segunda-feira, março 30, 2009

O copo está meio cheio ou meio vazio?

As autoridades russas não estão de acordo com as previsões do Banco Mundial no que respeita ao desenvolvimento económico da Rússia em 2009, segundo as quais o Produto Interno Bruto poderá descer pelo menos 4,5 por cento, declarou hoje Igor Chuvalov, primeiro vice-primeiro ministro do Governo russo.
“Não estamos de acordo com essa previsão, encarregamos os nossos peritos de a submeter a uma análise”, acrescentou.
O Banco Mundial (BM) prevê uma queda de pelo menos 4,5 por cento do Produto Interno bruto (PIB) da Rússia em 2009, devido à crise económica mundial e à descida do preço do petróleo.
"Com perspectivas financeiras mundiais muito agravadas e os preços do petróleo em torno dos 45 dólares o barril, a economia russa vai provavelmente sofrer uma contracção de 4,5 por cento em 2009, ou mais", prevê o Banco Mundial num estudo hoje divulgado em Moscovo.
Na sua última avaliação, em Novembro, o BM previa ainda um crescimento de 3 por cento do PIB russo.
"A amplitude desta revisão reflecte a deslocação da economia mundial entretanto ocorrida", refere o estudo do banco, cuja previsão aponta para um recuo de 1,7 por cento do PIB à escala mundial em 2009.
Para a Rússia, são os dois primeiros trimestres de 2009 que se anunciam como os mais difíceis.
Mas as "esperanças iniciais de que a Rússia e outros países se recompusessem rapidamente já não parecem prováveis", sublinha.
Face à crise, as autoridades enfrentam um "duplo desafio": conter o impacto social apesar de um orçamento retraído e gerir uma nova vaga de pressão sobre o sector bancário, nota o Banco Mundial.
"A rapidez do ajustamento do mercado do trabalho da Rússia foi impressionante" e traduziu-se numa escalada do desemprego (segundo as normas da Organização Internacional do Trabalho) de 8,9 por cento em Fevereiro de 2009, contra 8,1 por cento em Janeiro e 5,4 por cento em Maio de 2008, nota o documento.
Enquanto isso, "a posição orçamental agravou-se consideravelmente e a margem de manobra reduziu-se rapidamente, limitando as opções do governo por novas medidas de relançamento orçamentais”.
Elvira Nabiulina, ministra do Desenvolvimento Económico, previu para o ano corrente uma contracção do PIB da ordem dos 2,2 por cento, recordou Chuvalov.
“Ao prognosticar uma queda de 4,5 por cento, o Banco Mundial apoia-se no preço do barril de crude a 45 dólares, o que é superior ao número preconizado pelo Ministério do Desenvolvimento Económico: 41 dólares por barril”, frisou o primeiro vice-primeiro-ministro russo.

13 comentários:

PortugueseMan disse...

O copo está meio cheio ou meio vazio?

Era o que toda a gente queria saber, Banco Mundial incluido.

Ainda estamos no início da recessão? estamos a meio? estamos perto do fim?

Como ninguém sabe disso, andamos ao sabor do vento.

tiagopereira disse...

Aqui vai um comentário muito offtopic.

Caro PortugueseMan:

Os seus posts são difíceis de ler. Não por causa do conteúdo, mas porque faz múltiplos parágrafos e inclui um grande espaço entre frases. Isto distrai a maioria das pessoas que os tentam ler. Talvez seja a sua opção estilística, mas permita-me sugerir que faça menos parágrafos. Porque eu gosto de ler os seus posts, e quando são longos torna-se difícil seguir um texto pouco estruturado.

PortugueseMan disse...

Caro tiagopereira,

Vou tentar.

Realmente tornou-se um hábito para mim escrever assim ao longo dos anos no Expresso Online.

Havia pessoas que escreviam tudo de seguida e eu sempre tive dificuldade em ler textos compridos e tentei que os meus não fossem tão dificeis de ler por outros.

Confesso que para mim, a ideia que tenho de negativo quando escrevo até nem é os múltiplos parágrafos/espaçamentos, é pelo facto de me alongar demasiado no que tenho a dizer. Muitas vezes tenho dificuldade em condensar a informação que quero transmitir, principalmente por duas razões, porque me entusiasmo a falar e conseguia desenvolver muito mais o assunto e por recear não conseguir transmitir a ideia tal como a quero fazer passar.

Mas vou tentar.

Cumprimentos,
PortugueseMan

PortugueseMan disse...

Caro José Milhazes,

Nem a propósito. Apareceu na Novosti informação sobre o sukhoi super jet.

http://en.rian.ru/photolents/20090331/120829076.html

TWO Sukhoi SuperJet-100 medium-haul airliners have landed at Tolmachyovo airport...

The plane manufacturer earlier said the first Superjet 100 aircraft had made 40 test flights, clocking a total of 100 hours, and that a total of four planes would take part in the certification program, which should be completed in the third quarter of 2009.

PortugueseMan disse...

Caro José Milhazes,

Relativamente à "moeda mundial" e seguindo a minha linha de pensamento de que um dos objectivos da Rússia é atacar o dólar de modo a enfraquecer a estrutura económica americana, tendo com uma das consequência o enfraquecimento da estrutura militar, acho muito importante esta nova notícia:

Russia backs return to Gold Standard to solve financial crisis

Russia has become the first major country to call for a partial restoration of the Gold Standard to uphold discipline in the world financial system...

http://www.telegraph.co.uk/finance/financetopics/g20-summit/5072484/Russia-backs-return-to-Gold-Standard-to-solve-financial-crisis.html

Como deve saber os EUA desligaram-se do ouro em 1971.

Voltar ao ouro, era atirar os EUA para o fundo do poço.

Se adicionarmos isto ao facto de estarmos assistir em simultâneo à tentativa de abandono do dólar para transações de petróleo, podemos concluir que estamos no início de uma nova guerra. Uma guerra económica que se pode estender a algo de muito feio e perigoso.

ricardo disse...

Banco mundial previu uma contração para o Brasil de 4% na economia, acho essa previsão furada!

Gilberto Mucio disse...

Para o Brasil, previu crescimento de 1,2 %.

Anónimo disse...

Há uma reportagem na Russia Today sobre a escravatura das mulheres russas. Ainda bem que se fala nisso.

Gilberto Mucio disse...

Correção:

Segundo o BM, a previsão é de crescimento positivo de 0,5%, e não 1,4% como falei anteriormente.

Acho razoáveis as estimativas, baseadas em dados que temos hoje.

Porém, as estimativas podem mudar -- para pior ou melhor -- pois estamos num período de muita volatilidade.

http://www.tvi24.iol.pt/economia/portugal-pib-banco-mundial-crise-economia-contraccao/1053559-4058.html

PortugueseMan disse...

Gilberto Mucio disse,

Só conheço essa previsão pelo banco central do Brazil, tem algum link para declaração idêntica do Banco Mundial?

PortugueseMan disse...

Fica sem efeito o meu pedido.

Gilberto Mucio disse...

Olhe o link que postei, PortugueseMan.

Segundo o Banco Central é de +1,4%; e o DM, é de +0,5%.

Francisco disse...

Muito más noticias para a Ucrânia e para a U.E. .
O Jornal Vedomosti trás hoje a noticia que a Gazprom está a negociar com a Companhia Nacional de Petróleos do Azerbaijão a compra do gás produzido já a partir do próximo ano.
Se tal acontecer o Nabuco perde viabilidade se o Irão não entrar no negócio.
Cin.naroda