sábado, julho 04, 2009

Políticos russos indignados com equiparação do estalinismo soviético e nazismo alemão



Políticos russos condenam a resolução da Assembleia Parlamentar da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa que condena o nazismo e o estalinismo e exigem que a Rússia reaja da forma “mais dura”.
Na véspera, a Assembleia Parlamentar da OSCE, que reúne 320 deputados de 56 países, aprovou uma resolução que condena, em igual medida, o estalinismo e o nazismo.
A resolução, cujo texto foi apresentado pela Lituânia e Eslovénia, recebeu oito votos contra e quatro abstenções, tendo a delegação russa boicotado a votação.
No texto afirma-se, nomeadamente, que “os dois principais regimes totalitários, o nazismo e o estalinismo, trouxeram o genocídio, a violação dos direitos e liberdades do homem, crimes militares e crimes contra a Humanidade”.
A Assembleia Parlamentar da OSCE condena “o elogio de regimes totalitários, incluindo a realização de manifestações públicas que glorifiquem o passado nazi ou estalinista”.
“Consideramos que a resolução, tal como foi aprovada, é um fenómeno vergonhoso para toda a Europa. As tentativas de colocar ... a União Soviética ao mesmo nível da Alemanha fascista são asquerosas quanto à sua essência e destruidoras para a própria Europa”, declarou hoje Guennadi Ziuganov, dirigente do Partido Comunista da Federação da Rússia.
Segundo ele, “a Rússia deve reagir a isso da forma mais dura. De qualquer forma: ou através de uma declaração, ou da ruptura de relações com essa organização”.
Oleg Morozov, vice-presidente da Duma Estatal (câmara baixa) do Parlamento russo, considerou “inaceitáveis” as tentativas de colocar um sinal de igualdade entre o estalinismo e o fascismo.
“Há definições universalmente aceites, rígidas do ponto de vista do Direito Internacional, do que é o fascismo. Há as decisões do Tribunal de Nuremberga. Há os resultados da Segunda Guerra Mundial, que ninguém tem o direito de pôr em dúvida”, declarou Morozov, que é também dirigente do partido Rússia Unida, base de apoio do Kremlin.
“Outra questão completamente diferente é a questão de quem é Estaline, a sua herança, o regime por ele criado. Mas isso são questões completamente diferentes”, sublinhou.
Segundo ele, as tentativas de comparar o estalinismo e o fascismo são “uma forma indirecta de pôr em dúvida as decisões de Tribunal de Nuremberga”.

112 comentários:

Anónimo disse...

Primeiro lugar as ideologias foram estragadas pelos homens que usaram a sua simbologia.A Suastica era um simbolo pagão que nada tinha a ver com nazismo.

Segundo lugar por alguma razão tanto o estalinismo e o nazismo perseguiram as relegiões por alguma razão.Ambas queriam tomar o seu papel e tornar se relegiões fundamentalistas com base nos simbolos e na ideologia de forma agarrar os "Fíeis"

Terceiro Lugar a europa se fosse mais pagã deixavam de seguir homens e suas ambições de poder e viviam assim a sua fé pagã e melancolica.Evitava se bem mais as guerras e demagogias.

Quarto lugar Venerem as mulheres,afinal de contas é nelas que nasce a vida.Elas têm uma sensibilidade que falta aos homens para governar o mundo.Se os homens perceberem as mulheres,adquirem essa essencia e complementam se.Complementados percebem melhor o povo e logo gerem no melhor.

O Medina Carreira há pouco tempo disse na sic que a economia é a base de tudo e que á volta dela tudo gira.Eu concordo mas vou mais longe...
A economia gira á volta de quê?
Quem a movimenta?Quem a cria?
Quem perceber o ser humano,percebe tudo o resto...

NN

Gilberto Mucio disse...

""“os dois principais regimes totalitários, o nazismo e o estalinismo, trouxeram o genocídio, a violação dos direitos e liberdades do homem, crimes militares e crimes contra a Humanidade”.""

De facto, isso é verdade. Porém, isso não quer dizer que se tenha que colocar um sinal de igualdade entre os dois regimes -- nazismo e estalinismo. Quem faz isso é um imoral e está mal intencionado.

A indignação dos políticos russos é válida.

Anónimo disse...

Deveria corrigir estalinismo para comunismo.

O estalinismo é uma perversão do comunismo.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ítalo disse...

COMUNISMO = NAZISMO.

NADA DE ESTALINISMO.

O COMUNISMO É TOTALITÁRIO E GENOCIDA TANTO QUANTO O NAZISMO.

Ítalo disse...

Gilberto Múcio,

O comunismo matou muito mais que o nazismo, e em alguma medida foi até mais cruel.

IMORAL É NEGAR ISSO.

Anónimo disse...

PARABÉNS Assembleia Parlamentar da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa !!!

FINALMENTE!


NO FUTURO O COMUNISMO SERÁ SIM ,RECONHECIDO COMO UMA IDEOLOGIA DE ÓDIO E MORTE, EM PÉ DE IGUALDADE COM O NAZISMO.

E a esquerda não adianta espenear. O tempo da mentira já passou.

Anónimo disse...

Qual é o vosso problema com o comunismo?
O comunismo está morto e não ameaça ninguém.
Hoje as ameaças são as facções ultraliberais do capitalismo.

Anónimo disse...

"Qual é o vosso problema com o comunismo?"


A MESMA QUE TENHO COM O NAZISMO.

AMBOS ASSASSINARAM MILHÕES DE PESSOAS, FORAM TOTALITÁRIOS E INIMIGOS DA LIBERDADE.

FATO.

Anónimo disse...

COMUNISMO=NAZISMO

Jose Milhazes disse...

Caros leitores, a decisão da Assembleia Partamentar da OSCE é importante se der origem a uma discussão séria sobre as raízes e as consequências dos totalitarismos do séc. XX.
Os políticos russos, porque não foi só Ziuganov e Morozov que protestaram, mas muitos outros mais, reagiram a quente e com argumentos arcaicos e que a poucos convencem.
A posição deles, penso eu, tem duas explicações. A primeira consiste em que eles receiam que o reconhecimento pela Rússia dos crimes do estalinismo conduza a pedidos de indmnizações materiais por partes dos países vizinhos e dos seus cidadãos´. A segunda reside no facto de no país ter lugar uma nova onda de reabilitação do estalinismo, como ideologia mobilizadora contra os inimigos ocidentais.
Pessoalmente, considero que a Rússia deverá condenar moralmente o estalinismo e o comunismo, deixando claro que não responde materialmente por crimes praticados por um regime de que a própria Rússia foi vítima durante 75 anos.
Eu já escrevi que o comunismo deve ser estudado não para se fazer um "julgamento físico" como o de Nuremberga sobre o nazismo, mas para se mostrar que o comunismo conduziu e conduz a perigosos becos sem saída.
Para os leitores que me responderão que o capitalismo também cometeu crimes, etc., etc., digo que não aceito esse tipo de argumentos, pois o nazismo foi condenado, embora se trate de um tipo de capitalismo.
No Outono, a Rússia promete uma resposta à Assembleia Parlamentar da OSCE e espero que, até lá, o bom senso impere em Moscovo, caso contrário João Soares, que é presidente dessa organização, irá ter mais uma "batata quente" nas mãos.

