quinta-feira, maio 28, 2009

Autoridades russas reagem ao "caso Alexandra"


O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia não comentou a recusa da concessão de vistos à família Pinheiro, mas considera que na imprensa russa e portuguesa estão a ser publicados artigos com “carácter abertamente provocatório”.
“Gostaria de dirigir-me aos jornalistas e órgãos de informação russos para darem a possibilidade à pequena russa, que, devido à força das circunstâncias, foi privada da possibilidade de contactar com a mãe e outros parentes, de se habituar calmamente ao novo meio e aos parentes novamente adquiridos”, declarou Andrei Nesterenko, porta-voz do MNE da Rússia, numa conferência de imprensa em Moscovo.
“Trata-se do destino de uma criança concreta, que não deve ser transformado em mais um reality-show”, acrescentou.
Nesterenko assinalou que “nos últimos tempos, nos órgãos de informação russos e portugueses foram publicados numerosos artigos sobre o regresso à pátria da cidadã russa Zarubina com a filha Alexandra, e alguns deles têm um carácter abertamente provocatório”.
O porta-voz da diplomacia russa não comentou o facto de a Embaixada da Rússia em Portugal ter recusado o visto de entrada no país ao casal Pinheiro e ao seu advogado, que deveriam participar num programa televisivo.
Andrei Nesterenko afirmou que os órgão da segurança social da Rússia estão a tomar todas as medidas necessárias para que os interesses de Alexandra não sejam violados.
Alguns órgãos de informação russos chamam a atenção para o facto de estas palavras serem proferidas no momento em que aumenta o interesse pelos destinos de Alexandra na Internet russa.
“Assinalamos que, nos últimos dias, os blogers, que viram as reportagens dos canais de televisão russos, levantaram barulho em torno da “estória portuguesa””, escreve o jornal newsru.com.
“Saltava aos olhos que os apresentadores e os correspondentes faziam acompanhar as reportagens sobre o destino de Sandra com comentários optimistas e inflamados sobre a reunificação da família, embora as imagens do distrito de Iaroslav (terra onde vive Alexandra) levantam dúvidas sobre o seu bem-estar”, acrescenta o jornal electrónico.
A agência Interfax fala de “happy end duvidoso”: “Teria sido justa a decisão do tribunal de entregar Alexandra à mãe biológica? Muitos têm dúvidas e na Internet tem lugar uma petição sobre o regresso da menina à família portuguesa de acolhimento”.

43 comentários:

Nuno Bento disse...

A Rússia não esta em posição de se comportar deste modo.

O orgulho nacional não explica tudo, pois os portugueses ficaram a conhecer a miséria em que se vive a apenas 380 km da capital russa. Imaginamos como será a vida em pontos mais longínquos, já para não falar do Cáucaso.

Sempre achei os russos muito dotados em diplomacia e em contra-informação. O caso "Alexandra" vem mostrar exactamente o contrario. Por exemplo, o aproveitamento mediático só deixou pairar ainda mais apreensão quanto ao futuro da menina.

Em França, houve recentemente um juiz condenado por uma decisão errada. Haverá TOMATES para fazer o mesmo em Portugal?

Anónimo disse...

"O orgulho nacional não explica tudo, pois os portugueses ficaram a conhecer a miséria em que se vive a apenas 380 km da capital russa"

Plenamente de acordo pois quer em Lisboa e arredores era impossível alguém viver assim.

Jest nas Wielu disse...

Vejam a quantidade dos russos que exigem que a miúda volte para Portugal:
http://s44.radikal.ru/i104/0905/8c/cd6a242b651a.jpg
http://radulova.livejournal.com/1437153.html

Anónimo disse...

História mais mal contada nunca se viu. Alguém se serve disto com motivações outras. Para quê? Não sei.Parece que se quer dar a ideia de que há grande liberdade nos media russos, o que não é verdade, e que se querem problemas entre Portugal e a Rússia.Ou alguém da famelga de lá quer dinheiro para a miuda regressar a portugal. Enfim, uma vergonha.

Anónimo disse...

Quem tem razão na história é a Rússia...Portugal tem mais é que cuidar da sua própria vidinha medíocre

Fernanda Jacinto disse...

