quinta-feira, maio 19, 2011

Afinal podemos esperar que Dmitri Medvedev se recandidate a Presidente da Rússia



Os políticos devem pensar que as sociedades chegaram a um ponto de total idiotismo e que se pode fazer tudo o que lhes vem à gana. O "grande tabu" em torno da recandidatura de Dmitri Medvedev ao cargo de Presidente da Rússia nas eleições de Março de 2012 é um exemplo claro dessa posição das elites políticas.
Há já vários meses que Medvedev e Putin vêem fazendo declarações no sentido de que tanto um como outro não exclui a possibilidade de se recandidatar, quando toda a gente já entendeu que só um deles irá fazer isso.
Dmitri Medvedev declarou hoje que não se pode excluir a possibilidade da sua recandidatura ao cargo de Presidente da Rússia nas eleições de março de 2012.

“Se me pergunta no seguinte sentido: pode ter a esperança; eu respondo: pode ter, com toda a certeza absoluta, esperança”, declarou Medvedev a um jornalista austríaco se podia esperar a sua recandidatura.
O dirigente russo lamentou o facto de o jornalista, que acompanha o Presidente da Áustria, Heinz Fisher, numa visita a Moscovo, não ter assistido à sua conferência de imprensa na véspera.
“Eu gastei com esse tema duas horas e 20 minutos”, acrescentou.
“Posso facilitar-vos um pouco a vida ao dizer que o Presidente Medvedev será benvindo na Áustria independentemente do cargo”, retorquiu o dirigente austríaco.
Na quarta-feira, Dmitri Medvedev, numa conferência de imprensa realizada para mais de 800 jornalistas, declarou que ainda não tinha chegado a hora de anunciar a sua decisão sobre esse tema.
Porém,  excluiu a possibilidade de concorrer nas eleições presidenciais de março de 2012 contra o primeiro-ministro Vladimir Putin.
“Não se trata de brinquedos, trata-se do destino das pessoas, e não de ambições pessoais”, reagiu ele, numa conferência de imprensa com mais de 800 jornalistas russos e estrangeiros.
O Presidente russo frisou que tem muito boas relações com o “colega e parceiro”, acrescentando que “estas relações têm mais de vinte anos”.
“Digam o que disserem, mas nós realmente somos aliados”, acrescentou.
Segundo Medvedev, “há concorrência que ajuda, mas há concorrência que conduz a um beco sem saída. Iremos orientar-nos por uma abordagem responsável quando for decidida a questão de quem se candidatará ao quê”.
“Nós realmente temos a mesma formação, em direito, e os nossos valores estão muito próximos. E nós dois queremos realmente que o nosso país seja moderno... As discussões no dueto não são más, porque assim nasce a verdade”, sublinhou.
O Presidente russo espera o apoio do Partido Rússia Unida, dirigido por Vladimir Putin, se se decidir recandidatar.
Dmitri Peskov, porta-voz de Putin, declarou, hoje, que o candidato ao cargo de Presidente do país irá ser avançado no congresso do Partido Rússia Unida.
Moral da história, há muito que não existe qualquer tabu em tudo isto. Medvedev tenta manter expetativa numa "telenovela", cujo episódio final já é conhecido. Ele vai recandidatar-se com o apoio de Putin e da Rússia Unida, continuando a ser um transmissor fiel das ideias e ações do primeiro-ministro russo.
E se há algum tabu aqui, ele consiste em saber que cargo irá Vladimir Putin ocupar se abandonar a direção do Governo russo. Ele vai querer continuar a reinar na Rússia por muitos anos. Onze anos no poder foram poucos...
Será que já nasceu mais um "líder da nação?"


10 comentários:

PortugueseMan disse...

...Medvedev tenta manter expetativa numa "telenovela", cujo episódio final já é conhecido...

Já é conhecido? De certeza meu caro?

Jose Milhazes disse...

Caro PM, gostaria tanto de me enganar!

PortugueseMan disse...

Meu caro,

A única coisa que tenho a certeza é que Putin nunca andará longe. Agora em que cargo...

E da minha parte, você já sabe, considero que a Rússia não fica mal servido com Putin.

Mas confesso ter curiosidade em saber qual dos dois vai em frente.

anónimo_russo disse...

1. Não tenho tanta certeza que Medvedev obedeça segamente a Putin. Podem ter realmente "valores muito proximos", mas Medvedev deve ter as suas próprias ambições. Acho que seria mais correto dizer que Medvedev continua a politica de Putin do que dizer que Putin continua a governar.

2. O mais inportante de tudo é que, ao meu ver, o governo atual da Rússia não impede o país de se desenvolver. Há alguma corrupção, magnata Hodorkovskii está na prisão, coitadinho, bla-bla-bla etc., mas não vejo erros fatais para a economia nas decisões do governo. Há algum proteccionismo razoável, tem a esperança de não perder ou até desenvolver as tecnologias que a Rússia tem atualmente. Aínda há muito espaço para o desenvolvimento do país com o governo atual. E os sermões de alguns "grandes democratas" que eles guardem para outros.

Jose Milhazes disse...

Anónimo russo, essa de que "há alguma corrupção" daria para rir se não fosse tão trite e sério. A Rússia é dos países mais corruptos do mundo, está ao mesmo nível dos países africanos mais corruptos. Olhe em seu redor. Com Vladimir Putin, a corrupção não diminuiu, mas aumentou e muitas vezes.

anónimo_russo disse...

"Blogger Jose Milhazes disse...

Anónimo russo, essa de que "há alguma corrupção" daria para rir se não fosse tão trite e sério. A Rússia é dos países mais corruptos do mundo, está ao mesmo nível dos países africanos mais corruptos. Olhe em seu redor. Com Vladimir Putin, a corrupção não diminuiu, mas aumentou e muitas vezes."




A corrupção é grande, mas não é um obstaculo fatal para o desinvolvimento da economia, quer alguem queira, quer não.
E as frazes "está ao mesmo nível dos países africanos mais corruptos" vêm, segundo eu entendo, dos relatórios desses organizações politizadas do tipo "transparéncia internacional" etc. Não me inspiram grande confiança nem essas organizações, nem os dados que eles fornecem. Nos tempos de Ieltsin dúvido que houvesse menos corrupção, provavelmente se falava menos nisso, de acordo com a conjuntura politica.

Anónimo disse...

Que bonecos são aqueles? imitação de alguma obra de arte?

Jose Milhazes disse...

Anónimo, é a imitação do monumento a Min e Pojarski, na Praça Vermelha. Trata-se de dois heróis da guerra contra o invasor polaco no início do séc, XVII.

FAB FLANKER disse...

Medvedev é fantoche de Putin... Isso é apenas marketing para enganar a Opinião Pública.

E se caso Medvedev se candidatar a presidencia e concorrer com Putin, com certeza será massacrado!

anónimo_russo disse...

"FAB FLANKER disse...

Medvedev é fantoche de Putin... Isso é apenas marketing para enganar a Opinião Pública.

E se caso Medvedev se candidatar a presidencia e concorrer com Putin, com certeza será massacrado!"



"E se caso Medvedev se candidatar a presidencia e concorrer com Putin, com certeza será massacrado!"

Com certeza, na Praça Vermelha, ó seu "perito".