Gilberto Mucio disse...

Ítalo, não seja tão tolo: O nazismo matou mais de 70 milhões(Segunda Guerra) em apenas 12 anos no poder. E só não matou mais, só não exterminou povos inteiros e destruiu países, porque PERDEU.
------------

Concordo com o senhor Milhazes, que deve haver condenação do estalinismo por parte da Russia. Mas se essa condenação significar colocá-lo no mesmo saco do nazismo eu sou contra.

Isso está me cheirando a histeria anti-comunista "profilática", em meio a crise do capitalismo...

Falta honestidade intelectual.

Enquanto isso e Itália é governada por uma coalisão de fascistas e ninguém fala nada.

Ítalo disse...

"Eu já escrevi que o comunismo deve ser estudado não para se fazer um "julgamento físico" como o de Nuremberga sobre o nazismo, mas para se mostrar que o comunismo conduziu e conduz a perigosos becos sem saída."

Exato. O julgamento moral é inclusive mais justo e mais implacável que qualquer outro.

Ítalo disse...

Enquanto isso e Itália é governada por uma coalisão de fascistas e ninguém fala nada.

NÃO.
A Itália é uma democracia desde 1946, baseada em leis, CONSTITUIÇÃO E governo eleito pelo povo.

Se vc não gosta do pensamento político de Berlusconi, paciência, agora chamar um governo de um país democrático de FASCISTA, é no mínimo cinismo.

Anónimo disse...

O nazismo não matou 70 milhões de pessoas. Não se contam os mortos em confronto , em combate. foi uma regime cruel, mas o comunismo o ultrapassou , e MUITO!

O COMUNISMO ASSASSINOU 110 MILHÕES DE SERES HUMANOS, E ONDE EXISTIU, SÓ PRODUZIU DOR, MORTE, GULAGS, CENSURA, PRISÃOES E OUTROS CRIMES.

O COMUNISMO E O NAZISMO SÃO IRMÃOS SIAMESES. Basta ver como os comunistas tratavam quem ousava discordar das máximas de Marx...

Jose Milhazes disse...

Caro Ítalo, Hitler chegou ao poder por via eleitoral...

Anónimo disse...

Sem contar que o comunismo assassinou 110 milhões de pessoas em tempos de paz, através da máquina de moer almas da ENGENHARIA SOCIAL MARXISTA-LENINISTA.

COMUNISMO=FASCISMO=NAZISMO.


Ass: ÍTALO TAVARES

Anónimo disse...

"Caro Ítalo, Hitler chegou ao poder por via eleitoral..."

Comparar Hitler com Berlusconni é uma afronta.

Absurdo. Ele pode ter todos os defeitos, mas compará-lo aos tiranos que infestaram a europa em grande parte do século passado é no mínimo desonestidade intelectual.

Ele JAMAIS prendeu adversários ideológicos, nunca promoveu perseguição racial ou ideológica no país, é LÍDER DE UM PAÍS COM UMA CONSTITUIÇÃO DEMOCRÁTICA E QUE GARANTE A ALTERNÂNCIA DE PODER, etc, etc.

Pode-se apontar várias falhas no caráter do primeiro-ministro ou no governo italiano, mas querer forçar uma comparação absurda dessas não é o que se espera em um debate desses.


Ítalo

Anónimo disse...

"crise do capitalismo mundial"

GILBERTO MÚCIO... O capitalismo é o sistema econômico NATURAL da humanidade.

Não existe crise do capitalismo.

Existe crise PONTUAL do sistema financeiro contemporâneo. Isso é normal, até pra que haja uma melhoria, um aperfeitoamento cada vez maior do mesmo.

O capitalismo continuará, firme e forte. Sempre.

Já o comunismo... ACABOU.

ÍTALO

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

"Já o comunismo... ACABOU"

Então não se percebe a razão da sua obessessão e do seu fanatismo

Anónimo disse...

"Então não se percebe a razão da sua obessessão e do seu fanatismo"


QUE FANATISMO?


Na defesa apaixonada da democracia?


Se for assim, sou orgulhosamente fanático.

Ítalo

Gilberto Mucio disse...

Ninguém tá falando de Berlusconi, em sí, jovenzinho.

Eu falo da Lega Nord, filhotes de Mussolini que fazem parte da base de sustentação de Berlusconi.

Sistema natural? O capitalismo tem o que? Uns 200 anos...?

Há uns séculos atrás o "sistema economico natural da humanidade" seria o FEUDALISMO, que por acaso durou mais de 1000 anos...

Ps.: Voce é de que seita?

Anónimo disse...

"Há uns séculos atrás o "sistema economico natural da humanidade" seria o FEUDALISMO, que por acaso durou mais de 1000 anos..."

É para isso que o capitalismo de hoje nos quer arrastar

MSantos disse...

"Pessoalmente, considero que a Rússia deverá condenar moralmente o estalinismo e o comunismo, deixando claro que não responde materialmente por crimes praticados por um regime de que a própria Rússia foi vítima durante 75 anos."

100% de acordo José Milhazes mas a Rússia devido à sua mentalidade paranóica e conspiradora muito dificilmente irá por esse caminho ainda para mais que já percebeu que o objectivo dos países hostis é mesmo esse, a obtenção de indemenizações pelo período comunista e pelos anos que pretensamente não capitalizaram riqueza no sistema capitalista, além claro de ser um objectivo de vingança.

Para eles russos, ficariam na mesma posição da Alemanha no final das duas guerras mundiais, obrigados a pagar astronómicas indemenizações a estes países com a agravante de estes se terem passado para o "inimigo" ou seja, estariam a subsidiar nações que os ameaçariam.

Nunca na vida os russos sendo como são, poderiam aceitar isto.

Cumpts
Manuel Santos

Italo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MSantos disse...

"o nazismo foi condenado, embora se trate de um tipo de capitalismo"

...e também pode ser um tipo de socialismo.

