sábado, abril 12, 2014

Ucrânia: “radicais” vs “anti-fascistas”


Texto enviado por Dmytro Yatsyuk:
"Continuando na procura dos míticos radicais ucranianos, os que ninguém viu mas que costumam assustar uma certa esquerda europeia e mundial, deparamos com alguns indivíduos que merecem toda a atenção dos defensores dos direitos humanos universais.

No dia 6 de abril, os separatistas em Kharkiv atacaram e espancaram um grupo de cidadãos, acusados por eles de serem radicais, assassinos e membros do Sector da Direita. Entre as vítimas estava Serhiy Melnik, doutorado em ciências físico-matemáticas, investigador do Instituto de Física radiológica e eletrónica de Kharkiv.

Dr. Melnik considera que teve a sorte, outros colegas seus foram menos sortudos, uns tiveram o traumatismo craniano, uma pessoa perdeu alguns dentes, vários simplesmente foram espancados (os pormenores do ataque separatista).

Quer o Dr. Melnik, um dos autores do livro Random Finite valued Dynamical Systems Mathematics (Cambridge, 2009), quer outros ativistas ucranianos não tinham nenhuma ligação ao Setor da Direita, o próprio Setor também deixou claro que os cientistas ucranianos não são os seus membros (Pravda.com.ua).

Quem tiver as suas dúvidas e dado que o livro poderá não estar disponível na livraria ou biblioteca mais próxima, poderá ler os artigos escritos pelo Dr. Serhiy Melnik que serviram da base na preparação do seu trabalho académico:

Os “anti-fascistas”

No último dia 14 de março, no centro da cidade em Kharkiv, foram registados diversos confrontos entre as forças ucranianas e separatistas. Um dos participantes ativos do conflito do lado separatista, como informam os utilizadores de Facebook, foi o cidadão russo Anatoliy Iermakov (no cento da foto à esquerda). Conhecido pela sua luta sem quartel contra os “nacionalistas ucranianos”, Iermakov não dispensa as outras ideologias, como atestam as fotografias, colocadas por ele nas diversas redes sociais, escreve Glavnoe.ua"

8 comentários:

PortugueseMan disse...

https://www.youtube.com/watch?v=WX9UYLJ5XC8

russos. uma invasão de russos...

num país de quase 50 milhões de habitantes, não conseguiam arranjar este gente toda.

Só podem ser russos.

Pippo disse...

Para satisfazer a curiosidade e, sobretudo, para suprir a cegueira, visual e não só, do nosso banderista tropical (e "jornalista") de serviços, cá vão umas imagens dos tais "míticos radicais ucranianos, os que ninguém viu":

http://ru.tsn.ua/ukrayina/vo-lvove-proshel-marsh-pamyati-voinov-divizii-galichina.html

http://www.a-w-i-p.com/media/blogs/articles/2/K/UKR_Coup_in_Ukraine_svoboda_77.jpg?mtime=1393316694

http://outraspalavras.net/wp-content/uploads/2014/02/2.jpg

http://3.bp.blogspot.com/-SfvRAMPZJZU/UwVMpI6wOxI/AAAAAAAACGg/umPBxiX0kN4/s1600/3.jpg

http://3.bp.blogspot.com/-KzuuwS_ICQU/UwVMpllbtVI/AAAAAAAACGs/9SA-MY8WTms/s1600/4.jpg

E aqui, os amigos do nosso amigo Dmytro nas montanhas do Cáucaso:
http://2.bp.blogspot.com/-qjCe57BeUdg/UyN2qXtWNVI/AAAAAAAAA1w/v7mhx5MM1wU/s1600/f_2618881.jpg

E por fim, já agora, um comunicado da “Borotba”, que são os anti-fascistas ucranianos:

http://revolution-news.com/communique-euromaidan-borotba-union-center-antifascist-resistance/

Mas em breve, conto expor mais situações interessantes quanto a este respeito.

Anónimo disse...

Pobre Dymitro, a Crimeia já era e ele ainda não sabe!

E o Leste irá voltar para a Rússia, e ele ainda não percebeu isso!

chukcha disse...

Alguém devia dizer ao Jest, e aos saudositas das valas da Valónia, que esse spin é escusado. Viu-se nos cartazes da crimeia, está-se a vêr na bacia do Donetsk, em que proclamaram uma Republica Popular, cantaram a internacional e tal...

Mas antes perderem tempo com isto, que outras coisas, como meterem-se na droga, ou obrigar as polacas a correr nuas pelas ruas...

chukcha disse...

Além do mais há uma forma simples de destinguir os fascistas dos anti-fascistas.

Usa fita São Jorge - Anti-fascista
Arranca fitas de São Jorge e bate em quem as usa - Fascista

https://twitter.com/rubenglez/status/454244197290086400/photo/1

Gilberto disse...

Esse Jest não é "sério".

Paulo disse...

A confusão sempre foi aliada dos extremistas e os soviéticos (melhor forma de designar os extremistas fascistas russos) sabem perfeitamente disso.

A dissimulação, a mentira, o engano, sempre foram a principal arma tanto dos nazistas alemães quanto dos comunistas russos.

Por isso não é de estranhar que a propaganda do regime fascista russo, faça tudo para gerar a confusão e acuse tudo e todos de serem perigosos membros da extrema direita.

E nem é preciso ir à Russia para encontrar estas viuvas de Estaline, que continuam com azia desde que o glorioso sistema soviético se afogou na sua própria lama.

É só procurar nas caixas de comentários para ver as velhotas soviéticas ...

É triste, mas o mundo não mudou nada.

Pippo disse...

Olha aqui mais um "democrata" que apoia o "governo legítimo" da Ucrânia.
"Ucrânia para os ucranianos" (leia-se, os do Oeste!):

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=SGdiwQo8vAM