sexta-feira, janeiro 15, 2010

Blog dos leitores

Texto enviado pela leitora Cristina
"A CORRUPÇÃO NA RÚSSIA É MAIS PERIGOSA QUE A NATO
Se o latrocínio total continuar, o país ver-se-á numa guerra civil ou acabará por desintegrar-se “sem nenhuma intervenção da NATO”, considera o deputado Guennadi Gudkov, vice-dirigente do Comité de Segurança da câmara baixa do Parlamento russo.
“São necessárias mudanças profundas para que a corrupção deixe de ser uma forma de vida para dezenas de milhões de pessoas”, afirmou o deputado em declarações ao diário Komsomolskaya Pravda.
Muitos funcionários russos compram os seus cargos sabendo o que poderão vir a lucrar com eles. “Vão para estes cargos, desde o princípio, para roubar, não para defender os interesses dos cidadãos e do Estado. Diz-se até que foi sugerido a um candidato pagar 50.000 dólares para ser nomeado membro do Comité Anticorrupção num distrito. Isto é o cúmulo!”, constatou.
A ONG Transparência Internacional avalia o mercado dos subornos na Rússia em torno de 300.000 milhões de dólares anuais, ou seja, mais de 2.000 dólares “per capita” para o bolso dos funcionários. Alguns colegas de Gudkov pensam que o mercado é ainda maior, de 400.000 milhões de dólares, valor suficiente para alcatroar estradas e construir escolas em cada aldeia.
“Todos os dias se geram fortunas dentro do regime”, assinalou o deputado, convencido que a Rússia é governada na actualidade por “uma nova nomenklatura que controla absolutamente todos os partidos, o Parlamento e os tribunais”. “O seu negócio é privatizar o Estado através dos seus cargos” e “não sabem já como gastar o dinheiro roubado, põem pedras preciosas e semipreciosas nas lareiras dos seus palacetes, como se fosse possível ali proteger-se da ira popular”. “A ganância e a estupidez destruíram o instinto de conservação dos nossos burocratas”. Gudkov não tem dúvidas de que os funcionários corruptos “vendem a Pátria por grosso e a retalho, tentando obter indulgência nos países em que têm activos. O que mais temem é que lhes neguem o visto” /para esses países/.
O mais terrível nesta “bacanal de corrupção” é que “destrói almas humanas”, subverte totalmente os critérios morais. Instrutores, procuradores ou polícias honrados já não sabem contra quem lutar, se contra os delinquentes em geral ou se contra os do seu próprio departamento, que passam “comissões” para as mãos daqueles.
Não obstante, o deputado considera possível erradicar a corrupção na Rússia “em questão de dois ou três anos”. Para isso é necessária vontade política, controlo parlamentar, fiscal, judicial e dos meios de comunicação social, uma “limpeza” nos corpos de segurança e uma ou duas leis básicas que obriguem cada cidadão a declarar o seu património e a responder, se for necessário, como o obteve”.
Fonte:
http://kp.ru/daily/24424.3/593823/

N.T: O autor mostra-se um bocado pessimista e, para vermos que o problema já se vem arrastando há uns tempos e também para tornar as coisas um pouco mais alegres, recordo aquela frase dos tempos de Pedro, o Grande, que toda a gente deve conhecer.
Então, foi assim: O czar reformador estava a tentar erradicar da Rússia o hábito de roubar o dinheiro do erário público. Deu então ordens ao general-procurador Yagujinski de mandar enforcar todos aqueles que fossem apanhados a roubar, ao que este respondeu.
_ Sua Magestade pretende ficar sem súbditos?"

20 comentários:

António Campos disse...

Cristina, o sistema político russo representa o mais puro exemplo de feudalismo. Ou seja, troca-se vassalagem por dinheiro ou favores, a todos os níveis da hierarquia. Está construído assim, pelo que a erradicação da corrupção teria necessariamente que começar pela erradicação deste governo, porque este precisa da corrupção para subsistir.

A minha proposta seria talvez reformular a anedota do Pedro o Grande, substituindo-o por Putin que, num dos seus acessos anti-corrupção, seria interrompido pelo procurador em exercício Yuri Chaika, que lhe responderia: “O senhor primeiro-ministro pretende ficar sem governo, FSB, máquina burocrática e oligarcas lambe-botas?”

A bem da Rússia, a resposta seria “sim”. Mas nesse caso, seria um pouco mais difícil para o primeiro-ministro continuar onde está.

António Campos

ALONE HUNTER disse...

Como se fosse só a Rússia que sofre com a corrupção!!! Eu moro no Brasil, e aqui os políticos colocam dólares dentro da cueca, meia!!! Políticos pagam propinas para aprovar projetos ( mensalão )... Meu país está infestado pelo narcotráfico, corrupção, assassinatos,etc...!

Isso ao é exclusivo da Rússia! O Brasil é muito mais corrupto que qualquer país neste planeta!

Ricardo disse...

Se alguém então informar a esse cidadão que no Brasil são 50.000 assassinatos por ano, ele certamente acharia que o Brasil estaria arruinado em decadas, entretanto não paramos de crescer.

Anónimo disse...

A corrupção é o grande mal da Rússia!
Num ranking elaborado por vários centros de estudos e pesquisas, a colocam entre os países mais corruptos do mundo, em alguns aspectos parecidos com nações africanos..