Pessoalmente considero o nacional-socialismo germânico mais próximo do socialismo que do próprio capitalismo.

O nazismo tinha como objectivo incorporar todo o povo ariano germânico e não só na sua sociedade, onde apesar do capitalismo constituir a base económica, o objectivo final era a raça qualquer que fosse a sua condição social.

Considero mais o extremo do capitalismo as ditaduras que se viveram na América do Sul, em particular a chilena e os interesses anarco-capitalistas que estamos a viver hoje em dia, que têm como objectivo a predominância de grandes grupos e corporações económicas sendo o intuito final a cessação dos estados, ficando tudo à mercê do poder privado.

Mas obviamente é apenas a minha interpretação.

Cumpts
Manuel Santos

MSantos disse...

Quanto à equiparação das ideologias nazismo-comunismo, continuo a insistir que existe uma diferença fulcral.

O comunismo tinha como princípio a visão egualitária do Homem, em que não podia haver classes sociais diferentes, tendo esse objectivo puro alguma moral e alguma justiça, e aparte os desvios que se verificaram nos países comunistas e do legado criminoso, o comunismo deixou também outro legado indesmentível de direitos sociais e protecção das classes mais desfavorecidas que temos hoje nos nossos países ocidentais ( e até usufruem muitos que fanaticamente se batem contra ele).

Efectivamente houve uma oportunidade perdida em 89/90 quando o comunismo acabou pois como muito bem o José Milhazes afirmou:

"Eu já escrevi que o comunismo deve ser estudado não para se fazer um "julgamento físico" como o de Nuremberga sobre o nazismo, mas para se mostrar que o comunismo conduziu e conduz a perigosos becos sem saída"

e com isso aprendermos todos e inclusivé aproveitar tudo o que de positivo havia, mas não.
Guinou-se brutalmente à direita e os resultados aì estão.

No caso do Nazismo estamos a falar de uma ideologia cujo princípio é basicamente a interdição de direitos/vida de povos, raças e etnias envolvendo a sua escravização ou extremínio.

Enquanto no comunismo o objectivo final seria o bem estar de toda a raça humana, no nazismo seria pérfido e brutal.

Pondo de uma forma muito simplista, conheci comunistas que eram seres humanos nobres e que acreditavam puramente nos objectivos humanos do comunismo.

Como será possível encontrar alguém humanamente nobre a subscrever a ideologia nazi?

Cumpts
Manuel Santos

Hugo Albuquerque disse...

Em um primeiro momento, eu não confundiria stalinismo com comunismo - fossem sinônimos, Stálin não precisaria ter matado tanta gente para se afirmar no poder. Basta pegar, por exemplo, as teses nacionalistas do stalinismo para ver isso.

Obviamente, também não estou fazendo uma apologia do chamado centralismo democrático, na medida em que só se pode ser uma coisa ou outra, mas por mais questionável que seja o leninismo, o stalinismo é uma considerável e brutal distorção dele.

Por sua vez, confundir nazismo e stalinismo é traçar uma simetria falsa que, no fim das contas, resulta na relativização do próprio nazismo - quando se compara o nazismo com qualquer outro movimento político contemporâneo, fatalmente, se relativiza ele.

Nenhum movimento político da idade contemporânea - simplesmente nenhum - pode ser comparado ao Nazismo. Nele, a violência genocida já era pressuposta: Judeus, ciganos, homossexuais e deficientes físicos iam morrer e ponto final. Não importava o que fizessem, iam morrer.

O sistema ideal para os nazistas era, no fim das contas, uma utopia - na verdade, uma retumbante distopia - que envolvia pureza genética, portanto, não era uma questão de se matar a fome dos famintos, mas sim matar os famintos.

Que fique claro que o Nazismo nunca pretendeu acabar com o capitalismo também. Ele simplesmente buscava acabar com as lacunas e as falhas do capitalismo liberal por meio da construção de um Estado de excelência técnica, centralista e meritocrático, governado por um partido único, mas com a presença do grande oligopólio capitalista.

O Stalinismo, pelo seu lado, pode ser enquadrado ao lado de demais movimentos extremistas e autoritários da nossa era, uma ideologia abjeta que gerou o vazio geracional e a burocracia subserviente que vitima a Rússia até hoje - portanto, ele nada mais foi do que uma espécie de jacobinismo, industrial e mais mortífero. À sua maneira autoritária, ele tentava matar a fome dos famintos, mas como nunca pressupôs qualquer tipo de controle ao poder, matava quem agisse contra os designíos de suas determinações.

O Nazismo, portanto, chegaria à sua utopia eliminando previamente aqueles que geneticamente não servissem. O Stalinismo chegaria à sua utopia por meio daquilo que ele entendia por ordem socialmente justa - e quem se opusesse a ela, morreria -, seu ponto de partida, portanto, não envolvia o assassinato prévio de ninguém. Isso, ao meu ver, é uma enorme diferença.

Anónimo disse...

"Я знаю, что после моей смерти на мою могилу нанесут много мусора. Но я уверен, что ветер истории этот мусор развеет"
И. В. Сталин.

Anónimo disse...

"Pessoalmente considero o nacional-socialismo germânico mais próximo do socialismo que do próprio capitalismo."

de Msantos.

tem toda a razão, o nacional socialismo foi uma ideologia DE ESQUERDA, o sr. milhazes não sabe ou não compreende quando fala destes assuntos.

O sr. milhazes tal como muitos ex-comunistas foram criminosos porque apoiaram um regime doentio e perverso, se é verdade que os alemães que apoiaram o regime nazi foram criminosos, tambem os comunistas e talvez de uma forma muito mais grave cometeram criems apoiando regimes tiranicos.

o sr. milhazes por acaso não apoiou a invasão soviética do afeganistão?

o PCP em portugal apoiou essa vergonhosa invasão e que eu saiba o sr. milhazes nunca esclareceu se tem peso de conciência.

Eu pessoalmente não gosto de comunistas e muito menos de gente da nova esquerda, julgam que sabem o que é melhor para a humanidade mas não passam de pobres coitados que não seriam NADA se não usassem as massas. Um comunista vive LITERALMENTE como um parasita.

.v.

Anónimo disse...

"Terceiro Lugar a europa se fosse mais pagã deixavam de seguir homens e suas ambições de poder e viviam assim a sua fé pagã e melancolica.Evitava se bem mais as guerras e demagogias."

Se a Europa fosse isso(pagã), ela seria toda Nacional-Socialista!

Não tenha uma visão romântica do paganismo!

Eu.

