quarta-feira, setembro 29, 2010

Gorbachov afirma-se desiludido com política russa

O antigo Presidente da União Soviética Mikhail Gorbachov, declarou hoje estar desiludido com a política russa e queixa-se de ter sido afastado da vida política.
“Estou farto, estou cheio desta política”, disse Gorbachov a jornalistas, adiantando que “gostaria de ajudar, lançaram-me um apelo. Tentei várias vezes criar um novo partido político e, há algum tempo atrás, decidi criar o fórum social “Diálogo cívico”.
Porém, deram-lhe a entender que não teria grandes possibilidades de registar a nova estrutura política.
“Disseram-me diretamente, Mikhail Sergueevitch, por amor de Deus! Você é um homem de mérito”, relatou Gorbachov e traduziu essa expressão para linguagem real: “Acalma-te, Gorbachov”.
Para o pai da reestruturação e da abertura da União Soviética, “enquanto assim for, não teremos qualquer sistema de partidos políticos e só através deles poderemos começar a resolver as questões democráticas”.
Gorbachov comentou também a demissão de Iúri Lujkov do cargo de presidente da Câmara de Moscovo.
Considerando que o Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, tomou uma decisão correta, Gorbachov sublinhou que essa medida devia ter sido tomada há muito tempo, pois “Lujkov, tal como Brejnev (antigo líder soviético), esteve 18 anos no poder”.
Nesta não é a primeira vez que Gorbachov critica o atual sistema político russo, tendo comparado o Partido Rússia Unida, dirigido pelo primeiro-ministro Vladimir Putin, ao Partido Comunista da União Soviética, que monopolizou o poder entre 1917 e 1991.

7 comentários:

Francisco Lucrecio disse...

Quer concluir o trabalho?
Não se deu satisfeito por ter destruido a URSS quer agora destruir a Rússia.

Jose Milhazes disse...

Um homem só destruiu a URSS? Um génio! E o marxismo-leninismo, o papel do indivíduo e das massas na história?

Francisco Lucrecio disse...

Jose Milhazes disse...
Um homem só destruiu a URSS? Um génio! E o marxismo-leninismo, o papel do indivíduo e das massas na história?


A propaganda dos anti-comunistas perpetua-se.
Quando se trata de defender o seu ídolo alegam que não podia ter actuado sozinho (obviamente que contou com apoios internos e externos). No entanto quando se referem aos outros dirigentes Soviéticos incriminam-nos individualmente.

Trata-se de distracção ou manha?

Também está a tentar negar o papel que o Marxismo teve no desenvolvimento das relações sociais? Isso é uma afronta mesquinha ao grande contributo do Marxismo /Leninismo na emancipação da classe trabalhadora no século XX.

Porque apesar de todos os erros e vicissitudes, essa experiência traduziu-se no maior avanço politico, económico, social, cultural e civilizacional da história da humanidade. E o resultado das mudanças no mundo depois do “fracasso” desse sistema, com o fim da URSS, está à vista. Mais guerras e mais brutais, mais exploração, mais opressão, menos democracia, menos liberdade, menos direitos para quem trabalha, menos respeito pela soberania de outros Estados.

Tudo por culpa da traição de Gorbachev. Mas mais uma vez se confirmou que o proveito das traições são sempre transitórios (efémeros) e quando o vendido deixa de interessar ao comprador é abandonado por ele, e não lhe resta outra alternativa que procurar outro meio de ganhar a vida. Foi o que lhe sucedeu, agora vende malas da Vuitton.

Como cada vendido tem o seu preço. A Gorbachev coube-lhe vender malas sentado no banco traseiro de um carro, outros terão menos sorte porque também valem menos, o valor do cachet desses traidores, talvez não lhe permita mais que vender castanhas num carro de mão.

Jose Milhazes disse...

Francisco Lucrécio, eu falo de alhos e você de bogalhos. Eu não pus em causa a importância do marxismo, apenas lhe chamei a atenção para uma das normas dessa doutrina.
Além disso, não se insulta gratuitamente as pessoas, Sabe para onde vai o dinheiro da publicidade? Para tratar de crianças que sofrem de leucemia.
Antes de atirar pedras aos outros, olhe para o espelho, ou para o telhado se tiver telhas de vidro.

Anónimo disse...

Gorby deixou-nos todos desiludidos décadas atrás... estamos quites

Francisco Lucrecio disse...

Não pôs em causa o Marxismo? Interessante!
Mas qual tem sido a funcionalidade do seu Blogue senão denegrir essa ideologia?
O que pretende dizer com isto?

«««««E o marxismo-leninismo, o papel do indivíduo e das massas na história?»»»»

As criancinhas com leucemia não precisam das esmolas
de Gorbachev. Precisam de justiça social.
Mas quem pode hoje acreditar nesse patife, sabendo-se que é o principal responsável por o
holocausto economico e social em que essa sociedade mergulhou?
Só quem tem ideias semelhentes às dele o pode apoiar.

Anónimo disse...

Gorbachov é um traidor para os russos.

Destruiu em meia duzia de anos o que demorou séculos a construir, só faltou po-lo abeber coca-cola como fizeram com o Ieltsin.