segunda-feira, maio 17, 2010

Ianukovitch promete a Medvedev maior cooperação, mas tendo em conta interesses nacionais



Os presidentes da Ucrânia e da Rússia, Victor Ianukovitch e Dmitri Medvedev, assinaram várias declarações conjuntas e prometem novos acordos com vista ao incentivo das relações bilaterais, mas com o respeito pelos interesses nacionais.
Após conversações realizadas na capital ucraniana, Ianukovitch e Medvedev assinaram três declarações sobre questões de segurança internacional, da regularização da situação em Transdnístria e da segurança no Mar Negro.
A última declaração prevê o alargamento da cooperação entre a Armada russa que se encontra aquartelada em território ucraniano e a Marinha de Guerra da Ucrânia.
No que respeita à segurança internacional, Ianukovitch frisou: “chegamos a um acordo: não vamos fazer amizade contra alguém. Todas as decisões que tomamos visam defender os nossos interesses nacionais”.
Quanto à normalização da situação da Transdnístria, região separatista da Moldávia que faz fronteira com a Ucrânia e onde se encontram aquarteladas tropas russsas, os dirigentes dos dois países consideram que as partes do conflito devem resolver o problema por via pacífica e apelam à renúncia a ações unilaterais.
Ianukovitch e Medvedev manifestaram a intenção de criar corporações e empresas conjuntas, nomeadamente em áreas como construção naval, fabrico de aviões, indústria espacial e energia.
Na presença dos dois presidentes, os ministros dos Negócios Estrangeiros assinaram o acordo de limitação da fronteira russo-ucraniana.
Ao abordar esta questão, Ianukovitch, conhecido pelas suas gaffes filológicas e literárias, falou em “demilitação” em vez de “delimitação”.
Medvedev considerou que “com o aparecimento de Victor Ianukovitch no poder na Ucrânia, a Rússia passou a ter um parceiro válido, que cumpre as decisões tomadas.
O presidente russo considerou este encontro “apenas o início”, prometendo novos acordos para breve.
“Decidimos criar um plano especial de coordenação do desenvolvimento sócio-económico nos próximos dez anos”, frisou.
As autoridades de Kiev proibiram a realização de manifestações durante a estadia de Medveded na capital ucraniana, o que não impediu militantes da organização feminista “FEMEN” despir-se parcialmente junto do edifício da Presidência do país, numa ação a que chamaram: "Arranhadas pelo Urso" (O apelido do Presidente russo é derivado do nome desse animal).
“A expansão da Rússia ameaça a Ucrânia não só com a perda dos direitos e liberdades sociais, mas com o regresso do conservadorismo soviético. Para as mulheres ucranianas, a liberdade é cheirar a perfumes franceses, e não a botas de borracha. Não permitiremos que o urso russo dê cabo do nosso país e das ucranianas”, declarou Anna Gutsol, dirigente dessa organização.

22 comentários:

MSantos disse...

"Para as mulheres ucranianas, a liberdade é cheirar a perfumes franceses, e não a botas de borracha."

Sim senhor, belo conceito de liberdade!

E as moscovitas? também cheirarão a botas de borracha?

A foto está péssima. Devia ter sido mais de frente e não tão de lado.

:o)

Cumpts
Manuel Santos

MSantos disse...

Já agora: terão sido estas meninas as que se despiram parcialmente nas últimas eleições?

Cumpts
Manuel Santos

ALONE HUNTER disse...

O futuro da Ucrania está lincado com o futuro da Rússia. Não há ninguem nesse mundo que possa negar isso!

Sempre foi assim, e sempre será! A Ucrania faz parte da Rússia, mesmo que não oficialmente. A Rússia não irá interferir na soberania ucraniana desde que não interfira nos interesses russos!

Com relação á Transnidria, este território será independente da Moldávia. É isso que a população quer, vontade do povo é vontade de Deus!!!

A Rússia irá proteger a Ucrania, com o guarda-chuvas militar. O futuro da Ucrânia está garantido ao lado da Rússia. Mais não ao lado do Capitólio!!!

M. Łukaczewski disse...

Em pesem as manifestações destas peladas desvairadas, parece que tudo caminha a bom termo para a paulatina reagregação dos Povos Eslavos. O que pensar dessas mulheres que com tanta facilidade mostram suas privacidades? Que Deus abençoe a NOSSA Terceira Roma e dê destino apropriado a essas concubinas de satanás!!!

M. Łukaczewski

Jest nas Wielu disse...

