quinta-feira, março 15, 2012

Putin concedeu dias feriados quando tomar posse do cargo de Presidente em Maio

Vladimir Putin, primeiro-ministro e Presidente eleito da Rússia, assinou um decreto que aumenta o número de feriados no início do mês de maio, quando toma posse do cargo.
“Tendo em conta que as pessoas manifestaram interesse por mais dias livres para irem para as hortas, proponho que o dia feriado de 5 de maio passe para segunda feira, dia 7, e do sábado de 12 de maio para terça-feira, 8 de maio”, anunciou Putin numa reunião do governo.
“Desse modo, teremos quatro dias feriados. Seis, sete, oito e nove. Já assinei o decreto”, acrescentou.
Os russos irão também descansar nos dias 29, 30 de abril e 1 de Maio.
A oposição interpreta esta decisão de Putin de aumentar o número de feriados para enfraquecer o poder de mobilização dela no dia 7 de maio, quando ele toma posse do cargo de Presidente da Rússia.
Os moscovitas sairão da cidade para as casas de campo ou aproveitarão esses feriados para fazer mini-férias no estrangeiro.

5 comentários:

Голос революции disse...

Grande jogada. Quem não gosta de um feriadinho?

Putin é um estrategista de primeira!

PEDRO disse...

Nós por cá, os nossos sangue-sugas, se pudessem cortavam os feridos todos em nome da tal "competividade", palavra que os nossos badamecos do governo e outros lambe-botas adoram pronunciar. Mas não sabem minimamente o que estão a dizer. Dizem apenas porque outros disseram.

Jest nas Wielu disse...

E baixou os preços da vodka?

Europeísta disse...

Jest,
ele deveria destribui-las de graça entre a população mais pobre como faz todo o bom populista ordinário e de segunda.

Jest nas Wielu disse...

A ideia não é má de tudo, mas como o país já não é comunista, o mais aconselhável é baixar os preços da branquinha, ou caso contrário a populaça irá se abastecer nos líquidos anti-congelamento.