quarta-feira, novembro 11, 2009

Cristo também era judeu


Uma leitora, que assinou com o nome de Leda, enviou comentários com uma lista de judeus que dirigiram movimentos e partidos comunistas, bem como a tese de que eles são os autores de todos os males na terra, incluindo as revoluções comunistas.

É inegável que um grande número de judeus participou e, nalguns casos, dirigiu movimentos socialistas e comunistas e isto tem uma explicação. Estes movimentos eram, para eles, a única forma de porem fim às perseguições a que eram sujeitos. Mas concluir daí que eles foram os organizadores e realizadores de revoluções, acho de todo exagerado.

Aos marxistas anti-semitas, e há muitos, nomeadamente no Partido Comunista da Federação da Rússia, devo dizer que isso vai contra a tese marxista-leninista sobre o papel das massas e dos dirigentes nas revoluções e movimentos sociais. Além disso, é de recordar que Marx era judeu, Lénine tinha sangue judeu, etc.

Aos restantes anti-semitas, quero lembrar que é passar um atestado aos respectivos povos e suas élites de incompetência quando afirmam que povos inteiros, mesmo tão numerosos como o russo, podem ser levados, tal como rebanhos de carneiros, por meia dúzia ou até uma dúzia de judeus.

E, por fim, gostaria de lembrar que a Bíblia, um dos fundamentos da civilização europeia (isto não obstante as observações do escritor Saramago), foi escrita por judeus e, segundo sei, Jesus Cristo e sua mãe também pertenciam a esse povo, bem como os 12 apóstolos, etc., etc.

O pai de Cristo é Deus, mas, no judaísmo, a linha materna é a principal.

É pena que as pessoas - ao que compreendi, a leitora Leda é brasileira - não entendam o prejuízo que foi causado a Portugal e ao Brasil pela expulsão dos judeus. Não há povos bons e maus, mas sim boas e más pessoas.
Se retirarmos os judeus da civilização ocidental, constataremos que ela ficará muito pobre em todos os campos.

19 comentários:

MSantos disse...

"E, por fim, gostaria de lembrar que a Bíblia, um dos fundamentos da civilização europeia (isto não obstante as observações do escritor Saramago), "

Caro José Milhazes

Independentemente dos juízos de valor, Saramago nunca põe isso em causa.

Apenas censura o facto.

E ninguém honesto do ponto de vista histórico, poderá pôr em causa o papel da religião católica na Europa.

Para o melhor e para o pior.

Cumpts
Manuel Santos

Flávio Gonçalves disse...

Infelizmente muita gente - tanto à esquerda como à direita - confunde judeus com sionistas.

Anónimo disse...

Peço desculpa, mas...
O pai de Cristo é um tal José, carpinteiro casado com Maria
A Biblia não foi escrita por judeus. O antigo testamento é um conjunto de histórias comum a muitos povos da região e mesmo o novo terstamento é duvidoso que tenha sido escrito por alguem em especial...evangelhos eram um sem fim e só Niceia pos fim a essa proliferação de versões...o lapis azul de Constantino ditou o futuro da religião catolica. Um deus conveniente (Mithra), um movimento terrorista fora de controlo (os nazoreanos ou crestianos) e uma deusa domesticada (Isis) foram o cadinho para aquilo que ele pensava ser a unificação do imperio. Não foi.

José Manuel disse...