A Rússia que tenha vergonha e entregue a menina aos seus verdadeiros pais porque foram mais doque isso, que direitos tem a mae biologica de ter a menina?para maltratala, para passar fome e frio e viver num palheiro com bebados ou sera que nao ha ninguem no governo Russo que tenha caracter para tirar a menina aquela mulher bebada e prostituta que andou com metade de Braga? e esse o mesmo caminho que o governo Russo quer para aquela menina? porque ela em Portugal seria uma grande mulher e teria uma optima educaçao, uma vez na vida punham a mao na concciencia e façam o que ja deveriam ter feito,outra coisa so agora e que a Natalia se lembrou que tinha uma filha para a registrar Russa? porque para mim e para muitos aquela menina é PORTUGUESA,que engrançado passado tanto tempo e que tem amor para a menina ou sera enteresse em que os pais adoptivos lhe de dinheiro para ela deixar a menina voltar? por favor pensem no sofrimento daquela inocente que nao pediu para nascer e ja sofreu muito em bebe mas agora tinha encontrado um porto seguro de onde foi arrancada a força para ir para uma familia que nem conhece nem tem laços efectivos a Alexandra nao e uma cadela que estava abandonada num canil abram os olhos e deixem essa menina ser FELIZ COM QUEM ELE AMA

HL disse...

"quer em Lisboa e arredores era impossível alguém viver assim."
...e agora? vamos trazer todas as outras criancinhas de Iaroslavl para Lisboa e arredores? E na África, vive-se pior ainda, talvez seja melhor tira-las dos pais pobres e entregar às famílias mais ricas?
Julguei que os pobres também tenham direito de estar com os filhos deles.
Por falar nas crianças mal tratadas, onde está a menina Joana? Ainda não está tudo resolvido dentro de Portugal, por isso deixem em paz os filos dos estrangeiros, e tratem dos seus.

Anónimo disse...

Ainda há homens na Rússia, começando pelo mais rico. É aqui que devem usar os estalos, a defender as mulheres, não em crianças.

http://www.russiatoday.com/Top_News/2009-05-28/Billionaire_to__give_beans__for_insult_to_sister.html

Anónimo disse...

Que se lhe oferece dizer sobre o artigo de Putin, Milhazes? Gostaria de o ver traduzido em português. É EXEMPLAR. Quem é líder, é lider e tsar só há um.Grande homem!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
(c) maioria silenciosa: P.A.S. disse...

долгую жизнь в России = LONGA VIDA À RÚSSIA


Para quem se preparava para transformar o caso de Alexandra num confronto entre soberanias, enganou-se redondamente. O caso de Alexandra como muito bem diz a presidente da fundação Nacional Russa de Defesa das Crianças da Violência, Marina Igorova, «a menina não deveria ter saído de Portugal. A menina Alexandra não pode ser vista como um objecto, propriedade da mãe, que pode ser dado e devolvido", declarou à Lusa.
Tristemente os interesses superiores da criança caíram às mãos de uma justiça Portuguesa e de uma Segurança Social, burocrática, imperial, ancien regime e desumana, a necessitar urgentemente de uma disrupção de notabilidade e de afectos.
O Portugal Pilatos dos Aparatchki, branqueador de responsabilidades, desigual, salve-se qui peux e comunitariamente indiferente, resquício do antigo regime, caiu ainda mais na vertical no meu afecto!
A Rússia do bom povo Russo, que até prova em contrário não se confunde com a de Putin, mas com a de Tolstoi, Pasternak e Dostoievski cresceu, ao invés, nos meu afectos!
Que a Rússia de Putin mostre como Salomão, que a humanidade dos homens está acima da mesquinhez do falso orgulho das soberanias!

Anónimo disse...

Acredito que as autoridades russas não vão abandonar este caso e vão decidir que o melhor para a Alexandra será voltar para onde sempre foi feliz, ou seja, Portugal. Pelo menos temos de ter fé. Os direitos das crianças não podem ser ignorados.

Ana disse...

