sexta-feira, julho 30, 2010

Treinador da Selecção da Coreia do Norte foi expulso do Partido?



Segundo a imprensa russa, o treinador e jogadores da selecção de futebol da Coreia do Norte apanharam uma grande ensaboadela depois de regressaram do Campeonato do Mundo na África do Sul, mas tiveram mais sorte do que os membros da equipa de 1966.
O treinador, Kim Chon Hon, e os futebolistas tiveram um encontro com representantes das autoridades norte-coreanas no Palácio do Povo do Ensino de Pyongyang e, durante seis horas, tiveram de ouvir as críticas de mais de 400 estudantes.
A reunião decidiu expulsar o treinador do Partido do Trabalho da Coreia e repreender os jogadores da selecção; à excepção dos dois futebolistas que jogam em equipas do Japão. 
Porém, é de sublinhar que os desportistas tiveram mais sorte do que os seus colegas da selecção de 1966, que foram enviados para "campos de trabalho" depois de terem sido eliminados no Campeonato do Mundo em Inglaterra.
Hing Yong-Cho, capitão da selecção sul-coreana que milita na equipa russa "Rostov", desmente essa notícia: "Eu estou aqui convosco. Pelo contrário, quando chegámos a casa, os dirigentes do partido e do governo avaliaram de forma positiva o resultado da nossa participação. Tendo em conta que há mais de 40 anos que não chegávamos à fase final do Campeonato do Mundo, jogámos muito bem. Disseram-nos que, agora, acreditam mais na selecção da RPDC no país do que antes. Desejaram-nos  êxitos no nosso trabalho difícil, mas digno. Claro que ninguém falou de castigos".




3 comentários:

Anónimo disse...

ISSO É O COMUNISMO.

nok disse...

A Coreia do Norte não tem treinador: diz-se que tenta contratar um treinador para a sua selecção coisa que a sua selecção nunca teve: onde estão os seus antigos seleccionadores? Nunca houve seleccionador de futebol na Coreia do Norte: Contrate Carlos Queiroz

Zuruspa disse...

Mas parece que depois dos "campos de trabalho", os seleccionados de 1966 conseguiram trabalho no Exército e sair de lá cheios de medalhas...

Pois, eu já vi a reportagem da BBC, cujo enlace um comentador já enviou. Interessante que os jornalistas papagueiam propaganda, enquanto os "comuns mortais" é que investigam, parece o WikiLeaks.

Nota: pois claro, podem ter oferecido os fatos com medalhas pra foto, pois podem. Entäo porque näo a todos? Ah, é da cryse. Pois é. O que vale é que os do Sul näo mentem.

Se é comunismo despedir um treinador por má figura, e é capitalismo premiar o Queiroz com um milhäo de euros por aquela palhaçada, venham de lá esses comunas!