terça-feira, março 22, 2011

Esclarecimento aos sócios e adeptos do Sporting

Hoje, fui informado de que, na véspera, num debate entre candidatos ao cargo de presidente do Sporting Clube de Portugal, no canal televisivo RTPN, o meu nome, ou mais precisamente, um artigo escrito por mim para a Lusa, foi citado por um deles, o sr. Bruno Carvalho, para "dar credibilidade" ao "fundo russo" por ele anunciado.
É para mim motivo de orgulho ao constatar que os meus trabalhos são lidos, ouvidos e vistos, e apreciados , mas sinto-me na necessidade de precisar alguns termos para que não se criem equívocos.
Alguns sócios do Sporting viram nisso mais uma garantia de que os meios financeiros russos irão chegar ao clube de Alvalade caso o sr. Bruno Carvalho vença as eleições, o que não é bem isso.
Eu, enquanto correspondente da Lusa, RDP e SIC em Moscovo, tentei fazer chegar aos leitores, ouvintes e telespectadores o máximo de informação objectiva sobre os investidores russos, nomeadamente sobre Leonid Tiagatchov, antigo presidente do Comité Olímpico da Rússia.
Conversei com eles dentro e fora da conferência de imprensa organizada em Moscovo pelo candidato Bruno Carvalho, conversei demoradamente com este último, e escrevi e transmiti aquilo que consegui reunir e analisar.
Escrevi que existem realmente russos que pretendem investir no Sporting caso o sr. Bruno Carvalho vença, frisei que se trata de pessoas influentes na Rússia e com capacidade para conseguirem colocar no clube de Alvalade 50 milhões de euros. Resumindo, e o sr. Bruno Carvalho pode confirmar, realizei o meu trabalho com a maior das objectividades. 
Porém, não posso dar credibilidade ou garantias de que tudo se realize, pois nada depende de mim. Tudo depende só e apenas dos sócios do Sporting que, baseando-se nos discursos dos candidatos, no que escrevem os órgãos de informação, nomeadamente aqueles para quem trabalho, e noutros factores, votarão pelo candidato que considerem melhor.
Eu já disse que, sendo adepto do Varzim Sport Clube, não pretendo influir na escolha dos sportinguistas, até porque esse não é trabalho de jornalista.
Por isso, volto a repetir: eu assisti ao anúncio do fundo russo, às propostas que foram feitas e comuniquei isso, mas não posso passar atestados de credibilidade a ninguém.
Desejo os maiores êxitos ao vencedor das eleições e, caso o Sporting venha jogar a Moscovo, estou disposto a dar todo o apoio possível a esta equipa portuguesa. Para mim, qualquer equipa portuguesa que jogue fora, em competições europeias, é um representante de Portugal e, por isso, tem todo o meu respeito.

7 comentários:

Anónimo disse...

E lógico que o Sr. José Milhazes apenas pode dar conta do que foi dito na conferência da imprensa. Não pode garantir que esses investidores vão mesmo aparecer com o dinheiro em caso de vitória de Bruno de Carvalho, e muito menos que tal negócio seja bom para o Sporting. Cabe aos sócios decidir se acreditam nisso, e se sim, se acham que tal é bom para o clube. O resto é o candidato a esticar-se, como é hábito.

Vasco disse...

Caro José Milhazes,

Da minha parte não houve equívocos, visto que conheço, tal como muitos sportinguistas conhecem, bem o seu trabalho e a sua idoneidade/isenção enquanto jornalista.

De qualquer forma, um muito obrigado pelo esclarecimento e pela qualidade do seu trabalho que acompanho regularmente.

Cumprimentos,
VL

Bruno Maia disse...

Eu ouvi o que o Bruno Carvalho disse e não fiquei nada com a sensação de que, quando usou o nome do José Milhazes, o tenha feito dizendo que as suas palavras eram a confirmação de algo mais que não apenas que eles existem, são influentes e estão dispostos a investir no Sporting. Exactamente aquilo que, de acordo com a minha interpretação, está escrito neste texto. Para tudo o resto desejo apenas que continue o seu bom trabalho.
Saudações

Jose Milhazes disse...

Caro Bruno, assim espero que seja. Desejo os maiores êxitos ao vencedor.

Anónimo disse...

A apresentação do fundo de investimento em Moscovo, lembra-me a obra-prima da sátira soviética “As Doze Cadeiras”, com a sua personagem central Ostap Bénder! Qualquer pessoa que tenha vivido na Rússia e que tivesse assistido a apresentação, encontrava uma espécie de fenómeno folclórico do tipo Ostap Bénder… no ambiente, na apresentação e em algumas chalaças e graçolas baratas!
Aqui, sim, estamos perante um acto, que serve para enganar os totós do Sporting!

Jose Milhazes disse...

Caro anónimo, cito apenas um dos princípios de Bender: "Primeiro trazem o dinheiro e só depois levam as cadeiras".

Anónimo disse...

O princípio citado não é do Ostap Bénder! A piada nessa passagem, está na resposta a pergunta feita pelo Ostap: - Podemos levar as cadeiras ao fim do dia e trazer o dinheiro amanhã de manhã!? Ao que se segue a resposta: - Podem, desde que entreguem primeiro o dinheiro!