Não tenham ilusões

A Rússia nunca irá permitir que a menina volte para Portugal.
O mais provável é as autoridades russas darem uma casa nova à família e um subsídio significativo. A Rússia nos últimos anos tem tentado fazer voltar tudo à Rússia, sejam restos mortais de pessoas conhecidas, monumentos construídos pela emigração russa no princípio do século XX(retirando-os à soberania dos países onde se encontram)obras de arte e, como vemos, até pessoas.
Por isso, não vale a pena lutar para que a Alexandra volte para Portugal.

Nuno Bento disse...

A Rússia fez ainda melhor: Colocou-nos na posição de exigir a menina de volta, ou senão...

Senão é simples, Portugal redirecciona o investimento para outros países e vota contra os interesses da Rússia nos fóruns internacionais onde não tenha nenhum interesse estratégico. Ja estou a ver nos dossier do gás, entrada da Ucrânia na Europa, Geórgia, Turquia, Kosovo,... sem esquecer a África Lusofona onde os russos sempre tentaram mexer!

Ou ainda, fazemos como os brasileiros. Lembram-se quando assassinaram o cidadão brasileiro no metro de Londres? Seguidamente o Lula fez um basqueiro dos diabos, e conseguiu algumas derrogações para as exportações brasileiras para a Europa.

Infelizmente, não estou a ver outro caminho senão Portugal exigir o bem-estar da menina, mesmo que de uma forma cínica. Não é com cinismo que escrevi este email, tento é ver o problema de uma forma objectiva. E na pratica, podem desde já ter a certeza de que a Rússia nunca ira enviar a menina de novo para Portugal. Orgulho nacional "oblige"... Seria preciso muitas mais do que umas simples chapadas de uma mãe alcoolizada na TV...

Catarina Ribeiro disse...

Em 1º Lugar: Mais uma vez, Zé Milhazes, todos nós que fazemos parte do movimento pela Alexandra, lhe agradecemos ser uma «ponte» para termos algumas noticias, reais.
Em 2º lugar: não vamos desistir nunca de lutar por aquela criança e por mudar as leis em portugal, no que concerne à Protecção das crianças, nomeadamente, em casos que envolvam familiasd e acolhimento.
Nunca se poderá considerar acolhimento durante 5 anos! Nem proibir as crianças de se afeiçoarem a estas familias! Não são máquinas! Sei que a UNICEF da Rússia se está a mover e a tentar ver de perto a situação. Não iremos parar de lutar pela Alexandra, e volto a frisar: por todas as Alexandras.

Anónimo disse...

TRISTEMENTE OS INTERESSES DESTA CRIANÇA (ALEXANDRA) CAÍRAM ÀS MÃOS DE UMA JUSTIÇA PORTUGUESA E DE UMA SEGURANÇA SOCIAL,BOROCRÁTICA, IMPERIAL, DESUMANA, A NECESSITAR URGENTEMENTE DE UMA LAVAGEM.

Anónimo disse...

GOSTARIA DE SABER COMO
PODEREI MANDAR ALGUNS BRINQUEDOS PARA A MENINA SEM QUE SEJAM CONFISCADOS POR TERCEIROS.
OBRIGADO......

Clavis disse...

Para que não surjam mais casos como este:
Assine e Divulgue, por favor!

Petição
Por uma alteração legislativa que impeça que as crianças estejam mais de 6 meses em famílias de acolhimento e que, logo, os Tribunais não as retirem a estas ao fim de vários anos

http://www.gopetition.com/online/28059.html

Ana Maria Mendes disse...

A filha mais velha de Natalia Zarubina não me parece ter sido assim tão maltratada.
Será que a família de Alexandra é assim tão incapaz de tratar dela? Pode não a mãe ideal (se é que existe disso), mas caramba!
Não se esqueçam que os "papás" portugueses a assustaram com o frio e os ursos da Rússia. Isso sim, é ajudar a criança na transição...
Haja paciência.