Grande FEMEN, sempre as meninas corajosas!

Jest nas Wielu disse...

2 MSantos

Sim, estas mesmas: http://femen.livejournal.com (muitas fotos ao bom gosto do MSantos).

++

Sempre me interroguei como as pessoas conseguem juntar a fé religiosa e o estalinismo (que tem como o marco cultural a luta sem quartel contra a religião).

Agora já sei, como no romance Moscovo 2042 os nossos estalinistas ortodoxos simplesmente substituem Pai, Filho e Espírito Santo pelo Pai Stalin, Filho (Putler, Medved, Qualquer Outro Fulano) e Partido (PCUS / Rússia Unida).

Agora, onde no meio disso tudo fica a bem estar das pessoas, destes mesmos operários e camponeses, os trabalhadores e trabalhadoras é que já não sei.

Bremm disse...

"Ao abordar esta questão, Ianukovitch, conhecido pelas suas gaffes filológicas e literárias, falou em “demilitação” em vez de “delimitação”."

Pelo visto, temos o Lula em versão eslava. Se bem que para usurpar do dinheiro dos contribuintes, não é necessário curso de nível superior.

Alone Hunter, o objetivo da Rússia é lucrar o máximo possível extorquindo dinheiro dos ucranianos pelo gás, e o da Ucrânia é roubar o máximo de gás possível dos russos. O (des)governo de um roubando do povo de outro.

Sobre a foto, Sr. Milhazes, fico triste de não tê-la postado na segunda-feira, pois seria um ótimo alento a uma semana de trabalho que se iniciou.

Pippo disse...

JM, há hipóteses dessas jovens virem cá manifestar-se por uma coisa qualquer? Pode ser pela razão que elas quiserem... ou até por nenhuma... não interessa!

Mas que venham!

A sério! A malta até paga as tintas!

:O)

PS - agora menos a sério, em Moscovo eu não via as jovens a usar botas de borracha, pelo contrário, e andavam muito elegantes, de mini-saia por baixo dos seus casacos de peles... um colírio para os olhos!

MSantos disse...

Obrigado, Jest!

Bem me parcia que já tinha visto aquelas "pinturas" em qualquer lado.

:o)

Cumpts
Manuel Santos

Jest nas Wielu disse...

2 Bremm

O nosso Yanukovich tem uma particularidade muitíssimo especial, que o permanentemente distingue de qualquer outro presidente ao nível mundial, na sua juventude ele 2 vezes cumpriu a sentença prisional: por espancamentos graves e roubo de goros de pele aos citadinos. Não é brinquedo não!

2 Pippo / Filipe

Então a vossa “malta” paga as tintas! Mas que “generosidade” e “grandeza” na oferta. E quem pagará as passagens e os vistos? O Papa? (Nota: é uma conhecida piada russa).

2 MSantos

De nada, como se diz no famoso anedota sobre os espanhóis: “Nosotros fabricamos que hay de mejor!”

Moisés disse...

Curioso é que existe um movimento pelo menos nacional (Brasil) contra a ideia de tratar as mulheres como objeto e que elas devem ser valorizadas pelo seu conhecimento e não pelo corpo, parece que na Ucrânia segue-se o caminho inverso. Ucrânia não tem condições de seguir sozinha e isso foi provado nos 4 anos do governo pró-ocidente, que se fosse bom teria sido reeleito.

Sergei Korolev disse...

Que linda foto, um rosto angelical,lembra a minha namorada^^

ALONE HUNTER disse...


"O futuro da Ucrania está lincado com o futuro da Rússia. Não há ninguem nesse mundo que possa negar isso!"

Espero que sim^^

" A Rússia não irá interferir na soberania ucraniana "
bem, ja ae eu não teria tanta certeza

Jest nas Wielu disse...

"empre me interroguei como as pessoas conseguem juntar a fé religiosa e o estalinismo "

Ora, porque a surpresa? juntaram o cristianismo e a guerra santa em um mesmo conceito 1000 anos antes, dae em diante ,qualquer aberração não surpreende

Bremm disse...

" O (des)governo de um roubando do povo de outro."

E,infelizmente.

Pippo disse...

"JM, há hipóteses dessas jovens virem cá manifestar-se por uma coisa qualquer? Pode ser pela razão que elas quiserem... ou até por nenhuma... não interessa! "

Podem vir pro Brasil tambem, seram recebidas com MUITO carinho e afeto
uahuahauhauahuahuahauhauahuahauhauah (risada maligna)


Moisés disse...

