sexta-feira, junho 25, 2010

Monumento a Estaline retirado da sua cidade natal


O monumento ao ditador comunista soviético José Estaline (1879-1953) foi retirado secretamente na madrugada passada da praça central de Gori, sua terra natal. O lugar será ocupado por um monumento aos “heróis mortos na guerra contra a Rússia em Agosto de 2008”.
O monumento de 15 metros de altura, erigido em 1952, será transferido para o Museu José Estaline, situado a algumas centenas de metros da praça.
Segundo a rádio Imédi, “os habitantes da cidade não foram prevenidos da decisão, por isso tratou-se de uma ação completamente inesperada para eles”.
“A desmontagem da estátua demorou várias horas, tendo a praça sido previamente cercada pela polícia. Todos estes pormenores permitem duvidar de que a proposta de retirar o monumento fosse recebida em delírio pela população local”, sublinha a rádio georgiana.
A praça onde se encontrava o monumento, que tinha o nome de Estaline, passará a chamar-se Praça dos Heróis Mortos na Guerra contra a Rússia e no centro será edificado um novo monumento aos soldados georgianos que tombaram na guerra contra as tropas russas em Agosto de 2008.
Moscovo enviou tropas suas para território georgiano a pretexto de proteger os seus cidadãos na Ossétia do Sul, região separatista da Geórgia, tendo os militares russos chegado a bombardear e ocupar a cidade de Gori.
A primeira tentativa de desmontagem do monumento a Estaline foi feita há dois anos atrás.
“Estaline é o fundador da União Soviética e o carrasco de milhões de pessoas. Num país que constitui um símbolo da liberdade, é inadmissível que no centro da cidade esteja um monumento a Estaline, não obtante ele ser de origem georgiana”, declarou então Gueorgui Baramidzé, vice-primeiro-ministro do Governo da Geórgia.
Porém, só à segunda vez é que as autoridades georgianas conseguiram retirar a estátua de Estaline.
Depois desta desmontagem, bustos e estátuas de Estaline podem ser vistas em algumas cidades russas, erigidos por iniciativa do Partido Comunista da Federação da Rússia.

7 comentários:

MSantos disse...

Já aqui tinha posto esta questão pelo menos 2 vezes.

Na minha opinião a única razão que levava um país que pretende aliar-se aos EUA através da NATO e entrar para a UE só podia ser um grande ódio aos russos dado Estaline ter matado milhões deles.

Já vai tarde.

Cumpts
Manuel Santos

Marcelo Łukaczewski disse...

Canalhas esses Geórgios. Primeiro invadem ex regiões autônomas que proclamaram a independência. Invasão covarde e sem declaração formal de guerra. Promovem milhares de assassinatos. Agora tripudiam sobre o Herói José Stalin, promovendo a heróis os seus soldados assassinos. Durma-se com um barulho desses.

Marcelo Łukaczewski

Anónimo disse...

Já vai tarde, Stalin.


Depois de Mao, o maior assassino da história da humanidade.

Anónimo disse...

Portugueses, boa sorte nas oitavas-de-final contra a Espanha.



torcerei por vcs.

ALONE HUNTER disse...

A Geórgia é um país insignificante, governado por um presidente insignificante, que faz coisas insignificantes!

Um país que não tem perspectivas. E agora, com esta provocação, está fadado á estagnação permanente!

Inácio Cristiano disse...

Aos habituais comentadores que gostam de discutir as soluções por via da guerra, e idoletram os esbirros que disseram "o poder está na ponta da espingarda" tal como Mao Zedong, ou o inspirador deste, o tirânico georgeano e sanguinário Staline, convido a ouvir o discurso de um veterano de guerra americano ( que poderia ser um veterano alemão, português, russo, japonês, liberiano etc.)

http://www.youtube.com/watch?v=JFOmnAjk1EQ&feature=PlayList&p=5E876630D2BF325B&playnext_from=PL&playnext=1&index=14

Viva o actual "espirito de Guerra" no Mundial de futebol da Africa do Sul ! exeptuando as ensurdecedoras vuvuzelas.
(nesta guerra, às vezes os pobres vencem os ricos...)
Vença quem fale português (ou exepcionalmente outra fala ibérica)
são os meus sinceros votos !

Jest nas Wielu disse...

2 Marcelo

Estude a questão material, antes de opinar: Abkházia e Ossétia do Sul foram invadidas pelas separatistas locais com ajuda militar da Federação Russa (olá à Yeltsin), leia mais:
http://cyxymu1.livejournal.com/1557.html

Além disso, apesar de seres um produto da escola pública do seu país, usar os palavrões em discussão política não lhe fica nada bem.

Recordar os heróis tombados na Geórgia:
http://www.youtube.com/watch?v=
qvHhYfKizlE&feature=player_embedded

Desmontagem do Stalin:
http://cyxymu.livejournal.com/744071.html
http://cyxymu.livejournal.com/743697.html

2 Caçador Solitário:
Um pouco sobre a “estagnação permanente” georgiana:
http://cyxymu.livejournal.com