Jose Milhazes disse...

Leitor Hugo Albuquerque, o Estalinismo é uma continuação do Leninismo. Apenas um exemplo, o primeiro campo de concentração soviético foi criado em 1921 por ordem de Lénine. Leia as suas obras com atenção e analise a sua prática, verá que a carnifaria começou com Lénine. Se Trotski chegasse ao poder em vez de Estaline, as coisas não seriam melhores, pois a raíz é a mesma.

Jose Milhazes disse...

Leitor V., como deve imaginar, a confissão é uma coisa íntima. Peço desculpa a quem tiver de pedir.
Você teve azar no exemplo que apontou, porque eu manifestei-me desde o primeiro minuto contra essa aventura soviética.
Qualquer pessoa sensata que vivesse na URSS nessa altura faria o mesmo e não mudei de opinião depois de dois militantes/estudantes responsáveis do PCP terem ido ao Afeganistão e, no regresso, terem descrito que tudo estava a correr bem.
Tente arranjar outro exemplo melhor.

Jest nas Wielu disse...

É claro, que o comunismo soviético foi muito mais mortal e sanguinário do que o fascismo alemão, por isso se pede aos amigos do Kremlin que queiram desculpar o comunismo, citar as suas fontes. Por exemplo, GMúcio defende o número absolutamente fantasioso das vítimas do fascismo, pelo menos podia citar a fonte onde o encontrou, assim íamos rir todos juntos. Mesma coisa com a citação do Stalin sobre os ventos da história.

Ítalo disse...

o' Estalinismo é uma continuação do Leninismo. Apenas um exemplo, o primeiro campo de concentração soviético foi criado em 1921 por ordem de Lénine. Leia as suas obras com atenção e analise a sua prática, verá que a carnifaria começou com Lénine. Se Trotski chegasse ao poder em vez de Estaline, as coisas não seriam melhores, pois a raíz é a mesma."


Parabéns Milhazes, vc é o primeiro ex-comunista que tem a coragem moral de admitir isso.

Vê-se que é um democrata de consciência.

Gilberto Mucio disse...

Jest,

pode colocar a Segunda Guerra na conta dos nazistas, faça as contas e verás. =)

------

Ponderadas e honestas as colocações de MSantos, que de comunista não tem nada, suponho.

E também as ponderações do Hugo Albuquerque.

------

Perguntei a que seita voce pertence, pela histeria fanática com que voce se manisfesta, Italo. Voce é "olavete"?

------

O PC portugues sempre foi um antro de canalhas estalinistas. Canalhas, doentes e mal intencionados. Qualquer um que tem conhecimento sobre os movimentos sabe disso.

É natural que uma pessoa sensata, como parece ser o Senhor Milhazes --- falo pela seriedade e honestidade com que ele escreve aqui -- que certamente foi doutrinado no estalinismo "deserte" ao chegar a URSS.

Eu também teria "desertado" se tivesse chegado aqui cheio de ideais e ilusões.

Essa é a estória de dezenas de pessoas que conheço - brasieiros, italinos, espanhois... que tinham alguma ligação com os PCs estalinistas.

Nunca lhes ensinaram nada sobre a podridão que também havia aqui impregnada na repressiva burocracia soviética. E precisaram ver com os próprios olhos. 'Desertaram', e erronemente -- porém compreensivelmente -- muitas vezes classificam marxismo como sinonimo estalinismo.

Gilberto Mucio disse...

""O Nazismo, portanto, chegaria à sua utopia eliminando previamente aqueles que geneticamente não servissem. O Stalinismo chegaria à sua utopia por meio daquilo que ele entendia por ordem socialmente justa - e quem se opusesse a ela, morreria -, seu ponto de partida, portanto, não envolvia o assassinato prévio de ninguém. Isso, ao meu ver, é uma enorme diferença."""

Perfeito.

Só acrescentando que para o nazismo não bastava "eliminar os geneticamente incapazes ", mas também subjulgar(ou até escravizar) povos ditos inferiores: Todo aquele
que não se encaixava no ideal germánico-ariano. Incluindo nesse hall de inferiores os eslavos.

Veja o que Herr Hitler falava so-
bre a Russia(incluíndo aí Ucrania):

""A organização de um Estado russo não foi o resultado da capacidade política do eslavismo na Rússia, e sim um maravilhoso exemplo da eficiência, como criadores de Estados, dos elementos germânicos no seio de uma raça inferior."""

(Hitler - Main Kampf)

Repito, qualquer um que ponha um sinal de igualdade entre o nazismo e o próprio estalinismo(do qual sou fervoroso opositor) é um imoral.

Anónimo disse...

Qualquer pessoa sensata que vivesse na URSS nessa altura faria o mesmo e não mudei de opinião depois de dois militantes/estudantes responsáveis do PCP terem ido ao Afeganistão e, no regresso, terem descrito que tudo estava a correr bem.
Jose Milhazes

Essa de estudantes / responsáveis é uma anedota! Queria lembrar que na URSS o PCP retirou os cartões aos estudantes / militantes do partido, para que estes não o exibissem quando questionavam o sistema com afirmações reaccionárias!

Jose Milhazes disse...

Leitor Anónimo, antes de afirmar o que quer que seja, informe-se primeiro. Aos estudantes do PCP que vinham estudar para a URSS, para universidades e institutos superiores, nada lhes era retirado, nem o cartão de militante. O que necessitavam, como todos os estrangeiros que aqui viviam, era de vistos de entrada e saída da Rússia, bem como vistos para sair da cidade onde residiam.
Era alterada a identidade aos militantes comunistas que vinham para a chamada "escola do partido", onde estudavam marxismo-leninismo e outras disciplinas afins. Além disso, eles não podiam contactar com estudantes portugueses residentes em Moscovo.
Explicavam isso com as "manobras da CIA".

MSantos disse...

"...de MSantos, que de comunista não tem nada, suponho"

E supõe muito bem.

Cumpts
Manuel Santos

Batka Mahno disse...

Julgar pela pagina do Jest senhor Ukraniano deveria apoiar movimento nacionalisto ukraniano que foi combater ao lado dos Nazis. Foram collaboradores do SS (Schutzstaffel) ou Gestapo.

Sr. Milhazes não sei se a mesma historia aconteceu na sua familia para falar da Estónia... Estónia esta famosa pelo apoiantes do SS, quase feriado nacional naqeulo pais...

Gilberto Mucio disse...

Sim, por isso mesmo que classifiquei as colocações como honestas, isentas.

Batka Mahno disse...

Leitor Anonimo, pergunta José Serra e nao e José Milhazes...

