domingo, fevereiro 20, 2011

Presidente Lukachenko nas tintas para a opinião do Ocidente



Alexandre Lukachenko, Presidente da Bielorrússia, declarou que não se preocupa com a opinião do Ocidente sobre o julgamento de militantes da oposição e condena a "paneleirice".
Os opositores são acusados de terem provocado desordens na capital bielorrussa depois  de serem anunciados os resultados das eleições presidenciais, a 19 de dezembro, que deram a vitória absoluta a Lukachenko.
O primeiro opositor a ser julgado foi, na véspera, condenado a quatro anos de prisão.
“Estou-me nas tintas para todos os comentários deles. As pessoas (no ocidente) são más e desonestas, não se pode conversar com elas, nem estabelecer relações”, disse ele aos jornalistas.
O dirigente bielorrusso diz saber o que o Ocidente tencionava fazer na Bielorrússia.
“Eles perderam aqui e tentam agora justificar-se. Gastaram na Bielorrússia centenas de milhões de dólares, dividiram-nos com a oposição bielorrússia e agora tentam justificar-se e gritar que aqui há presos políticos”, exclamou.
“Aqui não há presos políticos, mas bandidecos comuns, com cadastro”, acrescentou.
O Presidente bielorrusso não poupou também críticas aos defensores dos direitos das minorias sexuais.
“Vieram aqui uns grandes ativistas, de orientação correta ou incorreta. E começaram a criticar-me por eu ter condenado a “paneleirice”. Eu não gosto de “paneleiros” e disse que não gosto. Os ministros dos negócios estrangeiros ficaram ofendidos comigo. Mas porquê?”, perguntou ele.
“Vivemos numa sociedade democrática e, além disso, eu sou presidente. Tenho o direito de exprimir a minha opinião”, frisou.
“Eu disse (ao ministro alemão dos Negócios Estrangeiros) isso sincera e pessoalmente. É preciso ter um modo de vida normal”, precisou.
Lukachenko concluiu: “Se na Alemanha e na Polónia podem fazer isso, que façam. Nós não precisamos disso aqui”, exclamou, reconhecendo que “infelizmente, também no nosso país não haja falta desse “bem””.
O dirigente bielorrusso respondeu assim à decisão da União Europeia de congelar os ativos de mais de 150 altos funcionários bielorrussos e de proibir a sua entrada na UE.

10 comentários:

Roman disse...

As palavras dele em russo foram ainda mais duras. Numa grande parte eu concordo com ele, mas um político, acho eu, não pode exprimir a sua opinião com tanta sinceridade e até agressão.

Jose Milhazes disse...

Caro Roman, as palavras de Lukachenko podiam ser interpretadas de forma mais dura, mas a tradução tem de ser feita a partir das palavras e não do que vai na cabeça do dirigente bielorrusso.

O Raio disse...

Sinceramente quase que desconheço este senhor que governa um país do outro lado da Europa.
Mas lendo o que disse e embora discordando de algumas das suas afirmações (deixem os tais "paneleiros" em paz), confesso que a minha alma aquece quando vejo alguém criticar os grandes da UE que tanto mal têm feito ao meu país.

Daniel disse...

Palavras habituais num ditador habitual: "no país faz-se como eu quero e como eu mando". Um verdadeiro Salazar do Leste (só que o nosso era na versão deprimida, este é na versão agressiva). Ainda me recordo da desilusão e da impotência de uma amiga bielorrussa no dia a seguir às eleições...

PortugueseMan disse...

Caro JM,

Aqui vão mais uns exemplos de modernização e estratégia política:

An-148: operator’s verdict

The aviation industries of Russia and Ukraine seek a new place in the global market for passenger jetliners with the Antonov An-148 regional jet family...

...In addition to three airframes assembled in Kiev (two in service, one undergoing tests), six more have been made in Russia at VASO plant. All of the six went to GTK Rossiya....

...As of mid-February 2011, the number of passengers carried on Russian-made An-148s exceeded 223 thousands...

...A brand-new An-148 full flight simulator shall help achieve this. Its installation has been completed at the S7 Group training center in Moscow Domodedovo airport. The device was shipped in December last year, and began operations after final tuning in February 2011. The simulator corresponds to Flight Training Device Level D, and is the first such unit to have been designed and built in Russia...

...The simulator was developed and built by Transas company based in St. Petersburg...

...The An-148 brings about a major departure from the Soviet-style scheduled maintenance to pro-Western “on-condition” approach to keeping passenger jets airworthy...