Anónimo disse...

apelo aos ministros portugueses e russos para que a menina não perca o contacto com os pais acolhimento e que nas férias da escola venha passar com eles em portugal e eles venham quando ser possivel a russia vela para o seu sofrimento ser menor e essa mãe se é de verdade reveja como eles a criaram enquanto ela não o soube fazer , o srº juiz tambem que veja o que pode fazer para pelo menos justificar o seu acto com este caso tão barbaro que ele ajudou o futuro cruel da menina e avaliar melhor as situações daqui para a frente se ele ainda for capaz de julgar mais algum caso igual, o melhor era demiti-se ir para a russia e garantir a segurança da pequeno anjo

Anónimo disse...

alexandra volta choro muto por ti princesa .

Anónimo disse...

portugal inteiro apaixonou se por esta menina e sofre por ela ,senhores ministros dos dois paises facam regrecar de novo mae e filha e vamos ajudalas a ter uma vida melhor oaao lado dos pais afetivos que tanta falta fazem ao equilibrio desta menina ela tera melhor futuro aqui e a mae dela tambem alexandra regressa vamos ajudarvos ca eu ajudo .

António disse...

A língua portuguesa é a minha Pátria.

Alexandra nasceu em Portugal e só fala português.

Envia-la para a Russia foi um acto de xenofobia.

Anónimo disse...

Que se saiba que o consulado russo em Portugal funciona como uma organização mafiosa trata os seus compatriotas abaixo de cão e todo o sistema está montado para lhes roubar o pouco dinheiro que ganham em Portugal. É uma triste realidade, e de repente aparecem como muito humanistas a ajudar a sua compatriota contratando-lhe advogados e pagando-lhe todas as despesas. podiam poupar esses gastos usando-os onde são necessários e começarem a comportar-se civilizada mente e não a extorquir dinheiro aos compatriotas. É que isso de consulado só tem o nome na realidade é uma associação de bandidos.Quem nunca contactou com eles não conhece a realidade. A mim não me surpreendem que negassem o visto á família pinheiro. Quem pensa que na Rússia existe uma democracia anda muito enganado 95% ou mais da população russa vive como a família da Alexandra ou seja para os portugueses perceberem o salário da senhora dá para comprar pão uma semana e mais nada. que viva como quiser cada dia é uma luta pela sobrevivência. Quando fazem alusão á segurança social da Rússia mais parece uma anedota de humor negro. Alguém no planeta terra sabe o que é a segurança social na Rússia? eu também não . A Rússia é uma selva em que cada um cada dia tenta sobreviver mais um dia.

Anónimo disse...

Dona Ana Maria é melhor estar calada e não falar do que não conhece. Se for ver a petição internacional os assinantes são quase todos russos e todos dizem que a menina deve voltar para Portugal e sabe porque tem eles essa opinião? Esta miúda digamos que o que lhe fizeram é equivalente a agarrar qualquer miúdo português de uma família média e envia-lo para um campo de concentração tipo 2ª guerra mundial e voltar a " educa-lo". Depois esta "Senhora" não queria a filha para nada simplesmente agarrou-se a ela para tentar evitar a deportação. Quanto ao tribunal de Guimarães ao ler o que está no acórdão é uma autentica comédia de humor negro. Será que alguém acreditava no que escrevia . É um acto politico alguém lhe mandou decidir assim é foi tudo.

fernanda disse...

por favor,peco para que alexandra volte para portugal para quem a ama,porque estao a fazer sofrer esta crianca ? podendolhe dar amor e uma vida normal aqui em portugal , tenho um filho com 3 anos ,nem consigo imaginar o meu sofrimento se me o retirasem e o dele ,preferia morrer, sofro por esta menina algem faca alguma coisa ,sr presidente da russia ajude nos.

fernanda disse...

como posso enviar brinquedos a esta menina?

Anónimo disse...

Se calhar era melhor o Anónimo das 15.54 informar-se melhor sobre a realidade portuguesa pois também há cá em Portugal "campos de concentração" com agregados familiares tão maus ou piores que a família biológica da pequena Alexandra.

Basta andar poucos quilómetros para o interior e nem queira saber a miséria humana que para aí vai.

Boa gente e má gente há em todo o lado, inclusivé na Rússia e aqui a culpa de isto ter acontecido é inteiramente nossa e não acredito face á balança comercial que a Rússia tenha tanta capacidade de influência sobre o estado português.

