terça-feira, novembro 01, 2011

Ministro dos Negócios Estrangeiros russo critica atitude de Ocidente contra manifestantes anti-Wall Street

A atitude do Ocidente face aos participantes das ações anti-Wall Street mostra que as autoridades seguem a política do “comportamento dúbio”, declarou Serguei Lavrov, numa conferência de imprensa.
“Tendo direito a fazer-nos perguntas, os nossos parceiros ocidentais não querem discutir os seus próprios problemas. Mas eles têm numerosos problemas e o seu númerto aumenta. A forma como tratam, por exemplo, os participantes das ações anti-Wall Street ilustra claramente que toda uma série dos nossos colegas e parceiros dos países ocidentais têm um comportamento dúbio”, precisou o ministro russo dos Negócios Estrangeiros.
Vinte manifestantes anti-Wall Street foram detidos na cidade de Denver (Colorado, oeste dos EUA) por desobedecer as ordens policiais para retirar as barracas instaladas sem autorização, informa o jornal The Denver Post.
A polícia utilizou gás de pimenta e balas de borracha contra os ativistas do movimento Occupy Denver no Centro Cívico da cidade.
Dois manifestantes foram detidos que retiraram um policial de sua motocicleta e agrediram outros oficiais. Vários foram acusados  de desordem pública.
Os confrontos aconteceram na tarde de sábado, quando a polícia tentou desalojar um grupo de manifestantes do Capitólio, área vetada a protestos não autorizados.
Outras detenções aconteceram em Nashville, Tennessee (sul), mas um juiz local se recusou a enviar os manifestantes para a prisão, com base no direito de livre expressão, e todos foram liberados.
O ministro russo acusou também os Estados Unidos de não serem “completamente sinceros” face à questão da instalação do sistema de defesa antimíssil na Europa.
“O facto de os Estados Unidos não quererem garantir juridicamente que o sistema americano de defesa antimíssil europeu não irá ser apontado contra a Rússia mostra que os nossos parceiros não são completamente sinceros”, precisou.
“Isso diverge com os acordos conseguidos tanto nas cimeiras bilaterais russo-americanas, como no quadro do Conselho Rússia-NATO, incluindo a cimeira de Lisboa no ano passado, acordos de que iríamos trabalhar em conjunto. Foram dadas ordens, mas não foram cumpridas”, acrescentou.
“A situação é séria e, durante os contactos ao nível de presidentes da Rússia e dos estados unidos, ao nível do nosso dirigente com os colegas dos principais países da NATO, levantaremos obrigatoriamente este problema, pois é preciso tomar decisões definitivas”, concluiu.
P.S. O dito Ocidente cada vez tem menos autoridade moral para dar lições aos outros no que diz respeito aos direitos humanos, à igualdade de oportunidades, etc., o que não promete nada de bom.

3 comentários:

Zhirinovsky Iskander! disse...

A América apoia manifestações para derrubar regimes que não simpatizam com seus interesses, e em seu próprio território democrático, prende e tortura manifestantes!

Grande exemplo de democracia... Propaganda enganosa! A mídia americana manipula as pessoas, vendem a imagem de que a América é livre, mas é talvez, uma das maiores e mais cruéis ditaduras da história.

Com relação ao Escudo Anti-Mísseis, o alvo deste sistema será a Rússia, pois em 2012, quando Putin assumir o poder, a Rùssia vai apertar o cerco contra essas atrocidades que estão ocorrendo sob regência da NATO.

Putin já disse que não irá mais admitir intervenções ocidentais em países do Oriente Médio. Por isso, á partir de 2012, a Rússia irá começar á endurecer o tom de voz no cenário geoestratégico, e por isso, a América e seus aliados estão instalando sistema anti-mísseis, prevendo uma guerra termobárica total contra a Rússia.

Anónimo disse...

O ministro é um hipócrita. Na Rússia a oposição mal pode se manifestar e as ruas de Moscovo são fechadas a manifestações.

Anónimo disse...

Acho que quel não pode dar lições de moral de como lidar com manifestantes é a Rússia. Basta qualquer inciativa da oposição ou de grupos de defesas do direitos dos homossexuais que polocia desce o KCT! Realmente estes russos não tem espelho em casa!