terça-feira, dezembro 21, 2010

Drogas matam anualmente cerca de cem mil jovens na Rússia

Cerca de cem mil jovens morrem anualmente na Rússia devido ao consumo de drogas, revelou hoje Victor Ivanov, diretor do Serviço Federal de Controlo das Drogas da Rússia.
“Dos 130 mil jovens, com idades compreendidas entre 15 e 30 anos, que falecem anualmente na Rússia, a esmagadora maioria, cerca de 100 mil morrem por razões ligadas ao consumo de estupefacientes”, declarou ele numa reunião desse órgão em Moscovo.
Ivanov frisou que o consumo de drogas na Rússia atingiu uma “envergadura apocalíptica”.
“Quando vou ao cemitério, presto sempre atenção ao número muito grande de campas de pessoas muito jovens. A monitorização dos últimos anos em mais de 200 cidades confirma, infelizmente, essa impressão e mostra a envergadura apocalíptica da tragédia no país”, acrescentou.
Segundo o Serviço Federal de Controlo das Drogas na Rússia, neste país há cerca de cinco milhões de toxicodependentes.
O Afeganistão, através da Ásia Central, é o principal fornecedor de heroína aos traficantes no território da Rússia.

2 comentários:

Anónimo disse...

Que coisa triste!

Francisco Lucrecio disse...

A somar a estes há outros tantos que morrem por falta de cuidados de saúde.

A "Tragédia Russa" de Zinoviev