Anónimo disse...

Leitor Anónimo, antes de afirmar o que quer que seja, informe-se primeiro. Aos estudantes do PCP que vinham estudar para a URSS, para universidades e institutos superiores, nada lhes era retirado, nem o cartão de militante…
Jose Milhazes.

Estou a ver que também fazia parte dos estudantes / responsáveis do PCP. Os cartões tinham validade de dois anos. A renovação servia para excluir os que questionavam o sistema. DEVIAS INFORMAR-TE! Foram vários os ficaram sem cartão de militante por esse motivo!

Gilberto Mucio disse...

Na esmagadora maioria das vezes eu concordo com as postagens do Senhor Milhazes. Suas análises sobre a situação atual da Russia não precisas e peço que todos leiam com atenção, pois retratam a realidade.

Também concordo com grande parte do que o Jest escreve, mas sua russofobia e anti-soviatismo hidrófibos, acabam por tirar um pouco de sua isenção.

--------

Os países Bálticos não foram nada santos durante a invasão nazista. os apoiaram, e promoveram carnificina de judeus nas ruas para puxar o saco dos nazistas, praticamente dizimaram as comunidades judáicas desses países. Foi vizinho entregando para morte ou mesmo matando vizinho. Eles(os Bálticos) bem que mereceram umas boas "palmadas".

Batka Mahno disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Jose Milhazes disse...

O leitor, que assina como Batka Makhno não deve saber bem quem foi essa personagem histórica. Tratou-se de umm homem com uma biografia interessante e curiosa, que não faria comentários como ele que eu tive de apagar.

Anónimo disse...

trotsky chegou a afirmar que Estaline era muito pior do que Hitler, porque Estaline não acreditava em nada, em ideais. Era um assassino puro, em contraste, hitler tinha um propósito de sociedade, tinha um sonho.

Hitler foi eleito democraticamente, Estaline subiu ao poder da seguinte forma, conspiração, matar e matar.

E quanto ás culpas do inicio da II guérra mundial, eu não seria tão preemptório em afirmar que os nazis começaram a guérra. quem for sério e quiser estudar esse tema em profundidade verá que as coisas não são tão lineares assim.

Eu acredito veementemente que a URSS atacaria a europa e a alemanha nos anos 40' caso a alemanha não tivesse atacado a URSS.

O argumento dos comunistas é sempre o mesmo, os nazis eram racistas e por isso eram maus, eu só digo que ainda bem que não existiam comunistas há mais de 500 anos, senão ainda pensavamos que o planeta era um práto e a terra o centro do universo.

depois falam de 70 milhões de mortos, causados pelos nazismo.
Ser péssimo a estatisticas é outra caracteristica dos comunistas, mentir descaradamente tambem.

Na II guerra mundial, na frente ocidental morreram cerca de 1 milhão de pessoas(frança, reino Unido, itália, belgica, holanda, dinamarca, noruega)

Foi na frente de leste que morreu muita gente, isso aconteceu porque a URSS lutou uma guérra de vida ou de morte, o preço foi demasiado elevado.O que os soviéticos pediram ao povo foi demais, o povo rússo sacrificou-se para salvar-se não de um, mas dois regimes monstruosos.

Em 3 meses, a URSS quase perdia a guerra, só não perdeu graças ao inverno rigoroso, às ajudas americanas(lend lease) e ao sacrificio humano soviético.

Até hoje causa espanto como foi possivel, um regime ser tão monstruoso ao ponto de sacrificar tudo para não ser derrotado, é um mistério como alguem tão incompetente como Estaline que foi o responsavel pelo colapso inicial d máquina de guerra soviétiva não foi executado.

foram 30 milhões de soviéticos que morreram, contra 5 milhões de alemães, e não esquecer que a alemanha lutava contra o mundo inteiro.

Um país de 200 milhões com recursos inesgotaveis ia sendo derrotado por um país de 70 milhões sem recursos.

antes de criticarem de animo leve os alemães, leiam o que eles escreviam sobre as condições de vida dos rússos na época da invasão, eram relatos de crianças a morrer de fome, encontraram um povo sem dignidade.

resumindo, a diferênça meus caros, é que hitler pretendia o melhor para o seu povo, uma grande alemanha, enquanto que estaline não passou de um carniceiro que queria o mundo.

nota: se o sr. milhazes foi contra a invasão soviética em 79' esteve bem.

.v.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Jose Milhazes disse...

Leitor Anónimo V., obrigado, mas dinpenso elogios de pessoas que admiram Hitler.
Leitor Gilberto, deve-se escrever Makhno, pois o kh transmite para o português o respectivo fonema russo x.

Anónimo disse...

sr. milhazes admiro a força de hitler, a sua energia, o seu carisma, mas não acho que tenha sido uma figura positiva de história.

O sr. pode não gostar de alguem mas não pode cometer o erro de retirar todas as "credenciais" a essa mesma pessoa.

o sr. não acha que hitler foi um orador muito carismatico??

.v.

Gilberto Mucio disse...

""Leitor Gilberto, deve-se escrever Makhno, pois o kh transmite para o português o respectivo fonema russo x.""

Caro Milhazes,

conheço relativamente bem a trasliteração do russo para o portugues, mas sinceramente não entendi o comentário. Acho que o senhor me confundiu.

Jose Milhazes disse...

Leitor V., eu não julgo os políticos pela arte oratória, mas pelos actos. Estaline também era um excelente actor, mas não deixa de ser um criminoso.

Jose Milhazes disse...

Caro Gilberto, se houve confusão, peço desculpa.

Batka Mahno disse...

Batka Makhno foi grande amigo do Jets, mas para me apenas mais um bandido ukraniano...

Волабуев disse...

Слабоват, этот ваш Хосе Мулязеш. Что там у вас в стране, лучше нет?

Batka Mahno disse...

Не Хосе Мулязеш, а Пинта Миляфреш!

Anónimo disse...

Чувак закончил ист фак, но по жизни несет пургу. Не рубит фишку Синяя Борода.

Anónimo disse...

2 Valobuev:

Posso confirmar que não há ningem melhor, ele pelo menos fala rússo ou esta tentar... Pelá aparencia tambem pode ser confundido com "sibirsky muzhik", e isto ajuda ter credabilidade...

Волабуев disse...

Пахнет другим. Их там много было, кто учил марксизм-ленинизм. С развалом СССР, как тараканы бегали, маскировали дипломы.

Мотылёк. disse...

Значит, намёк, что он внук Маркса!?

Portador do BI disse...