...Antonov and its partners believe they can provide competition to Embraer and Bombardier...


http://www.ruaviation.com/docs/3/2011/2/14/23/

o Antonov AN-148 é mais um avião pronto a atacar o mercado gostaria de chamar a atenção a alguns pormenores que constam neste artigo:

2010, foi um ano onde o modelo foi testado em ambiente real, tendo realizado milhares de viagens e transportando mais de 200 mil passageiros. Já dá para ter uma ideia de performance do avião e compará-lo com outros semelhantes.

Pela 1ª vez foi construido na Rússia, por uma empresa russa, um simulador de voo com o nível MÁXIMO de certificação (FFS level D), o que significa que a Rússia também está a entrar neste mercado com capacidade de oferecer simuladores de alta performance.

Isto significa que uma outra lacuna está a ser preenchida. Para o AN-148, passa a existir um centro de treino onde podem ser acelerados os treinos de pilotos devido à introdução destes tipo de simuladores.

O artigo também mostra a preocupação na manutenção e introduzir conceito ocidental para uma melhor aceitação no mercado global.

Para finalizar, de salientar ONDE é que estes aviões estão a ser construidos. A maioria estão a ser construidos na fábrica russa. Em 10 aviões, 8 foram na Rússia e 2 na Ucrânia.

Isto para dizer que cada vez parece ser mais claro o destino da Antonov: mínimo de 50% de controlo para os russos e só não será mais, devido à impopularidade (e aproveitamento político) gerada na Ucrânia.

Tuga disse...

Bem, Lucachenko disse o que alguem devia dizer em Portugal.

Parece que agora todos temos concordar com a paneleirice que por ai anda, mas que raio de sociedade é esta?

E depois ainda vem com essa conversa, és homofóbico.

Sou sim, qualquer pessoa normal quer distancia desse bando de paneleiros.

Chegou-se ao cumulo aqui em Portugal de até quererem dar nomes de ruas a panhochas.

Uma vergonha.

http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1783138

Obviamente que estas politicas gayzistas são fomentadas na europa com vista à destruição dos valores das sociedades europeis, de modo a destruir a familia e os principios, no fundo estão a destruir a sociedade europeia.

A culpa de tudo isto é dos sionistas americanos que controlam a europa, esta UE não é mais que uma contrução do imperialismo americano atraves do grupo bildenberg.

O objectivo final que esta gente persegue é a dita nova ordem mundial, poias bem, quem nos poderá valer é a russia e a china, e os paises árabes.

De resto a europa é um continete de mansos amestrados.

Roman disse...

Caro JM, eu falava não da exatidão da tradução, mas sim da interpretação, claro.

Tuga
Estou plenamente de acordo.

Pedro disse...

Em relação a chamada "Agenda Gay", estou com o Lukachenko.
Se repararem bem desde há anos que assistimos á promoção do comportamento gay por todo o mundo ocidental.

É algo bem orquestrado pelas elites, não é como alguns parolos imaginam que é resultado das liberdades e garantias da democracia.

É nos Filmes de holyhood, e em novelas, é em publicidade, e em paradas Gay por todo o lado, e é fundamentalmente em legislação proteccionista, como os casamentos, adopções etc.

Nada tenho contra alguma pessoa que seja homosexual, e devem ter os mesmos direitos, e punir quem os priva dos direitos básicos e de quem os persegue. Mas isto nãda tem a ver com o que refiri, das campanhas de promoção por toda a parte.

Na Rússia por exemplo também existem Gays mas como sabem nas suas cidades nada de paradas Gay.
Nisto identifico-me com a politica russa e bielorrusa.

Francisco Lucrecio disse...

Um esclarecimento.

Algum tempo antes de serem conhecidos os resultados eleitorais já havia um grupo de individuos organizados e comandados por alguns daqueles dirigentes da oposição que estão a ser julgados, que tentaram assaltar a sede do governo e a comissão eleitoral.

Mais; dois desses dirigentes da oposição foram detidos no local.


Se não foi assim alguém que me corrija. Agradeço.

Anónimo disse...

Esse criminoso não durará muito. Não se pode manter 10 milhões de seres humanos em uma prisão genocida como é a Belarus por tanto tempo.



Tu cairás, ditador asqueroso!!!!!!!!!!!!!!


MUBARAK JÁ SE FOI. HITLER TB, LENIN e Stalin IDEM.

BEN ALI FOI ESCORRAÇADO.

Kaddafi está a ponto de se borrar nas calças... e será expulso do poder.



A vez da Bielorrússia e da Rússia tb chegará.