terça-feira, maio 29, 2012

Cuidado com "tradutores" vigaristas!

    Nos últimos tempos, vários empresários portugueses contactaram-me para ouvir a minha opinião sobre  as potencialidades do mercado russo. Tento ajudar dentro das minhas humildes possibilidades, mas não é disso que pretendo falar.
         Durante estas abordagens, uma das primeiras perguntas que faço é se as empresas portuguesas interessadas em entrar no mercado russo ou atrair turistas russos para Portugal têm página em língua russa. Como se trata de empresas lusas de peso, todos me respondem que sim e aconselham-me a visitá-las. Não imaginam os leitores as verdadeiras aberrações com que deparo. As traduções de português para russo são absolutamente inaceitáveis, de uma qualidade muito baixa, para não dizer pior...
      Podem dizer-me que a culpa é dos empresários portugueses que, para pouparem dinheiro, utilizam o tradutor do google, mas não é verdade. Essas traduções custam milhares de euros e são feitas por agências que dizem "estar acreditadas junto da Embaixada da Rússia em Lisboa". Mas não quero acreditar que a Embaixada da Rússia saiba dessas aberrações.
     Não vou citar nomes de empresas portuguesas, por razões óbvias, mas posso dizer que as falcatruas com traduções do russo para português são mais frequentes no Algarve. Existem aí "agências credenciadas" que recebem quantias que deviam ser pagas por traduções como "Guerra e Paz" de Tolstoi ou "Crime e Castigo" de Dostoevski, mas o produto final fica muito abaixo de qualquer expectativa, é uma valente porcaria que só não faz corar pessoas desonestas.
     Por vezes, fico com a impressão que essas "agências acreditadas de tradução" têm por objectivo desacreditar e desprestigiar as empresas portuguesas que recorrem aos seus ofícios.
      Alguns leitores podem pensar que este texto se pode dever ao facto de eu andar à procura de mais trabalho, mas quero desde já deixar claro que não entro na área das traduções de português para russo, pois a língua russa não é a minha língua pátria. Essa tarefa deixo aos bons tradutores russos.
       Sei que a representação da AICEP na Rússia dá apoio aos empresários portugueses neste campo, aconselhando bons tradutores. Por isso, antes de entregarem a imagem das vossas empresas nas mãos de "agências credenciadas", consultem os conhecedores da matéria. Desse modo, os potenciais clientes russos não perderão toda a vontade de fazer qualquer negócio ou férias no nosso país depois de lerem as primeiras linhas das "traduções credenciadas".
           

2 comentários:

1shostak disse...

Tem toda a razão, eu recentemente visitei a página duma empresa portuguesa de corretagem financeira. A versão russa desta página surpreendeu-me negativamente pela qualidade da tradução. Entrei em contacto, com a empresa, informei que versão russa parecia ser seita em Google translate. O responsável da empresa respondeu que “a tradução foi feita pela empresa especializada russa”, e que iriam verificar a situação

1shostak disse...

Tem toda a razão, eu recentemente visitei a página duma empresa portuguesa de corretagem financeira. A versão russa desta página surpreendeu-me negativamente pela qualidade da tradução. Entrei em contacto, com a empresa, informei que versão russa parecia ser seita em Google translate. O responsável da empresa respondeu que “a tradução foi feita pela empresa especializada russa”, e que iriam verificar a situação