo do mal", provavelmente já faria parte da NATO.

Um exemplo disso é a notícia que corre hoje sobre Itália, uma nação bem ocidental, onde após uns criminosos terem incendiado vivo um sem abrigo imigrante, o ministro do interior vem dizer que têm que ser "maus" com os ilegais.

Independentemente das políticas de abertura de fronteiras e acolhimento serem incorrectas ou permissivas, temos este caso bem no nosso seio.

Os nossos telhados (Ocidente) já não são em vidro: são em cristal.

Relativamente ao "cromo" em questão, Jirinovski, tenho saudades dos tempos em que de vez em quando surgiam notícias das suas atoardas ou monumentais bebedeiras e escândalos.

Ainda era melhor que os Gato Fedorento nos seus tempos áureos.

;)

Cumpts
Manuel Santos

Jose Milhazes disse...

Caro Maunel Santos, toca em problemas importantes. Veja o que está acontecer aos emigrantes portugueses e italianos em Inglaterra. Uma vergonha para as nações europeias, mas uma lição para todos: não faças ao outro o que não queres que te façam a ti.

Afonso Henriques disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Afonso Henriques disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Afonso Henriques disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Samuel Bonifácio disse...

senhor josé milhazes, venho por este meio pedir que elimine o comentario do senhor Afonso Henriques... neste blog de respeito não se deve tolerar RACISMO, XENOFOBIA... nos portugueses somos um povo emigrante, um povo do mundo, um povo multicultural desde o inicio da sua historia, a primeira selecção de futebol da europa a ter jogadores negros a jogar, promoviamos o casamento entre portugueses e nativos das colonias africanas, no estado novo eramos conhecidos por " varias raças, 1 so povo".

Não compreendo este oodio todo plos imigrantes... não faxas aos outros o que não queres que te façam a ti...

Afonso henriques, hoje podes não precisar, mas um dia podes ter que emigrar e não vais querer ser assim tratado.

Jose Milhazes disse...

D. Afonso Henriquers, quando for espancado ou insultado num país estrangeiro por não ser igual aos locais, escreva.

Afonso Henriques disse...

"senhor josé milhazes, venho por este meio pedir que elimine o comentario do senhor Afonso Henriques... neste blog de respeito não se deve tolerar RACISMO, XENOFOBIA... nos portugueses somos um povo emigrante, um povo do mundo, um povo multicultural desde o inicio da sua historia, a primeira selecção de futebol da europa a ter jogadores negros a jogar, promoviamos o casamento entre portugueses e nativos das colonias africanas, no estado novo eramos conhecidos por " varias raças, 1 so povo".

Não compreendo este oodio todo plos imigrantes... não faxas aos outros o que não queres que te façam a ti..."

Ó senhor Bonifácio, se tivesse lido o comentário com atenção perceberia que eu já estive "emigrado" enquanto estive a trabalhar em Inglaterra.
Simplesmente, por saber que não sou Inglês não sofri qualquer tipo de racismo, mas isso sou eu que não me gosto de vitimizar nem de vir chorar racismo por toda e qualquer antipatia que fosse dirigida á minha pessoa.

E gostava bem de saber, sehnor Bonifácio, que raio de Xenófobia e Racismo viu o senhor nos meus comentários...
é que eu já nem reclamo com o eliminar estalinista dos meus comentários, afinal de contas, estamos num ninho de Comunas Multiculturalistas (uma e a mesma coisa) e eu só cá venho mesmo quando não tenho mais nada que fazer, brincar aos trolls mas sempre, repito, SEMPRE, com a razão a meu lado.

E eu quero lá saber se tu emigraste ou não, se os outros emigraram ou não!
Não é por isso que os Portugueses - e outros Europeus - têm de assistir passivamente á desconstrução das suas Nações ás mãos dos imigrantes (que no final de contas não deixam de ser simples vítimas apanhadas no meio da engenharia social de esquerda, na maioria dos casos).
Se gosta tanto de emigrar, emigre e fique calado no que respeita a como os Portugueses devem tratar os seus imigrantes.

"um povo multicultural desde o inicio da sua historia"

Essa nova. Como assim? Estou mesmo curioso. Ou você é muito "atadinho", ou então tem muito que me ensinar. Faça favor, ilumine-me (risos e gargalhadas)!

"a primeira selecção de futebol da europa a ter jogadores negros a jogar"

Que me perdoe o Eusébio e outros filhos do Império mas,
e isso é motivo de orgulho? Porquê? Sinceramente...

"promoviamos o casamento entre portugueses e nativos das colonias africanas, no estado novo eramos conhecidos por " varias raças, 1 so povo"

E deu no que deu!
E para além disso, essas colónias lutaram durante mais de um decénio pela sua independência. É passado. O Império foi bonito mas já foi.

Aliás, devido a esse tipo de colonização é que as nossas colónias deram sempre em "merde". Aliás, repare-se num Canadá, no que foram os Estados Unidos há umas décadas ou na Austrália...
nem á Argentina ou o Uruguai se pode comparar o nosso Brasil...
E repare no Sul e Sudeste do Brasil e compare-o com o resto. Enfim...

No entanto, não deixa de ser "queriducho" ler um comuna a debitar argumentos fascISTAS!!!!

Vá divirta-se Ti-Bonifácio e deixe crescer juízo que idade para isso já deveria ter.

Quanto ao Milhazes: Bravo! Lenine está orgulhoso de si (mas no inferno). Muito Estalinista esta liberdade de expressão sua...

Anónimo disse...

ó josé milhazes aonde está a sua honra meu caro?!

então vem invocar decencia nos comentários e um elevar de nivel e o sr. é o primeiro a ter a ousadia de insultar quem lhe apetece...
Ao eliminar as opiniões que o irritam só demonstra a sua insignificancia e pequenez.

para mim aqui o palhaço é o sr, mas um palhaço sem piada.

vasco.

Sérgio disse...

Sr. Milhazes, carissimo, para quem o acha tão insignificante e não deixa de vir cá chatea-lo com regularidade, eu tomaria isso como um elogio.

Afonso Henriques disse...

OLHA Ó SÉRGIO!!!!

ENTÃO!? Jovem, já aprendeste alguma coisa de novo? Contas novidades? Como tens andado?

Sérgio disse...

Olá Afonsinho, não conto nada, está tudo bem. E consigo, tudo na mesma? Sempre a bater no ceguinho, ein?

Anónimo disse...

sérgay tens rasão. Mas a tua presença é um elogio diferente.. tas a compreender... foste tu que envias-te as fotos dos gatos?

Vasco,

Sérgio disse...

Ai que quase me atingiam na minha dignidade. Grande abraço.

Nuno Bento disse...

Desta vez, permita-me a discordância. Compare a vida do madeirense médio e do continental igualmente mediano, e constate as diferenças.

As vezes, não é com a demagogia à la Socrates que se resolve os problemas.

Cumprimentos,

Nuno