Anónimo disse...

senhores voces que mandam facam o que for preciso para esta menina voltar ,eu nunca mais voto na vida ,voces nao olhao pelos direitos dos indefezos ,facao com que eu acedite que ainda val a pena agente se deslocar para ir votar em voces, porque o que eu penso È que todos so querem e poleiro ,mexem se e mostrem nos que voces mandam bem que val a pena acreditar porque eu ja nao acredito

Anónimo disse...

para o anonimo das 16.43 eu vivo em lisboa mas cresci no interior nao a la campos de batalha ,as criancas que la vivem nao foram retiradas aos pais e tem amor ,algumas podem ser pobres mas brincam e sao felizes nasceram la e vivem la e falam todas a mesma lingua,voce ou nao tem filhos para poder sentir o sofrimento desta menina ,ou entao nao tem coracao ,fico triste por nao trocer por alexandra ,pobre menina.

Anónimo disse...

autoridades portuguesas facam alguma coisa para que alexandra volte ,corrijam o vosso erro ,,,,eu tambem nunca mais voto .

Anónimo disse...

srs diplomatas facam voltar esta menina ,para de onde ela nunca devia ter saido ,por favor eu implorovos ,ela sofre sofre tagam na de volta ,vamos todos ajudar.

Anónimo disse...

tragam alexandra de volta .e o juiz juis que a mandou embora ,desejo lhe as maiores infelicidades que existam na vida.que seja muito infeliz e doente para o resto da vida .se as autoridades russas estao a reagir a este caso e bom ,entao tennham coracao e deam a alexandra aquilo que ela mais quer ,regrecar para portugal ,ela quer ser feliz ,eu sei bem na pele o que e sofrimento de infancia ,nunca passa , e ja tenho 42 anos .facam o que for preciso para que ela volte .permitam lhe uma infacia feliz pois ela e tao curta e so e vivida uma vez .devolvam lhe a felicidade .

Anónimo disse...

os russos em portugal pedem para que a menina volte.o russos por favor gritem mais alto ,para ver se conseguimos trazer anossa menina de volta o mais rapido possivel ,para evitar que ela nao fique afetada psiclogicamente

Anónimo disse...

Defenitivamente você não vive neste país

Anónimo disse...

boas
gostaria aqui de deixer alguns apontamnentos:
1- a mae desta criança não a queria para coisa nenhuma simplesmente a usou na tentativa de não ser deportada.
2- o consulado russo (min negocios estrangeiros) usou este caso para mostrar que zela pelos seus compatriotas e mostrou a sua vitoria. as telivisões e jornais estavam preparadas para a sua chegada e teve quase honras de estado sendo apresentada como heroina nacional.
3- como a verdade vem sempre ao de cima rapidamente a situação foi desmascarada, mas as autoridades russas abafaram o caso( não houve vistos nem programa na tv nem nunca hove mais noticias á exepcão da reportagem que toda a gente conhece) ficando livre só o espaço net.
4- as autoridades russas conheciam toda a verdade e houve compadrio das portuguesas para(acordão de guimaraes eu duvido que quem escreveu aquilo acreditasse que fosse verdade).
5- todo o processo de levar a criança é ilegal. vou citar o senhor carlos caseiro blog darussia para a menina ter nacionalidade russa tem que tal ser autorizado pelo pai. a nacionalidade foi atribuida á pressa antes do embarque. para sair de portugal tambem tem que haver uma autorização escrita e reconhecida em notário dada pelo pai. como tal não se verificou a alexandra simplesmente foi raptada de portugal com o auxilio do consulado russo e da companhia transportadora, ambas cometeram ilegalidades.

Anónimo disse...

voce tem razao em tudo o que diz ,foi uma ilegalidade sim ,mas aos pliticos tudo e`possivel ,eu pensava que a russia era um pais rico ,mas nem `e um pais rico nem um rico pais ,95 por cento das pessoas vivem muito pobre ,,eles os que mandam , mandam mal gastam o dinheiro todo em armamentos de gerra em vez de ajudar as pessoas , eu pesso a todos para que lutamos por alexandra sempre e sempre ela precisa de nos todos.