2 Valobuev:

Политика дело грязное, а уж в политической журналистике и подавно нужно ложиться под каждого. Коммуниста не поставили бы в агенстве Луза на такой боевой фортпост как в столицу путинской России. Вот и пришлось ему разменять советские сказочки на страшилки про наша Раша.

Мотылёк disse...

Фууу! Как омерзительно, он куплен?

Portador do BI disse...

Я полагаю есть некая параллель между его эволюцией (поллюцией) взглядов и практичностью. Коммунисты в Португалии сидели в тюрьмах Салазара и Каэтано, а советский народ оплачивал ему образование в МГУ. В итоге человек перепутал развал Союза и положил свой партбилет на стол перепутав Сталина с Куньялом.

Jest nas Wielu disse...

2 Gilberto Múcio

Ok, assim já da para entender o número de 70 milhões, mas não acho justo que apenas uma tirania fica com os louros todos. A II G.M: foi provocada pelo Hitler e pelo Stalin (não só pelo acordo de Molotov – Ribbentrop, mas pelo envio maciço das matérias primas soviéticas para a Alemanha Nazi, pela formação do Luftwaffe e Gestapo e outro tipo de colaboração entre nazis e comunistas entre 1933 e 1941).

2 Batka Makhno

1. Sinku, qual é a necessidade de escrever ucraniano com a k? A língua portuguesa fica a estranhar. Claro, que respeito e pago o tributo aos combatentes do movimento nacionalista (OUN) a as suas forças armadas (UPA), onde colaboravam vários médicos judeus. Aconselho ler este artigo para ter uma percepção mais clara sobre as manobras do Kremlin em pôr os judeus contra ucranianos:
http://maidan.org.ua/static/mai/1245868782.html (autor Moises Fishbain, texto em ucraniano).

2. Se “Batka” acha que Nestor I. Makhno: “apenas mais um bandido ukraniano”, para que usar o seu nome supostamente “criminoso” como o seu nick?

Мотылёк disse...

Portador do BI:

Положил партбилет на стол и стал упавшим жёлтым листом!

Anónimo disse...

2 Jest:

Sr. pode passar o link para algum artigo que fala sobre collaborção entre UPA e Gestapo contra as tropas da URSS?

Anónimo disse...

2 Jest

Aqeles medicos tiveram pouca escolha, "collaborar" ou morrer...

Anónimo disse...

Зачем сразу упавшим жёлтым листом? По крайней мере не для всех. При богатом политическом спектре всегда можно быть востребованным в определенных кругах. Бывший марксист Баррозу нынче в моде в Европе, а переход из PCP в PS так и вообще не считается зазорным.

Мотылёк disse...

Anónimo:

Жёлтый лист, лучше чем сухой, перепутать могут! А Баррозу разве был марксистом? Я, думала, Маоистом.

Волабуев disse...

Сижу тихо, жду когда Хосе Мулязеш загасит весь этот базар.
Одни коммунисты собрались.

Anónimo disse...

Ага, с большой буквы причем... ЛОЛ

Anónimo disse...

Пошукай Яндекс! Пинта Милязеш.

Anónimo disse...

2 Volabuev:

загасит весь этот базар?

Скорее затушит пожар! у себя в тылу.

Новодворская disse...

Коммуняки!

Ленин disse...

Anónimo 17.44

цитатa:
Люди всегда были и всегда будут глупенькими жертвами обмана и самообмана в политике, пока они не научатся за любыми нравственными, религиозными, политическими, социальными фразами, заявлениями, обещаниями разыскивать интересы тех или иных классов.

Hugo Albuquerque disse...

José Milhazes,

Lamento, mas entrar no campo da história contra-factual é complexo demais. Tudo e nada poderia ser. Lenin estava em plena guerra revolucionária, é muito diferente de Stalin, que em tempos de paz fez o que fez.

Ademais, os fatos são que Stálin chegou ao poder eliminando membros do partido por meio de complexas e violentas conspirações. Se fosse tão simples, uma era continuação como você postula, nada disso seria necessário. Quem vendia sua imagem como continuador de Lenin, claro, era o próprio Stálin e ele soube vender muito bem isso - a ponto de muitos comunistas, de Lisboa a Pequim, de Helsinque a Buenos Aires acreditarem nessa falácia.

O centralismo democrático, por sua vez, era um modelo fracassado e disfuncional porque permitiu esse acontecimento. Lenin passa ao largo de ser uma figura longe de qualquer crítica, mas não compararia com Stalin.

Gilberto,

Perfeito. Aliás, essa relativização do nazismo aparece justamente num momento em que a Europa, particularmente afetada pela crise mundial, se volta para o radicalismo de direita. Isso acontece num contexto prévio onde os partidos tradicionais de direita já não conseguem mais se articular num cenário onde a Europa perdeu influência estratégica para os Estados Unidos e a esquerda, por sua vez, se perdeu ou no culto ao stalinismo ou numa leitura rasa e romântica da social-democracia - ignorando, principalmente, os fatores econômicos reais por detrás de sua viabilidade.

Pense bem, se o nazismo é o mesmo que stalinismo e o stalinismo já acabou, você pode criar uma nova forma de nazi-fascismo livre do rótulo de nazi-fascismo e assim eliminar/escravizar os inferiores - em outras palavras, descontar nos bodes expiatórios a culpa da própria incompetência - sem condenação moral prévia.

saudações cordiais

Anónimo disse...

"Repito, qualquer um que ponha um sinal de igualdade entre o nazismo e o próprio estalinismo(do qual sou fervoroso opositor) é um imoral."

POIS EU DIGO E REPITO!!!!!!!!

COMUNISMO=NAZISMO. E STALINISMO É PIOR QUE NAZISMO.

E vc sabe disso. E vc sabe tb que hj em dia a maior parte das pessoas já está começando a reconhecer isso. E por isso se desespera a me chamar de fanático.

COMUNISMO E NAZISMO SÃO PARTES DO MAL ABSOLUTO.

E não adianta espernear, Múcio. Hj vcs nao podem matar, nem calar, nem mandar ninguém pra gulags...

Até sonham com isso, mas agora está bem difícil.

E não, não sou Olavete, até porque o Olavo, em seu radicalismo, se iguala à vcs.

Essa é a diferença entre nós. entre eu e vc.

Eu não defendo regimes cinicamente assassinos, simplesmente pra ficar bem na fita com a esquerdinha que vc tanto adora...

COMUNISMO E NAZISMO SÃO absurdos brutais que existiram para ensinar à humanidade o que NÃO SE DEVE FAZER.

E pra mim não existe essa coisa de Stalinismo e Comunismo enquanto entidades separadas.

