quinta-feira, junho 30, 2011

Vladimir Putin vai ocupar-se da sua higiene depois de Março de 2012


Não há dia em que o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, não nos traga uma surpresa ou não nos brinde com  algum aforismo.
Hoje, numa conferência da Rússia Unida, realizada em Ekaterimburgo, nos Urais, Putin decidiu revelar o que irá fazer no dia 13 de Março de 2012, o dia a seguir às eleições presidenciais.
"Irei lavar-me. Tanto no sentido próprio, higiénico, como no plano político. Depois de todas as campanhas eleitorais que nos esperam, será necessário tratar a fundo da higiene", declarou. 
Esperemos que isto não seja interpretado pelos restantes dirigentes do Partido Rússia Unida como um apelo aos russos para que poupem água e sabão até Março de 2012. 
Putin explica que a necessidade de higiene profunda se deverá ao facto de as eleições serem sujas. Curioso, o primeiro-ministro de um país tão grande como a Rússia reconhece antecipadamente que as eleições, parlamentares e presidenciais, não irão ser limpas.  
Pergunta-se: num país completamente controlado por Vladimir Putin e seus "muchachos", quem irá sujar as eleições? A oposição marginal que é impedida de participar no ato eleitoral? Os serviços secretos ocidentais? O obediente Partido Comunista da Federação da Rússia?
Não acredito. A julgar pela experiência passada, parece ser mais sensato pensar que os governadores das regiões e repúblicas da Rússia, as comissões eleitorais regionais e central serão os principais "produtores de lixo eleitoral". Como dizia um dirigente tchetcheno, se for preciso 104% dos votos, garantiremos.
Admiro uma qualidade em Vladimir Putin: a frontalidade. Ele não está com meias medidas, diz a verdade: depois de se manchar nas eleições sujas que ele e o seu "poder vertical" vão organizar, precisa de tratar da sua higiene. 
Por isso, preferia que ele se candidatasse à Presidência da Rússia nas eleições de Março de 2012 e pusesse fim aos mito sobre o dueto que governa o país e sobre o bom (Medvedev) e o mau (Putin) governantes.
Para aumentar a "sujidade" das eleições, Putin decidiu criar a Frente Popular Unida. E embora hoje tenha dito que ninguém deve ser obrigado a ingressar nessa força política, todos sabem que as pessoas são levadas para essa organização sem o seu conhecimento e contra a sua vontade. Empresas públicas inteiras, como, por exemplo, os Correios da Rússia ou os Caminhos de Ferro da Rússia, filiam-se na Frente Popular.  Até a Organização das Loiras da Rússia aderiram à dita! Mas alguém imaginou uma coisa dessas num país minimamente democrático? 
Isto tem apenas um nome: corporativismo, que os portugueses conhecem bem de outras alturas. Basta mudar o nome de Frente Popular para União Nacional.
Vladimir Putin terminou a sua tirada com as palavras de Winston Churchill:  "A democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas". E aqui tem toda a razão: a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas, incluindo o regime por ele criado, acrescento eu.
 


9 comentários:

Zhirinovsky disse...

Vladimir Putin será um antibiótico para a Rússia depois das eleições. Irá erradicar a infecção interna e externa que afeta a política russa!

Cristina disse...

Muito bem, JM! Totalmente de acordo!
Parece impossível um líder de um país assumir que irá participar em eleições sujas! Ainda para mais, quando é ele que controla o sistema!
Isso só pode significar que, não obstante a bonita frase citada, o próprio Putin não acredita na democracia, (aliás como nós já sabemos e constatámos na prática há muito tempo....)

Zhirinovsky disse...

VLADIMIR PUTIN DE VOLTA AO TRONO, COMO PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO RUSSA!

EU APOIO

Anónimo disse...

Acho que com Putin como preseidente da Rússia (já eleito 1 ano antes das eleições), haverá menos colaboração e mais conflito com o Ocidente. Acho que a coisa ficará mais difícil para a Geórgia pq ele vai pressionar mesmo o país. Putin vai entrar em conflito com o Ocidente em relação ao escudo antimíssil na Polônia e questões alfandegárias tb. A colobaração entre EUA e a Rússia em relação ao controle de armamentos nucleares tb corre o risco de ir por água abaixo. Putin é um retrocesso! Eu acho que o Ocidente deve colaborar menos com a Rússia com ele no governo, é constrangedor negocear com um ditador e facínora como ele. É de sentir nojo ver um líder ocidental e Putin na mesma mesa, um ditador cruel! Se o Ocidente reviu sua política de não mais colaboração com ditadores, vide a situação com países árabes, não tem mesmo que criar laços com uma Rússia nas mãos de Putin. Havia coisa mais previsísel do que ser ele ocandidato em 2012? Medeleev correspondeu as expectativas que se tinha sobre ele, ele é mesmo um "banana". Também, o que ele poderia fazer? Putin é um czar absoluto!

Zhirinovsky disse...

Anônimo...

Se vc publicar este post em um jornal na Sibéria ou dizer isso para um colono russo, vc seria fuzilado!

Putin é o maior estadista da História da Rússia e talvez o maior Estadista do planeta desde o fim da 2ª guerra mundial, tirou seu país do buraco aberto por aquele energúmino do Mikhail Gorbachevna maior tragédia política da história de MOSCOW e irá tornar este país a 2ª SUPERPOTÊNCIA!

Muita coisa irá acontecer na Rússia á partir de 2012... Cabeças irão rolar!!!Uma mudança radical irá ocorrer no cenário geoestratégico mundial. O URSO só está acordando... O balanço vai pender para o outro lado da mesa, á partir de 2012, com o mago no comando!

PUTIN PARA PRESIDENTE EM 2012!!!!

Eu apoio...Eu acredito! Meu voto está garantido!

Eduardo disse...

Anónimo 05:35 (Italo)

Quanto resquício de guerra fria...

Putin talvez não seja exemplo de democrata mas não é nenhum líder louco ou ditador em busca de conflito fora da Rússia. O país caminha bem, tem economia crescente e voz cada vez mais firme para estabilizar o cenário internacional.
Putin ainda é fator de estabilidade... O que se especula, na verdade, é, quando o país caminhará para ser uma democracia mais ao estilo ocidental etc

Anónimo disse...

Zhirinovsky,

voto? rs.... Que coisa tão irrelevante neste caso!

Anónimo disse...

"Se vc publicar este post em um jornal na Sibéria ou dizer isso para um colono russo, vc seria fuzilado!"

Zhirinovsky,

Eu não duvido, esse é mesmo o tratamento dado a vozes descordantes na Rússia.

Anónimo disse...

"Anónimo 05:35 (Italo) Quanto resquício de guerra fria..."





Não fui eu quem escreveu nesse post amigo.

Ass: Ítalo