quinta-feira, abril 21, 2016

Ciclo de aulas na UNIVERSIDADE AUTÓNOMA DE LISBOA pelo Doutor José Milhazes

Ciclo de aulas na UNIVERSIDADE AUTÓNOMA DE LISBOA pelo Doutor José Milhazes.
Calendário: Início a 11 de Maio de 2016 e fim a 14 de Junho de 2016.
Horário: às 3ªas e 5as feiras das 18h30 às 20h30
A região do Mar Báltico sempre foi uma das regiões estratégicas do Velho Continente, onde, em diferentes épocas, se defrontaram vários impérios. Sem o conhecimento pormenorizado da história desta região, será muito difícil compreender, por exemplo, o estado actual das relações entre a União Europeia e a Rússia, entre esta e a NATO.
O Mar Báltico foi também uma via que ligou Portugal ao Norte da Europa durante séculos. Daqui era exportado vinho, azeite e sal, em troca recebíamos mel, cera e peles. Mas nessa região ilustres portugueses deixaram marcas: a Universidade de Vilnius foi fundada por um português e outro nosso conterrâneo construiu o Porto de Tallinn.
São estes e outros temas que irei abordar num ciclo de 10 aulas abertas (20 horas) na Universidade Autónoma de Lisboa. Calendário: Início a 11 de Maio de 2016 e fim a 14 de Junho de 2016.
Horário: às 3ªas e 5as feiras das 18h30 às 20h30
Pagamento Único: 65 euros
Curso grátis para actuais alunos da UAL e desconto de 10% de desconto para antigos alunos.
No final do ciclo de aulas, os participantes receberão um certificado de participação.
N.B. A inscrição é obrigatória, sendo para isso necessário apenas o Cartão de Cidadão e pode ser feita aqui: http://autonoma.pt/academy/…  

4 comentários:

Anónimo disse...

Caro José Milhazes, voçê é doutorado em quê? E em caso afirmativo , onde ?

José Milhazes disse...

Sou licenciado em História pela Universidade de Moscovo e doutorado na mesma ciência pela Faculdade de Letras da Universidade de Moscovo. Pode encontrar dados mais precisos no meu CV disponível na Internet. Cumprimentos.

Anónimo disse...

E o curso foi pago pelo partido comunista, também pode ver no CV do ex. camarada Milhazes.

Anónimo disse...

E o curso pago pelo partido comunista, näo publica?