Anónimo disse...

HOJE DIA MUNDIAL DA CRIANÇA O juiz
gouveia barros AINDA NÃO SABE NADA DOS DIREITOS DA CRIANÇA "creio", BOA ALTURA PARA LHE LEMBRAR QUE NO DIZ RESPEITO A JUSTIÇA: QUALQUER CRIANÇA TEMO DIREITO DE RECORRER AOS TRIBUNAIS PARA FAZER VALER OS SEUS INTERESSES.OS PAISW,OU NA FALTA OU IMPEDIMENTO DESTES,O MINISTERIO PÚBLICO, DEVEM REPRESENTAR OS MENORES EM PORTUGAL.
A CRIANÇA DEVE VIVER NUM AMBIENTE ÓPTIMO QUE POSSA ASSEGURAR O SEU DESENVOLVIMENTO FISICO, EMOCIONAL E INTELECTUAL. APOSTAR NA CRIANÇA É APOSTAR NO FUTURO DA HUMANIDADE E NUM MUNDO MELHOR. ASSEGURAR OS SEUS DIREITOS E A SATISFAÇÃO DAS SUAS NECESSIDADES É UM DEVER QUE CABE NÃO SÓ AO ESTADO, MAS SIM A CADA UM DE NÓS, COMO PAIS E CIDADÃOS DO MUNDO. ESTES SÃO OS DIREITOS DA SUA CRIANÇA. PROTEJA-AS DE EVENTUAIS AGRESSÕES.
Foi tudo isto que esteve na base da decisão de gouveia de barros, juiz auxiliar da COMARCA DE GUIMARÃES.

Fernanda Martins disse...

Acho que falo por todos quando digo que agradecemos as noticias que deu da menina na Rússia. Precisamos de noticias mais recentes, nem que seja somente para acalmar os nosso pensamentos, e que não exista tanto a oportunidade de divagar no pensamento de forma errada.

Agradecemos por tudo, e continuaremos á espera de qualquer noticia.

Anónimo disse...

Maria - Sintra

Volta princesa! Tenho uma menina da tua idade e muito parecida contigo. Todos os dias choro, rezo e peço a Deus para que voltes, ao nosso pais e aos que te amam de verdade ... onde és FELIZ!!!
POR FAVOR NÃO É UMA QUESTÃO POLITICA

Anónimo disse...

ATENÇÃO .... ATENÇÃO.... ATENÇÃO

NÃO PODEMOS DEIXAR MORRER ESTE CASO
TÃO DELICADO,PORQUE ESTA CRIANÇA NÃO TEM CULPA DOS ERROS COMETIDOS PELO juiz auxiliar gouveia de barros DO TRIBUNAL DE GUIMARAES.

Anónimo disse...

АЛЕКСАНДРА, МАТЬ И ОСТАЕТ СЕМЬЕЙ
ХОТЕЛ БЫЛА БЫ ЗНАТЬ ДЛЯ КОГДА ВАШЕ ВОЗВРАЩЕННОЕ ВРЕМЯ ПОРТУГАЛИИ UMA ЧТО МЫ БУДЕМ РАСКРЫННЫХ РУКОЯТОК, КОТОР НУЖНО ПОЛУЧИТЬ ВАС. ОНО ВЕРИТ ПРЕДЛОЖЕНИЯМИ БЫЛИ СДЕЛАНЫ К ЕМУ ПОТОМУ ЧТО ОНИ БУДУТ ЗАДУШЕВНЫЕ HONESTAS И И ОПРЕДЕЛЕННОСТИ МАЛАЯ АЛЕКСАНДРА БЫЛА THANKFUL, ПОТОМУ ЧТО ОНА ДОЛЖНА БЫТЬ ПОЛНА HOMESICKNESSES СВОИХ МАЛЫХ ДРУЗЕЙ.
ПОРТУГАЛИЯ ЖДЕТ VOCÊS ..... ДО ИНСТРУКТАЖА ..... Я ЖДУ….
ПОЦЕЛУИ АЛЕКСАНДРА

Anónimo disse...

Portugal maltratou tantos os ciganos mas veio a se fuder depois..