O judaísmo é uma religião e não propriamente uma etnia. Por isso o conceito de "sangue judeu" não faz sentido. A ideia da definição duma etnia judaica baseou-se nas teorias racialistas da antropologia física do séc. XIX e que procurou definir os traços físicos definidores do "judeu". Estas teorias, que estiveram na base das teorias rácicas e da eugenia soial do nazismo foram já há muito tempo descartadas pela ciência moderna.
A ideia de que todos os judeus são etnicamente semitas é também outro mito. Quando muito poderemos dizer que a religião judaica (com a sua diversidade) tem uma filiação cultural semita. Mas sabe-se hoje que o judaísmo da Europa Central e Oriental resulta mais da conversão de povos locais na Idade Média do que duma diáspora do Médio-Oriente.
É verdade que o anti-semitismo tem sido endémico nestas regiões e ressurge regularmente em momentos de crise. É um padrão que infelizmente se repete quando coexistem comunidades com fortes diferenças culturais e religiosas que disputam o mesmo território.(Irlanda, Chipre, Peninsula Ibérica no séc. XVI, Balcãs, etc).
Uma das principais preocupações dos revolucionários bolcheviques foi acabar com essa distinção. Mas infelizmente sabemos que os preconceitos ancestrais são muito dificeis de extinguir. Podem estar adormecidos mas ressurgir quando menos se espera.

Petronius disse...

A profecia:


"Um dia, das colinas de Golã, será vista uma imensa bola de fogo em Tel Aviv, seguida de uma fumaça cadavérica. O cheiro de suíno queimado será sentido emtodo oriente médio."

Apolônio disse...

" - Há sete anos que governo a Judéia. Encontrastes-me jamais injusto, ou infiel às promessas juradas?... Decerto, as vossas ameaças não me movem... César conhece-me bem... Mas entre nós, para proveito de César, não deve haver desacordo. Sempre vos fiz concessões! Mais que nenhum outro procurador, desde Copônio, tenho respeitado as vossas leis... Quando vieram os dous homens de Samaria poluir o vosso templo, não os fiz eu supliciar? Entre nós não deve haver dissensões, nem palavras amargas...

Um momento hesitou; depois, esfregando lentamente as mãos, e sacudindo-as, como molhadas numa água impura:

- Quereis a vida desse visionário? Que me importa? Tomai-a... Não vos basta a flagelação? Quereis a cruz? Crucificai-o... Mas não sou eu que derramo esse sangue!

O levita macilento bradou com paixão:

- Somos nós, e que esse sangue caia sobre as nossas cabeças!

E alguns estremeceram - crentes de que todas as palavras têm um poder sobrenatural e tornam vivas as cousas pensadas.

Pôncio deixara a sala; o decurião, saudando, cerrou a porta de cedro. Então Rabi Robã voltou-se, sereno, resplandecente como um justo; e adiantando-se por entre os fariseus, que se baixavam a beijar-lhe as franjas da túnica - murmurava com uma grave doçura:

- Antes sofra um só homem, do que sofra um povo inteiro! "


* * * * * * * *


''... Ousaria ele macular o Sabat, deixando um corpo morto no ar, pendurado numa cruz?


– o sol declina! o sol vai deixar Hébron! Acabai-os, acabai-os!


Então, gritou o fariseu:

– Atirai o Rabi aos corvos! Dai às aves de rapina a sua Páscoa!! "




De "A relíquia" de Eça de Queiroz; Lisboa, 1887.



Todo judeu que conheço dá de ombros, diz que quem matou jesus foram os romanos... Esta aí a origem do sossego que vive aquela terra santa. E continuarão cercados pelo ódio por toda eternidade.

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Shalom disse...

Interessante como o nazismo e o comunismo são gêmeos siameses...



Vejo a mesma semelhança entre o nazismo e o sionismo.


A soberba dos judeus é impressionante. Como se acham superiores!!! Me lembra muito uma história de uma raça ariana...

Gilberto Mucio disse...

""É pena que as pessoas - ao que compreendi, a leitora Leda é brasileira - não entendam o prejuízo que foi causado a Portugal e ao Brasil pela expulsão dos judeus. Não há povos bons e maus, mas sim boas e más pessoas.
Se retirarmos os judeus da civilização ocidental, constataremos que ela ficará muito pobre em todos os campos.""

Perfeito.

Se a coroa portuguesa -- influenciada pelo anti-semitismo da IGREJA CATOLICA -- nao tivesse matado, perseguido e/ou expulsado os judeus de Portugal e do Brasil, a situacao desses paises estariam bem mais desenvolvidos hoje.

Os judeus sempre foram uma vanguarda.

