quarta-feira, abril 14, 2010

Portugal tem lugares divinos

Infelizmente, não disponho de muito tempo livre para viajar em Portugal, mas faço-o sempre que posso, pois o nosso país tem lugares paradisíacos. Visitei recentemente o Hotel do Convento de São Paulo, situado perto da vila alentejano de Redondo. 
Em norma, não se diz ou escreve que se visita um hotel, mas, neste caso, trata-se de uma visita, pois ele não é um simples hotel, mas um verdadeiro museu.
Situado na Serra D'Ossea, o Convento de São Paulo está envolto numa paisagem única, transformando-o num local de meditação e recolhimento. O interior do edifício ajuda também a criar essa atmosfera. Milhares de azulejos decoram as paredes dos corredores do antigo Convento recuperado.  Numa palavra, um lugar a não perder. E mais não diga, porque as imagens falam por si.
Quase me esquecia, o restaurante Eremita, no interior do edifício, tem uma excelente cozinha alentejana e, claro está, vinhos.   Um lugar onde se deve voltar.
P.S. Um grande obrigado a Eduardo Bon de Sousa, director do Hotel, e a todo o pessoal, muito afável e prestável. 


8 comentários:

Pippo disse...

How much? E tem site na net?

Jose Milhazes disse...

Caro Pippo, o site está em construção, mas prometeram que estará acessível até ao fim de semana. Se procurar em hoteis portugueses, encontrará noutros sites informação.

MSantos disse...

Terra da boa mesa e do bom tintol!

:P

Cumpts
Manuel Santos

Anónimo disse...

A azulejaria portuguesa é das formas de arte mais bonitas mas, infelizmente, pouco divulgada e conhecida.

joão moreira

Anónimo disse...

Issi se parece com Minas Gerais! Parece com as cidades do interior do Brasil!

hehehe!

Muito bonito!

Nuno B. disse...

E ainda não foi a Viseu... ;)

Jose Milhazes disse...

Caro Nuno B., estive em Viseu várias vezes e gostei imenso de tudo, à excepção da chanfana.

Nuno Bento disse...

Da próxima vez não deixe de provar o Rancho, o qual passou recentemente a pertencer ao roteiro nacional da gastronomia regional (aprovado pelo cozinheiro Carlos Capote).

Cumprimentos!