quinta-feira, dezembro 30, 2010

Khordorkovski e Lebedev condenados a 14 anos de prisão, mas recusam-se a pedir perdão

Mikhail Khodorkovski, antigo dono da petrolífera russa YUKOS, e Platon Lebedev, seu sócio, recusam-se a pedir perdão ao Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, anunciou um dos advogados de defesa, Vadim Kliuvgant.
“Não”, declarou o advogado de forma breve e firme à agência Ria-Novosti.


O ex-magnata russo do petróleo Mikhail Khodorkovski e o seu sócio Platon Lebedev foram hoje condenados a 14 anos de prisão, anunciou hoje o Tribunal Khomovnik de Moscovo .


Mikhail Khodorkovski e Planton Lebedev estão detidos desde 2003 e foram condenados a oito anos de prisão em 2005 por “fraude” e “evasão fiscal”.


Um segundo processo foi aberto pelas autoridades em 2006. Khodorkovski e Lebedev foram acusados de roubo mais de 200 milhões de toneladas de petróleo e de legalizar dinheiro procedente de atividades ilegais, bem como de drime organizado..


Depois deste segundo julgamento, ficarão na prisão até 2017, dado que o tribunal teve em conta a pena cumprida desde 2003, revelou o site dos defensores do antigo magnata.


Segundo uma declaração de Khodorkorvski , ele e Lebedev consideram que o seu exemplo mostrou o fracasso do sistema judicial russo.


“Eu e Platon Leonidovitch (Lebedev) provámos com o nosso exemplo que, na Rússia, é impossível a defesa judicial em relação aos burocratas do Estado”, frisou.


4 comentários:

onormalanoraml disse...

caro milhases. vou seguindo o teu blog. não farei qq comentário a este assunto. Não sei o que dizer sobre assuntos como este. Estou à espera de me encontrar contigo para que possamos conversar sobre o assunto. Nessa altura talvez já possa comentar. Para já acho que são guerrinhas de comadres que como é óbvio envolvem quantias inimagináveis. Mas não deixa de ser uma querrinha. Compreendes?
Abraços

Anónimo disse...

Este caso do Khodorkovski já começa a gerar instabilidade na economia da Rússia. Pode ser um duro golpe na modernização do país. Os médias estatais russos aproveitam muito o teatro... creio que seja para manter a popularidade de Putin alta, já que a economia está em baixo crescimento e a inflação em alta.


Joaquim Alves

Prole disse...

Porque não falam do Khodorkovski que aproveitou o facto de ser dirigente do Komsomol para levar a cabo tráfico de mulheres com o qual lucrou pessoalmente? (isto nos tempos desse arauto do Mercado Livre e da Democracia, o Gorbachov)

Jose Milhazes disse...

Sr. Prole, está-me a dar uma grande novidade. Onde encontrou informações sobre a ligação de Khodorkovski ao tráfico de mulheres?