quinta-feira, março 18, 2010

Presidente Ianukovitch nomeia novo comandante da Marinha

Victor Ianukovitch, Presidente da Ucrânia, nomeou o vice-almirante Victor Maksimo comandante da Marinha de Guerra do país.
“Durante seis anos, o vice-almirante Maksimov, no cargo de vice-comandante da Marinha da Ucrânia, mostrou a todos os marinheiros que é uma pessoa exigente, profissional e honesta”, declarou Mikhail Ejej, ministro da Defesa da Ucrânia, ao anunciar a decisão do Presidente ucraniano em Sevastopol, porto ucraniano onde estão baseadas as frotas militares ucraniana e russa no Mar Negro.
Poucas horas antes, Ianukovitch demitiu desse cargo o almirante Teniukh, partidário da retirada da frota naval russa do Mar Negro do território da Ucrânia.
Em Agosto de 2008, durante a guerra entre a Rússia e a Geórgia, Teniukh tentou bloquear a saída da frota russa do porto de Sevastopol.
Segundo a agência Ria-Novosti, o comando da frota russa do Mar Negro já fez saber que espera que o novo comandante contribua para eliminar as tendências negativas nas relações as marinhas russa e ucraniana, que apareceram quando Teniukh comandava a Marinha ucraniana.
Analistas ucranianos consideram que esta decisão de Ianukovitch poderá ser o primeiro passo para prorrogar o acordo sobre a presença da frota russa do Mar Negro em território ucraniano, cuja vigência termina em 2017.

3 comentários:

Oblonsky disse...

Sr. Milhazes, não seria possível aumentar um pouquinho o tamanho das letras nos seus posts? Está cada vez menor!! Nós do movimento "Míopes unidos" clamamos ardorosamente por esta medida.


Muito agradecido.

att.:


Oblonsky

ALONE HUNTER disse...

Quem tem á ganhar com a permanencia da Frota Russa do Mar Negro na península de Criméia é somente a Ucrânia!

O orçamento anual ucraniano destinado a sua Marinha de guerra poderia ser revertido para projetos sociais, que iriam beneficiar a população daquele sofrido país.

Com relação á comparação de forças entre a Frota Russa e a Marinha Ucraniana, bem... É devastadora a diferença entre ambos. Não haveria a menor possibilidade da Marinha Ucraniana bloquear a passagem dos navios russos para a Geórgia.
a) Frota Russa do Mar Negro
http://en.wikipedia.org/wiki/Black_Sea_Fleet

b) Marinha Ucraniana
http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_naval_ships_of_Ukraine

Porém, passado é passado. E eu desejo muito que a Ucrânia progrida e que sua população tenha melhores condições de vida, agora com este novo presidente. Boa sorte a Ucrânia, caminhando de mãos dadas com a Rússia.

Jest nas Wielu disse...

A marinha russa tem que começar a pagar as suas contas e deixar de usar os equipamentos civis (farois, etc) como se forem seus. O consulado russo tem que parar de distribuir os passaportes russos aos cidadãos ucranianos, ai teremos a paz social na península. Caso contrário, os russos terão problemas graves com os tártaros da Crimeia, que não são tão pacíficos como os ucranianos:

http://windowoneurasia.blogspot.com/2010/03/
window-on-eurasia-crimeas-stability.html