Onde o comunismo existiu, promoveu ditadura, genocídio, assassinatos, censura e desespero.

Me aponte 01 país comunista desenvolvido e DEMOCRÁTICO.

Nenhum...

Aliás, o que vc faz na Rússia? é filiado ao PT? Ganhou uma daquelas bolsas que os esquerdinhas no Brasil adoram premiar os que se comportam direitinho na defesa do MST e do Lulinha? Onde vai ser o estágio? com o COMA-ANDANTE na ilha-prisão??

Essa é a diferença entre nós. Eu não troco minha consciência pelo ódio ideológico que vc nutre.

Eu acredito na democracia . Vc NÃO.

Ass: Ítalo Almeida

Jose Milhazes disse...

Leitores que escrevem em russo, respeitem os leitores que não sabem a vossa língua e escrevam em português. Se são russos, fazem parte dos que não respeitam outros povos e culturas, mas se são portugueses, tanto pior.
Além disso, posso não falar russo na perfeição, mas sei responder a alguns dos insultos.
E não tenham vergonha de assinar com nomes reais os comentários que fazem.

Hugo Albuquerque disse...

Gilberto,

Sim, é uma olavete.

Anónimo disse...

Italo, vc é um poço de ódio

Ítalo disse...

"Italo, vc é um poço de ódio"


E vc o é de amor pelo nazismo e pelo comunismo.

GILBERTO, POSTE SEM SE FINGIR DE ANÔNIMO, TÁ?

Anónimo disse...

Um regime matou X pessoas e o outro Y pessoas. Isso significa que ambos os regimes eram assassinos.
O ignóbil tratado Molotov-Ribbentrop provou a maldade e o cinismo quer do nazismo quer do comunismo.
Sorte a nossa quando os nazis foram castigados e derrotados, mas a maldade comunista na URSS continuou em vigor até 1989. Os russos e outros povos dentro e fora da URSS continuaram durante muitos anos a serem vítimas do comunismo.
Só em democracia se pode meter políticos criminosos na cadeia através da independência dos tribunais.
democrata

J.BRASIL disse...

Quer dizer que com o paganismo a Europa era mais segura? Decerto! Principalmente no tempo de Átila, das invasões germânicas, das invasões árabes e das invasões turcas. É, ou não é? Ou foi, ou não foi?

Gilberto Mucio disse...

Caro Milhazes,

Sem problemas.

---------
Hugo Albuquerque,

Com certeza trata-se de uma olavate. E daquelas bem histéricas. rsrsrs

---------

Ítalo,

Seu chilique já diz tudo. É caso perdido...rsrsr E o que faço ou deixo de fazer aqui não é de sua conta, jovem. Só não tenho ligação com partido nenhum, muito menos com PT.

Ps.: Não sou moleque para ficar postando como anonimo.

Gilberto Mucio disse...

Culpar o marxismo/comunismo pelas atrocidades de Stalin, Mao e cia, é o mesmo que culpar o Iluminismo pelas atrocidades cometidas por Robespierre durante o Thermidor.

O Nazismo não, a própria doutrina é a pregação da atrocidade.

Felipe disse...

Concordo plenamente com o Gilberto Múcio e com o Hugo Albuquerque.

Mudando um pouco o foco, acrescento que está para existir uma nação realmente democrática. O conceito de democracia mais difundido atualmente consiste, basicamente, em eleições multipartidárias, imprensa livre e neoliberalismo. Certamente, na maioria dos países dito "democráticos", as eleições são completamente distorcidas. A mídia de massa aliada aos grandes grupos privados elegem facilmente seus representantes e dominam o Estado. O resultado é um completo descompasso entre o perfil dos políticos eleitos e o perfil da sociedade. Uma mídia de massa na mão de poucos, não-pluralista, também não pode ser considerada liberdade de expressão plena. Um sistema econômico que aumenta a concentração de renda não pode ser considerado justo. Enfim, o que é amplamente difundido atualmente como democracia é uma falácia. O verdadeiro poder é o poder econômico e não o político, até porque aquele se submete a este. Portanto, a verdadeira democracia é o poder econômico nas mãos do povo. Isto não ocorre em nenhum país atualmente, muito menos ocorreu na URSS, que nunca chegou perto de ser socialista. O capitalismo está provavelmente atingindo seu ápice, já deu o que tinha que dar.

Italo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Italo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

A Rússia, ao contrário da Alemanha, não esqueceu nada , não aprendeu nada.

atoleiros disse...

Quando era garoto, durante a 2ª Guerra Mundial, li nas Selecções, que alguém perguntou a Roosevelt, porque é que estava a ajudar o ditador Estaline contra o ditador Hittler, e este respondeu : Estamos a ajudar o ditador mais fraco !

Anónimo disse...

Seria engraçado saber qual a ideia deste Italo.

Perseguir os comunistas? prendê-los? talvez até matá-los.

Ricos democratas

Anónimo disse...

"Seria engraçado saber qual a ideia deste Italo.

Perseguir os comunistas? prendê-los? talvez até matá-los."

JAMAIS.

A reprovação e a condenação MORAL do comunismo enquanto ideologia facinorosa e irmã gêmea do nazismo já basta.

Deixemos a punição daqueles que estupraram , mataram e censuram 110 milhões de pessoas nas mãos do criador.

Essa justiça não falha.

Obs: com exceção de Cuba. A família Castro deve ser julgada exemplarmente, como o foi o alto escalão nacional-SOCIALISTA em Nuremberg. E será julgada, cedo ou tarde.

Ítalo

Gilberto Mucio disse...

Vixe, o homem é um fanático.

Leve-me ao seu líder! (risos)

Italo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jest nas Wielu disse...

2 Anónimo 17:06 / 17:08

Não vê nenhuma ironia no seu próprio discurso? Compare por favor as suas duas afirmações:

1. “Aqeles medicos tiveram pouca escolha, "collaborar" ou morrer...”
2. “collaborção entre UPA e Gestapo contra as tropas da URSS?”

Desconheço os factos da colaboração do UPA e Gestapo, mas conheço os factos sobre a colaboração da Gestapo e NKVD (no final dos anos 30 oficiais do Gestapo tiveram na URSS os “cursos de aperfeiçoamento profissional”). Além disso, Hermann Goring e outros oficiais da Força Aérea da Alemanha estudaram clandestinamente (proibidos pelo tratado de Versalhes) na URSS. Quer algum link sobre isso?

E já agora, em português, a palavra colaboração se escreve com uma L.

