terça-feira, novembro 01, 2011

Presidente eleito do Quirguistão defende retirada de base aérea americana do território do país

 
Almazbek Atambaev, vencedor das eleições presidenciais de domingo passado no Quirguistão, considerou hoje que deve ser desmontada a base aérea norte-americana situada nos arredores do país.

“No ano passado, eu preveni os funcionários da Embaixada dos Estados Unidos de que eles devem retirar a base em 2014, em conformidade com os compromissos assumidos”, declarou Atambaev, que atualmente ocupa o cargo de primeiro-ministro desse país da Ásia Central, citado pela agência Interfax.

A base aérea norte-americana foi instalada no aeroporto de Manas, nos arredores da capital quirguize, para servir de apoio às tropas que combatem no Afeganistão.

A Rússia, principal aliado do Quirguistão na região, vem há muito expressando insatisfação face à presença militar americana nesse país.

Durante a campanha eleitoral, Atambaev defendeu também a adesão do seu país à  União Alfandegária, constituída pela Rússia, Bielorrússia e Cazaquistão.

Atambaïev ganhou as eleições presidenciais  à primeira volta com 63 por cento dos votos, resultado contestado por alguns candidatos da oposição, mas reconhecido pelos observadores internacionais.

6 comentários:

Anónimo disse...

Uma verdadeira chatice quando a democracia não funciona a nosso favor.

Zhirinovsky Iskander! disse...

Essa base vai ser fechada porque os americanos estão retirando suas tropas do Afeganistão... Enquanto precisava, a América tratou o Quirguistão muito bem,mas agora que não precisa mais, vai jogar o Quirguistão as traças!

nunes disse...

zhrinovsky, você é meio gordinho, hein? e que casa feia essa tua!

Só não vai entrar numa escola e matar todo mundo como fez aquele que era fanático pelos regimes islâmicos. Tenho medo!!! hahaha

Wandard disse...

A base deixou de ser um interêsse estratégico para os Estados Unidos, as diversas limitações operacionais impostas pela Rússia, comprometeram os objetivos da existência desta, desde que Putin assumiu o poder, visto que a Otan tinha de se submeter a ter os comboios que abasteciam as tropas no Afeganistão escoltados pela Rússia. Já vai tarde seu fechamento.

Anónimo disse...

O Quirguistão é um país muito pobre e só tem a perder se estiver dum lado só (Rússia ou Eua). O melhor é ser independente e buscar mais contactos com a China e Índia e "evitar" estar na polarização Eua x Rússia.

Jest nas Wielu disse...

off top

Nesta página Web russa http://lists.memo.ru estão reunidos os dados sobre mais de 2 600 000 vítimas das repressões estalinistas, de todo a URSS