quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Contenda entre Geórgia e Rússia chega à Eurovisão



O conjunto “Stephane & 3G” (na foto), que irá representar a Geórgia no Festival da Canção da Eurovisão, cuja final se realizará na capital russa no mês de maio, vai interpretar uma canção já considerada “anti-russa” pela agência Interfax.
A letra da canção em inglês “We don’t wanna put in” está a ser interpretada como um ataque ao primeiro-ministro Vladimir Putin, podendo ser interpretada como “Nós não queremos Putin”.
A interpretação da canção pode ser vista em http://www.youtube.com/watch?v=t7sm9OZM0l4
A decisão de enviar o grupo “Stephane & 3G” para representar a Geórgia no Concurso da Eurovisão foi tomada ontem à noite, após a realização de um concurso interno.
“Considero que está canção causará impressão em Moscovo, porque, além de conter mensagens políticas particulares, soa bem ao ouvido”, declarou o presidente do júri, o produtor britânico Steven Bud.
A final do Festival da Canção da Eurovisão terá lugar a 16 de Maio em Moscovo.
Em Agosto passado, Moscovo enviou tropas suas para a Geórgia a pretexto de proteger os cidadãos russos residentes na Ossétia do Sul, região separatista georgiana. Após cinco dias de combates, tropas russas ocuparam não só a Ossétia do Sul e Abkházia, outra república separatista georgiana, bem como parcelas do território da Geórgia propriamente dito.
Em Setembro, o Kremlin reconheceu a independência desses dois territórios.

17 comentários:

ABC / KREMLINO disse...

hahaha
JM, que pepineira. A canção é horrível, tipo disco, anos 70, terceira categoria e a letra não significa nada. Put in what? Eu sou bilingue e sei que isto não é inglês.
Ok. É para chatear o Czar. Então porque não "we don't wanna any Abba put in"? essa fazia sentido , era inglês e o chefe ficava fulo.
hahahaha
Desde que toda a gente canta em inglês na Eurovisão, é uma desgraça. Pior ainda, a Rússia ganhou no ano passado com uma canção escrita por um americano. Digamos que há aqui uma certa justiça...musical. Mas, á parte disto e a sério, a Geórgia não tem salvação.

Anónimo disse...

Nós por cá também temos a concurso no próximo dia 28 de Fevereiro uma música de ir às lágrimas: "yes, we can" da Luciana Abreu. Arriscamo-nos a enviar isto a Moscovo! Música na eurovisão? Música não é certamente, mas política parece que sim. Que falta de imaginação!

Jest nas Wielu disse...

Uma notícia maravilhosa, é para divulgar já!!!

Anónimo russo disse...

Um bom sinal para a Geórgia vai ser, quando eles começarem a cantar "não queremos Saakachvili". Realmente. Mas por enquanto, infelismente, alguns dos seus artistas mais famosos continuam a rogar pragas a Rússia "intransigentemente" (sem fechar, no entanto, os seus restaurantes em Moscovo). Se não fossem esses restaurantes e outras coisas, até podiam contar com uma certa compaixão do nosso lado.

Ou Kikabidze já fechou o seu restaurante de acordo com os seus "princípios"? :) Duvido.

MSantos disse...

Só espero que a apresentação/locução seja feita pelo mítico Eládio Clímaco

:o)

Cumpts
Manuel Santos

Pippo disse...

Eládio Clímaco ao poder JÁ!!! :o)

Kremlino/ABC disse...

Quando uma amiga minha, grande fâ de Putin, diz ao ver as fotos de ontem: "Coitadinho, está tão tristinho por causa da canção da Geórgia", algo está pôdre no reino do Czar. Parece que lhe rogaram uma praga com música, é ABBA, é Geórgia Eurovisiva, e o desgaste de imagem é notório.Tenho muita pena.Eu gosto do homem, não é segredo. Sempre tive por ele respeito e admiração. Nunca comprei a ideia de que é um diabo rodeado de santos e agora estou a concluir que os diabos maiores são os que o rodeiam. É tipo guarda-chuva. Os outros mamam e ele paga a conta e cala e fica com a má fama. E isto deve ser em tudo, não só no mulherio...
Resumindo: que andam estes FSBs a fazer, metidos em blogues inofensivos em vez de descobrirem quem anda a sacanear o patrão? Ou já nem será ele o patrão?
A minha amiga diz que se ele vier a Portugal fica logo melhor, do que precisa é de Sol e desanuviar daquela claustrofobia russa.
Se calhar, valeria a pena pensar no assunto. Se for o caso, a minha amiga terá todo o prazer em servir de cicerone. Eu dou o contacto. A sério !

Anónimo russo disse...