O país está a perder muito de seu potencial por causa dela. Mas o que preocupa-nos, o mundo, é como a Rússia sobreviverá futuramente, caso ela não resolva este mal... Um país com tantas armas nucleares e tecnologias belicas...e muito corrupto, pode trazer algo horrível para o mundo.

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo disse...

"O número de homicídios baixou para 37 mil/ano."
Gostaria de ver sua fonte, por todas as fontes que consultei dão conta de 45 a 50.000 homicídios todos os anos. O Brasil é tão corrupto quanto à Rússia, ilusão achar que somos menos, outro dia mesmo no Rio 2 polícias foram flagrados roubando os tênis e uma camiseta de um homem que acabará de ser baleado em um assalto. Os polícias de lá ganham entre 250 a 400 euros por mês e vários deles andam com carros importados, blindados, etc e você vem e me fala que aqui não tem polícias corruptos?? Gostaria de saber em que mudo você vive.

Anónimo disse...

Um Gai (policia de transito) em Moscovo ganha menos de 400 U$, aliás os salários se servidores públicos russos, desde o fim da Urss tiveram ganhos abaixo da inflação. Por isso estão a ser cada vez mais corruptos.

Anónimo disse...

Por lapso, publiquei o meu último comentário no post anterior sobre o engarrafamento...
José P.

anónimo russo disse...

Algumas notas:

1. Embora a corrupção na Rússia seja um mal e de certo modo trave o crescimento ecomnómico etc., não vai levar o país a uma catástrofe, porque este mal, como já foi dito aqui, "não foi ontem que apareceu", como se diz na Rússia. Por isso podem não temer (aqueles que temem) que as armas nucleares fiquem sem supervisão etc.
Tambem convem dizer que a luta contra a corrupção é um dos principais objetivos declarados por Medvedev.

Sobre a polícia em geral e GIBDD em particular, não seria muito correto dizer que os salários não aumentavam suficientemente "desde a União Soviética", porque desde o fim da União Soviética muita coisa aconteceu na Rússia. Mas o que é importante é que Medvedev começou, em dezembro, a reforma da polícia que prevé diminuir a 20% a quantidade total desta estrutura em 2 anos e preve aumento respectivo dos salários dos que continuarem a trabalhar.

Eu não dramatizava a cituação. Com o crescimento económico (e a previzão para o próximo ano é de crescimento do PIB por volta dos 3.5%) e o aumento dos salários, a corrupção "miuda" tem todas as chances de deminuir sem nenhumas revoluções, tão desnecessárias para a Rússia neste momento.



António Campos,

"Cristina, o sistema político russo representa o mais puro exemplo de feudalismo. Ou seja, troca-se vassalagem por dinheiro ou favores, a todos os níveis da hierarquia. Está construído assim, pelo que a erradicação da corrupção teria necessariamente que começar pela erradicação deste governo, porque este precisa da corrupção para subsistir."

O governo rússo precisa da corrupção para subsistir não mais que algum governo portugues precisa da mesma coisa. Seria bom responder pelas suas palavras. Na Rússia existem vários tipos de corrupção e em grande parte a corrupção, ao meu ver, se explica com os salários aínda baixos demais dos funcionários e policiais. Mas não vou gastar o meu tempo deitando pérolas aos russófobos. Tchau.

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
a.tavares.almeida disse...

Exemplo do pensamento comunista/ditatorial que ainda infesta a mentalidade no ocidente:

Em um sítio de relacionamentos na internet chamado orkut:


Gilberto Mucio:

"Defendo a execução (dos não comunistas) em casos de conspiração , com países imperialistas em casos de guerra/agressão, ou espionagem."


Imaginem se essa gente toma o poder.


Imaginem.

Ricardo disse...

Eu sou brasileiro, apenas converti o que os polícias cariocas ganham em euros e outra se eu fosse "gringo" eu não poderia falar do Brasil? Oras meu caro, por que então você fala da Rússia? mora lá? vive lá? ja foi lá algum dia? Já leu jornais russos?

anonimo russo disse...

Ricardo disse...
"Eu sou brasileiro, apenas converti o que os polícias cariocas ganham em euros e outra se eu fosse "gringo" eu não poderia falar do Brasil? Oras meu caro, por que então você fala da Rússia? mora lá? vive lá? ja foi lá algum dia? Já leu jornais russos?"


Pelos vistos ele estudou aqui algum tempo, mas e um radical russofobo como alguns outros aqui. Desculpem por ter interferido.

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Brasileiros n falam "polícias"


Aqui se diz POLICIAS.

Gilberto Mucio disse...

"Defendo a execução (dos não comunistas) em casos de conspiração , com países imperialistas em casos de guerra/agressão, ou espionagem."

E defendo mesmo. Em caso de guerra, agressão, invasão estrangeira...

Em qualquer regime, a pena capital é certa. Foi isso que disse.

Não foram os americanos que em tempos de paz, executaram o casal Rosemberg sem provas, num julgamento forjado?

Isso eu sou contra. =)

No mais, o afetado em questão não transcreveu essa parte, na mesma postagem, nesse tópico(do orkut) em questão:

""Mas prender/matar simplesmente por ser anti-comunista, não tem sentido.""

Para se vê a hombridade e o carácter dessa gente...

Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ítalo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.