Agora, nao se deve confundir anti-semitismo com anti-sionismo. Muitos o fazem(confundem) por ignorancia, outros por ma fe, por chantagem barata.

Sou um ferrenho anti-sionista, e nada tenho contra os judeus -- muitissimo pelo contrario, admiro muito esse(s) povo(s), que tanto contrubuiu e contribue para o desenvolvimento da humanidade.

E abaixo a Israel! Por uma Palestina laica!

Anónimo disse...

"Aí é que vc se engana."

Engana porquê?
Quer ter a gentileza de esclarecer?

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sumério disse...

"p.s: Não sou judeu, mas apóio Israel até o fim."

Você é um frustrado, deve ter judeus na família e não o é por não ter mãe judia.


Você é um bajulador dessa ordem mundial que os EUA ditam.

Você sim, é uma vergonha para o Brasil, envergonha a todo brasileiro que lê ou escreve neste blog.

Luciano disse...

A associação dos judeus ao comunismo, como resultado de uma eventual conspiração sionista (tese que, de resto, foi promovida pelo movimento nazi) resulta da mais completa ignorância. O facto de proliferarem elementos judeus nos diversos movimentos comunistas de finais do século XIX e inícios do século XX pode ser facilmente explicável de uma perspectiva sociológica. O facto de serem sistematicamete afastados dos centros de poder (em especial, na Rússia czarista) leva a que a sua atracção por uma nova metanarrativa igualitária resulte mais fructificante nesses grupos.

Anónimo disse...

um leitor disse:

"Jamais poderão fazer nada."

É por estas coisas que eu cada vez mais embirro em ler textos escritos por brasileiros que vão metódica e sistematicamente assassinando a língua portuguesa.

A construção da frase não tem qualquer sentido.

Fazer nada?

O verbo transitivo FAZER implica dar existência, ser autor de, criar, produzir ...

De onde, fazer nada, é, no mínimo, uma contradição em termos.

As minhas desculpas, mas a forma correta de expressar o pensamento escrito, neste caso, seria, "jamais poderão fazer alguma coisa".

Com relação ao tema "judeus, sionismo, anti-semitismo" apenas duas breves notas:

Com em relação a todos os povos do Mundo, existem boas e más pessoas.

Não acredita nessa treta da "Terra Prometida" e do "Povo Eleito".

Isso pressupõe um Deus com "favoritos" e que para além disso, se esqueceu de alertar os habitantes autóctones da região, de que não deveriam, nem ter nascido nela, nem habitá-la, porque tal terra estava reservada para levas maciças de emigrantes, a partir do final da Segunda Grande Guerra Mundial :)

Cumprimentos.

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Um preopinante enxofrado, escreveu:

"Quem dá as cartas na língua somos nós."

Pois ..., talvez seja por causa disso que os estudantes das escolas do seu país respondem nos exames que o Hino Nacional Francês se chama "La Mayonese", com relação a vários temas de cultura geral, respondem "Não cei" (sic), e no que concerne à lingua portuguesa, debitam estes "mimos":

"Ditongo é a repetição da música típica mais popular da Argentina."

"Parêntesis é o gráu da família que existe entre os pais e filhos, tios e sobrinhos, avós e netos, primos e primas, etc."

"Abreviação é quando o aluno está com preguiça de escrever a palavra toda, então só escreve uma parte dela."

"Preposição, conforme diz a palavra pela sua própria entomologia, é a que é colocada antes da outra que é mais importante."

"Conjunção é a grafia que se usa quando se quer conjugar um verbo."

"Sujeito é a pessoa com quem a gente está falando."

"Concordância é quando nós estamos de acordo com o que o outro falou."

Sem comentários !

Anónimo disse...

Anônimo, porque seu país é o Estado com a maior porcentagem de ANALFABETOS entre os países de primeiro mundo?



Até a Albânia tem mais gente alfabetizada!


Portugal tem entre 5% e 6% da população analfabeta.!!!! e isso um país da europa!

kkkkkkkkkkkkkk
que piada!



E depois reclamam da fama que vcs têm por aqui....