terça-feira, novembro 02, 2010

Presidente Medvedev tenciona visitar outras ilhas disputadas pelo Japão

O Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, planeia visitar várias das ilhas do arquipélago das Curilhas, disputado com Japão, declarou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov.
Medvedev esteve na segunda-feira na ilha de Kunachir e, de acordo com o chefe da diplomacia russa, o facto de o Japão ter chamado o seu embaixador em Moscovo é “um assunto interno desse país”, a que a Rússia não irá responder com medida semelhante.
O Governo japonês manifestou “profundo pesar” pela visita do Presidente russo à ilha de Kunachir, e prometeu tomar “medidas de resposta”.
“As quatro ilhas do norte são território do nosso país e defendemos consequentemente essa posição. A visita do Presidente (russo) provoca profundo pesar”, declarou o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan.
O chefe do governo japonês anunciou que não sabe se se irá encontrar com Dmitri Medvedev no fórum da Cooperação Económica dos Países da Ásia e do Pacífico, que se realizará no Japão em 13 e 14 de novembro.
O Japão reclama quatro ilhas do arquipélago das Curilhas do Sul (Iturup, Kunachir, Chikotan e Habomai) alegando um tratado de 1855. Após a II Guerra Mundial as ilhas passaram a fazer parte da então União Soviética.
Em 1956, a União Soviética e o Japão assinaram uma declaração conjunta em que Moscovo se comprometia a devolver duas das quatro ilhas disputadas (Khabomai e Chikotan) depois da assinatura do tratado de paz entre os dois países, o que acabou por não acontecer.
Em 2001, a Rússia e o Japão assinaram uma declaração que reconhece o acordo de 1956, mas o processo não avançou porque Tóquio passou a exigir a devolução das quatro ilhas.
Dmitri Medvdev foi o primeiro dirigente russo a desembarcar no território disputado.



1 comentário:

ALONE HUNTER disse...

Bato novamente na tecla: A Rússia jamais irá devolver essas ilhas ao Japão, porque essas ilhas garantes o acesso russo áo Pacífico! Caso seja devolvida ao Japão, com certeza os nipônicos iriam permitir a instalação de bases americanas nelas...

Então voces já podem imaginar o que ocorreria, caso essa catástrofe ocorre-se!