Kremlino/ABC

O que tu dizes aqui, mostra a tua ignoráncia total da Rússia. Se qualquer russo te parece agente do FSB, está na hora de ir ao medico, camarada. E o último czar russo foi morto no início do sec XX, se tu não sabias.

Anónimo russo disse...

P.S.

Não fales daquilo que não entendes, sai ridículo e mostra a falta de educaão.

Anónimo disse...

nao percebo porque é que os russos ficam incomodados com o que vem daquele micro-estado chamado geórgia.
os russos têm de aprender a conviver com melgas, por mais incomodo que seja, elas existem(metem nojo, mas não se podem evitar)

só um pormenor..
quando se iniciou a guerra(LOOL) entre a rússia e geórgia algumas pessoas pensavam que era piada, ninguem no seu perfeito juizo, realmente, consegue imaginar uma guerra entre a rússia e a geórgia, e eu compreendia essas pessoas, é que é abstrato demais, so serve mesmo para ocupar tempo de gente que nao tem nada para fazer da vida(como parte significativa dos comentadores deste blogue).

agora factos;
A géorgia é uma entidade INSIGNIFICANTE no mundo, o que se passou é um alerta para os PSICOPATAS que andam por aí e que ousaram arriscar uma guerra Nuclear por causa de NADA. Esta crtitica aplica-se sobretudo aos dirigentes norte-americanos, mas tambem aos dirigentes russos que t~em de agir mais com o cerebro e menos com o coração.
Eu compreendo a rússia, é um país com sentimento nacional, mas eu sugeria que deixassem de ligar a merd**

eu como portugues, tenho a dizer aos russos que por mim, se os georgianos vós colocarem em risco, ou se tornarem uma ameaça para a vossa segurança, podem arrasar esse país do mapa, não pensem que os ocidentais são estupidos que pretendem uma guerra pro causa de mer**
na verdade, deste lado, existe muita gente como o sr. milhazes que vivem em mundos virtuais e não compreendem o mundo em que vivem, mas quem sai para fora de casa e sabe das coisas não pensa assim.

vicente

Anónimo disse...

ha!

o festival eurovisão ha muito que deixou de o ser.
É um espectaculo de tv no qual os cantores não representam o povo nem vice versa.

aquilo está mais para o circo do que para a musica.

vicente

ABC/KREMLINO disse...

FSB:
vai embora daqui, que eu agora trabalho para a CIA. Pode ser que o boss te mande de férias para o Brasil. Boa viagem.

Jest nas Wielu disse...

A tentativa do Vicente ser mais putlerista do que o próprio puten não deixa de ser cómica, embora é bastante dolorosa. Veja lá quem é que fala das “pulgas” e dos países a quem Europa Ocidental não irá ligar. Pois, pois, parece que há nas província lusa muitos horticultores com o cartão do PCP no bolso...

p.s. vários usuários da Internet russa prometem votar no Stephan & 3G!

p.p.s. antes que o país deles passará de domínio ru para o domínio rf, com uma censura mais apertada do que na China....

Anónimo russo disse...

Jest

"p.s. vários usuários da Internet russa prometem votar no Stephan & 3G!"
Prometeram a ti pessoalmente?

Jest nas Wielu disse...

A promessa dos vários usuários russos em votar na Geórgia pode ser vista nas páginas da discussão no Live Journal do blogger drugoi, nomeadamente aqui (http://drugoi.livejournal.com/2870324.html), caso alguém fazer um levantamento honesto, verá que várias pessoas disseram que vão votar na belíssima canção chamada “We don’t wanna put in” (salvo erro, no 2 ou 3 filme do Harry Potter, figurava o elfo Dobby, que todos os “pocriotas” viram como a “caricatura” e “falta do respeito” contra o Ganda Lider, querem que vós lembro com as fotografias e tudo, ou já se recordam?).

Anónimo russo disse...

Jest nas Wielu disse...
A promessa dos vários usuários russos em votar na Geórgia pode ser vista nas páginas da discussão no Live Journal do blogger drugoi, nomeadamente aqui (http://drugoi.livejournal.com/2870324.html), caso alguém fazer um levantamento honesto, verá que várias pessoas disseram que vão votar na belíssima canção chamada “We don’t wanna put in”


Ainda não li até ao fim, mas ainda não encontrei nenhuma promessa. As pessoas russas se divertem, discutem a canção, sem muita política, mas logo aparecem alguns representantes dos "ofendidos" pela Russia, e aí começa o "regime", o "putinismo" e simplesmente insultos. Relaxem.

Anónimo russo disse...

P.S. Por sinal, fala-se muito da má qualidade da canção do opnto de vista musical. E do lado dos russos, como sempre há muito menos hostilidade, do que do lado dos "ofendidos".