segunda-feira, abril 27, 2009

Russos tentam fechar porta à gripe suína


O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, assinou hoje um documento que cria uma “comissão governamental para impedir a entrada da chamada gripe suína no território da Rússia”, declarou Dmitri Peskov, porta-voz do Governo russo.
Segundo Peskov, a comissão será dirigida por Victor Zubov, primeiro vice-primeiro-ministro, e é composta por Guennadi Onischenko, chefe dos Serviços Sanitários da Rússia, por Serguei Dankvert, chefe do Controlo Sanitário Agrícola da Rússia, bem como representantes do Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Serviço Alfandegário da Rússia.
“A comissão já começou a trabalhar, já estão a ser concretizadas medidas com vista a impedir a entrada e difusão da febre suína na Rússia, acrescentou Peskov.
Guennadi Onischenko já anunciou a implantação de medidas especiais de controle nos aeroportos para os passageiros provenientes da América do Norte, especialmente do México, tendo em vista travar o surto de gripe suína.
Além disso, a Rússia proibiu a importação de carne do México e de vários Estados norte-americanos.
"As autoridades máximas da Rússia estão completamente informadas sobre a situação com a gripe suína", disse Onischenko em declarações ao canal de televisão russo "Vesti".
Ele acrescentou que se tomou a decisão de reactivar os grupos de especialistas que actuaram em 2005 e 2006 devido à gripe das aves.
O médico ressaltou que na Rússia "por enquanto, não foram registrados casos de gripe suína" em seres humanos.
Oleg Kissilov, director do Instituto da Gripe de São Petersburgo, declara que “nas pessoas não foram detectados indícios de imunidade ao vírus da febre suína”.
Ele assinalou que o vírus do tipo H1N1 circula tanto no homem, como no porco, mas acrescenta que “pelos vistos, o México enfrenta um híbrido seu”.
“Tem lugar interacção ao nível do aparelho genético desses vírus, o que leva à aquisição de novas propriedades anti-genéticas, aparece um vírus contra os quais não temos indícios de imunidade, embora ele faça parte do subtipo H1N1”, explicou o cientista à agência Ria-Novosti.
Porém, Guennadi Onischenko sublinha que “a febre suína não é mortalmente perigosa se o diagnóstico for feito rapidamente e a assistência médica for competente”.

A Humanidade vê-se mais uma vez frente a um desafio global, que deveria levar os povos e seus dirigentes a juntar esforços sérios e eficazes para travar essa epidemia. Se as grandes potências desviarem o dinheiro gasto em sete ou oito aviões militares ou mísseis, ele poderá ser suficiente para impedir que a gripe suína faça grandes estragos. Mas parece que a Humanidade não toma juízo. Um exemplo, segundo o jornal russo Kommersant, o Vietname está disposto a pagar quase 1,5 mil milhões de euros por seis submarinos que a Rússia tinha planeado vender à Venezuela, mas aos quais Caracas se recusou.

16 comentários:

Pippo disse...

JM, a Humanidade caracteriza-se mais pelo mal do que pelo bem que ela faz a si própria.

PortugueseMan disse...

"...Rússia tinha planeado vender à Venezuela, mas aos quais Caracas se recusou."

Recusou? recusou os submarinos? estou a achar muito estranho. Pode dar mais dados sobre o assunto por favor?

Jose Milhazes disse...

Caro PM, simplesmente a Venezuela tinha mais planos do que dinheiro. Promairamente, queria 9 submarinos, depois 2, depois 3 ou 4. É tudo o que lhe posso dizer.

PortugueseMan disse...

Ah, certo.

Mas não é bem uma recusa. Temos pelo menos duas causas para a situação da venda para a Venezuela, estar como está.

Uma a que foi referida por si. dinheiro. Fazer contas a 150/$ o barril não é a mesma coisa que fazer as contas a 50/$...

Outra é o modelo de submarino. Existe dúvidas sobre que modelo optar. A rapidez de entrega não está possível com os modelos mais modernos. Será que se justifica comprar o modelo intermédio ou aguardar mais um pouco pelo os mais modernos.

O de aguardar e dado a conjectura económica actual, parece-me o mais acertado.

antonio everardo disse...

Pensar que a Cidade do México é um excelente disseminador de virus dentre outros atributos, pela sua enorme densidade demográfica, pensamos quanto o USA abandonou durante décadas os seus quintais a impor ditaduras "revolucionárias". É isso mesmo, caro Milhazes?

Anónimo disse...

Milhazes:
Percebo o seu título, mas muito gostaria que tais títulos fossem modificados. Medidas são precisas, mas o virus é aéreo, ninguém o vai poder conter. Se calhar é desta que vai haver mesmo pandemia. Medidas sanitárias são precisas em todo o lado, mas a tentação da Rússia se fechar por tudo e por nada é um mau hábito. Medvedev afirmou que não haverá mais cortinas de ferro e como ele vai ser Presidente por muitos e bons anos (pelo menos é o que eu desejo)a tendência da Rússia será modernizar-se, abrir-se e cooperar. Neste caso de pandemias então, se não houver coordenação internacional, adeusinho. E é para ontem. A ver se alguém se mexe, ou fica tudo a ver o mal do vizinho até que lhe bata à porta? Nós aqui estamos feitos, porque já chegou a Espanha.
LW

Jose Milhazes disse...

Leitor LW, estou de acordo consigo. Os russos já se disponibilizaram para ajudar o México a combater a gripe suína. Não se fecham, porque sabe que isso é impossível.

Anónimo disse...

Milhazes:
excelente notícia essa. Assim é que é. Liderar é isso. Agora os outros países irão atrás. Não tinha conhecimento disso. Tem algum link que eu possa ler?

Anónimo disse...

todos os grandes países vendedores de armas, como a Rússia, deveriam ser punidos com uma peste que vingue as mortes que subsidiaram ao redor do mundo

Anónimo disse...

"todos os grandes países vendedores de armas, como a Rússia, deveriam ser punidos com uma peste que vingue as mortes que subsidiaram ao redor do mundo"

Se fosse assim os EUA eram os primeiros a serem varridos do mapa

Anónimo disse...

"todos os grandes países vendedores de armas, como a Rússia, deveriam ser punidos com uma peste que vingue as mortes que subsidiaram ao redor do mundo"

França e Inglaterra seriam os próximos de da lista.

Pippo disse...

E nós também não nos livrávamos: ainda no ano passado vendemos duas fragatas ao Uruguai, e continuamos a vender munições, etc.

Ministério da Saúde disse...

O Ministério da Saúde conta com uma página exclusiva (http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area.cfm?id_area=1534) na qual você encontrará respostas para todas as suas dúvidas a respeito da gripe suína. Além disso, você pode buscar mais informações no Disk Saúde 0800 61 1997. O Brasil está preparado para enfrentar os casos suspeitos e manterá a população bem informada!

Assessoria de Comunicação.
Ministério da Saúde

Anónimo disse...

Milhazes:
isto virou brasileiro mesmo. Até já o Ministério da Saúde por aqui anda! Serei eu o único tuga na sua terra por aqui?

Anónimo disse...

uahsuahsuash olha essa, a gripe suina confirmada no brasil http://www.noticiasbizarras.com.br/2009/04/comer-porco-da-sim-a-famosa-gripe-suina/

Anónimo disse...

Onischenko hizo un "travel advisory" respecto a España