2 Anónimo17:13

Durão Barroso nunca era membro do PCP, aprende, pfr, a parte material!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Gilberto Mucio disse...

A primeira é feita para alemães-ariano-nórdicos, portuga. Tu é excluído do clubinho. hihihi

Gilberto Mucio disse...

Errata

*a segunda

Italo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

A segunda é feita para alemães-ariano-nórdicos, portuga. Tu é excluído do clubinho. hihihi(2)


tenho que concordar com o Múcio.

hehehehe...
mestiço com árabe/judeu/berbere/ querendo dar uma de nazista...

Ítalo

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Esses moçárabes...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Clayton José de F. Mendonça disse...

Graças,, até que fim o governo russo começou a pensar publicamente nas vitimas do regime Stanlista. De um modo geral,, isso esse processo iria acontecer cedo ou mais tarde.
Certo dia pensei, Comunismo é igual ao Nazismo, mas de que forma posso comprar um e outro? pois tinham laços idênticos só que a realidade Russa é totalmente diferente da Realidade Alemã (do Passado). Não podemos deixar as atrocidades feito por Stalin e companhia ficar apenas em Documentários, Filmes, Opiniões e Memórias etc, mas sim ser julgado de modo amplo. E aproveitando o fato, eu pessoalmente deixo um recado, se for pra enterrar algo, que seje o Lenin.

Oh Well, Okay. disse...

"Que fique claro que o Nazismo nunca pretendeu acabar com o capitalismo também. Ele simplesmente buscava acabar com as lacunas e as falhas do capitalismo liberal por meio da construção de um Estado de excelência técnica, centralista e meritocrático, governado por um partido único, mas com a presença do grande oligopólio capitalista."

Exacto. O Nazismo sempre defendeu o capitalismo. Apenas antes de entrada de Hitler no panorama do Partido, existiam uns quantos membros que procuravam uma espécie de "revolução", ainda que dentro do nacionalismo, no sector económico, de encontro ao conservadorismo e a uma "economia mais fechada". Estes membros foram rapidamente afastados, deixando bem claro quais eram as ideias de Hitler em relação ao capitalismo.

O Estalinismo foi tão mau quanto o fascismo italiano, o Salazarismo, o maoísmo. Era um regime ditatorial e concentrava em si todas as características de um regime deste tipo. Ponto final. Agora, igualar é que não. Matava aqueles que iam contra as suas leis, como ainda hoje acontece por aí, mas nada como aconteceu na Alemanha nazi.
Nunca no Estalinismo houve um teor racial-racista e isto basta para fazer a (grande) diferença.

Milhazes:

"Leitor Hugo Albuquerque, o Estalinismo é uma continuação do Leninismo."

O senhor é Historiador, certo? Se não me engano, sim. Então, por favor, explique-me, como é que tendo acesso à informação que tem, e tendo o conhecimento associado à sua formação/profissão, afirma tal coisa? Então Lenine propagava o revolucionarismo internacional e Estaline fechou-se totalmente à causa, trabalhou apenas internamente...E diz que uma coisa é a continuação da outra? Baseando a sua afirmação no facto de ambos terem "campos de concentração". E nem vou pegar no facto de chamar aos campos soviéticos: campos de concentração. É que no URSS haviam campos de trabalho e prisões, não haviam campos de concentração. Esses foram específicos dos regimes de direita. :)

Outra coisa. Cada um tem direito a ter a ideologia que quiser e mudar de opinião. Nada contra. Mas penso que devia ter um pouco mais cuidado. É que a sua desilusão com o "comunismo" está a tornar os seus comentários cada vez mais anti-comunismo. Pode não concordar, ser contra. Mas acho que actualmente qualquer pessoa inteligente percebe que a União Soviética não era comunista, nem a China, nem Cuba, nem o PCP. Talvez o mal não esteja no comunismo, mas sim na forma como o ensinaram a ver o comunismo. Já pensou nisso? Alguma vez foi verdadeiramente adepto do marxismo? Aquilo que ensinavam no PCP não é nada comparado à ideologia. Comunistas (neo-comunistas) há muitos por aí e o leninismo-marxismo não é = a marxismo. :) (não leve a mal as minhas questões).

"Hitler foi eleito democraticamente, Estaline subiu ao poder da seguinte forma, conspiração, matar e matar."

Democraticamente, como quem diz. Lá só porque existiram eleições, não significa que as pessoas tivessem votado de livre vontade. Há muitas formas de manipular as massas.

"Em 3 meses, a URSS quase perdia a guerra, só não perdeu graças ao inverno rigoroso, às ajudas americanas(lend lease) e ao sacrificio humano soviético."

Morri a rir. E acho que não vale a pena dar crédito a estes anónimos. No fundo são todos do mesmo saco.

carlitos soares disse...

os comunistas russos,são cinicos e
hipócritas,esqueceram dos grandes
massacres que empreenderal,por exem
plos 25000,oficiais poloneses, em
uma floresta da Rússia,se o comunis
mo foi a raiz do Mal,o nazismo foi
o fruto da pervesidade,todos dois
regimes fascistas de esquerda e de
direita,devem ser condenados e repu
tiados por todo o sempre.

Anónimo disse...

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=79HC57EagRQ#!


Resistência anti-socialismos , comunismo , nazismo e doutrina totalitárias.


Anónimo disse...

NINGUÉM AI MENCIONOU O PACTO RIBBENTROP MOLOTOV, QUE DIVIDIU A POLÔNIA ENTRE OS NAZISTAS E OS COMUNISTAS, E GARANTIU A OMISSÃO DA ALEMANHA NAZISTA QUANTO A OCUPAÇÃO SOVIÉTICA DOS PAÍSES BAIXOS E A TOMADA DA PENÍNSULA DA CARÉLIA DA FINLÂNDIA, A URSS FOI UMA DAS CAUSADORAS DA WW2, PRATICOU GENOCÍDIO COMO A ALEMANHA NAZISTA(HOLODOMOR)E MUITO ME ESTRANHA AS POTENCIAS OCIDENTAIS PERMITIREM A MANUTENÇÃO SOVIÉTICA NO PÓS GUERRA DESTES PAÍSES SOB A INFLUÊNCIA SOVIÉTICA, TALVEZ PELA NECESSIDADE ANGLO AMERICANA DA EXISTÊNCIA DE UM INIMIGO EXTERNO(A CHINA ESTA A CAMINHO DE FAZER ESTE PAPEL)O COMUNISMO FOI E É UMA UTOPIA INFANTIL QUE LEVA À ESTAGNAÇÃO DA SOCIEDADE, VIDE CUBA E CORÉIA DO NORTE