"Ucrânia não tem condições de seguir sozinha e isso foi provado nos 4 anos do governo pró-ocidente, que se fosse bom teria sido reeleito."

E isso ae^^,volta USSR, dessa vez sem estalinismo e verdadeiramente socialista.....( a esperança é a ultima que morre)

Sergei Korolev disse...

"a intenção de criar corporações e empresas conjuntas, nomeadamente em áreas como construção naval, fabrico de aviões, indústria espacial e energia."

parece que os chineses perderam essa ^^

"Ao abordar esta questão, Ianukovitch, conhecido pelas suas gaffes filológicas e literárias, falou em “demilitação” em vez de “delimitação”."

Não seria porque Ianukovitch fala melhor russo que ucraniano? saberia me respoder isso Milhazes?^^

"A expansão da Rússia ameaça a Ucrânia não só com a perda dos direitos e liberdades sociais, mas com o regresso do conservadorismo soviético. Para as mulheres ucranianas, a liberdade é cheirar a perfumes franceses"

isso ja mostra bem que tipo de organização é essa FEMEN,certamente não é seria

Jose Milhazes disse...

Leitor Serguei Korolev, o problema é que Ianukovitch diz gaffes nas duas línguas...

Jest nas Wielu disse...

Yanukovich não apenas comete as suas gaffes, mas também por vezes se torna a vítima: ora dos ovos voadores (2004), ora de coroas de flores com as faixas nacionais (2010), por ventura é um complot entre a natureza ucraniana e os nacionalistas.

p.s.
Se S. Korolev também não tem os fundos para pagar os bilhetes, também não deverá ter os vícios lol lol

Pippo disse...

2 Jest

Sim, a gente também paga as viagens! E fornecemos os pincéis!

Agora mais a sério, notei com interesse que "Ianukovitch e Medvedev manifestaram a intenção de criar corporações e empresas conjuntas, nomeadamente em áreas como construção naval, fabrico de aviões, indústria espacial e energia".
Ora parece que era exactamente isso que era alvitrado por estas bandas relativamente ao acordo Sevastopol/gas, no qual se equacionou se haveria cartas na manga por parte da Rússia.

Para quem irá a Antonov? Quem passará a deter a maioria dos capitais da indústria naval ucraniana? Quem irá deter a companhia gasífera ucraniana?

Será que, afinal de contas, o "erro económico" da Rússia, ao assinar aquele acordo, não será mesmo um enorme sucesso? a interligação entre as economias ucraniana e russa (se não mesmo a integração daquela nesta) poderão ser uma das maiores alterações políticas a que assistimos nos últimos tempos no espaço da antiga URSS.

Jest nas Wielu disse...

2 Pippo / Filipe

Ainda bem, peço para me forneceres o seu endereço electrónico para eu o poder passar ao FEMEN.

Pippo disse...

Isso, fornece-me o seu email para eu falar com elas! Ou então, elas que me contactem via "Da Russia", que também serve. :O)

Jest nas Wielu disse...

2 Pippo

Bem me parecia que a sua “generosidade” era demasiada. FEMEN não tem nenhum interesse em o contactar, pois quem se voluntariou em dizer a) “A malta até paga as tintas!”; b) “gente também paga as viagens! E fornecemos os pincéis!” foi o Filipe Martins. Eu penso que ninguém o forçou a afirmar isso.

Caso mudar de ideias, prometo solenemente que não haverá os maus-tratos. Passo publicamente (via Live Journal) o seu e-mail ao FEMEN. O resto será consigo e com a organização feminista.

E essa, hein, não é a mesma coisa que escrever as postagens no anonimato da casa!

Pippo disse...

Mas então, porque é que não me dá o contacto delas? Se mo der eu contaco-as, sem problema. Ou será que tem medo de ficar sem coutada? :O)

Ou então dê-me o seu contacto, até o pode publicar aqui no DaRússia. De certeza que passará a ser ainda mais popular e a receber muitos emails dos seus amigos bloguistas.

E esta, hein? Dar-nos o seu nome e o seu contacto não é a mesma coisa que escrever escondido a coberto do anonimato! :O)

Pippo disse...

Já vi o email da FEMEN, estava noutro "post".

Agora só espero (esperamos) ver o seu.

Força nisso, homem, coragem! :O)

Jest nas Wielu disse...

2 Pippo

Qual é a parte da minha postagem sobre o uso da forma do comentário no meu blogue / LJ que amigo Filipe Martins não entendeu?