sexta-feira, julho 01, 2011

Os tanques russos são bons ou maus?




Anatoli Serdiukov, Ministro da Defesa da Rússia, declarou hoje que se recusa a adquirir tanques russos “enquanto eles não corresponderem às exigências modernas”.
Esta declaração, citada pela agência Ria-Novosti, contradiz as palavras do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, que afirmou, recentemente, que “os tanques russos são os melhores do mundo”.
Serdiukov revelou também que o seu país não tem planos para construir porta-aviões.
Na véspera, Roman Trotzenko, diretor da Corporação de Construção Naval Unida da Rússia, disse que  essa empresa pública tenciona começar a construção de um porta-aviões nuclear em 2018, que deverá ficar pronto em 2023.
O ministro anunciou o início do fabrico de mísseis intercontinentais Bulava, cujo teste decorreu com êxito na passada quarta-feira.
“O Bulava voou, e isso é uma boa notícia. Compreendemos perfeitamente que ele pode ser produzido em série. Obtivemos resultados e agora podemos armar com os Bulava o submarino Iúri Dolgorruki”, precisou.
Segundo ele, os fornecimentos desse tipo de armas às Forças Armadas irá triplicar até 2015.
Anatoli Serdiukov afirmou também que a Rússia tenciona criar duas brigadas para defender os seus interesses económicos e outros no Ártico.
“O Estado Maior elabora agora planos de criação de duas brigadas. Nos planos deve-se ter em conta os locais de aquartelamento, os armamentos, a quantidade de tropas e a infraestrutura. Talvez esses locais possam ser Murmansk, Arlhanguelsk ou outros”, acrescentou.

15 comentários:

PortugueseMan disse...

São bons, meu caro.

Agora nunca irei compreender estas declarações públicas que os russos gostam de fazer.

E sim os russos estão a receber tanques novos. Tanques, mísseis, aviões, barcos, etc, etc,...

Jose Milhazes disse...

Caro PM, deve ser para enganar os inimigos do Ocidente. Estes russos são estranhos!

PortugueseMan disse...

E já que falamos de questões militares, mais uma situação que claro vai sair caro à Ucrânia.

Como é possível estarem a ir por este caminho. A Rússia vai cobrar bem por estas asneiras.

Rosoboronexport calls illegal Ukrainian transfer of Zubr technical data to China.

http://www.itar-tass.com/en/c154/177719.html

PortugueseMan disse...

Eles precisam é de cursos de marketing.

Se tem alguma reclamação a fazer sobre alguma coisa num tanque novo, que o faça pelo os canais apropriados.

Agora vai lamuriar-se para a imprensa a dizer que não correspondem às exigências modernas?? Então mande para trás os tanques que recebeu, porque é que os aceitou?

Como é possível um país exportador de armas, ter um ministro da defesa a fazer birrinha em público?

Francamente...

Pedro disse...

"Caro PM, deve ser para enganar os inimigos do Ocidente. Estes russos são estranhos!"

Sr Milhazes, não será por isso, mas a meu verá é apenas para pressionar a própria industria Russa.
Por vezes tem de lavar com um pau para acordarem.

Anónimo disse...

Se nao forem usados pra invadir países como no caso da Geórgia poderão ser bons.

Zhirinovsky disse...

Excelente post...Se os tanques russos são ruins, porque a China possue 540 T-90 e irá produzir mais uns 1.000 sob autorização russa?

A Marinha Russa irá comprar estes navios porta-helicópteros da classe Mistral, porém estes navios serão alvos em potencial, sem navios de escolta, como destroyers.

A Rússia tem que ter porta-aviões, mas a prioridade agora são os caças!

A Rússia precisa renovar seus esquadrões de caças que estão obsoletos, investir em aeronaves de alerta-aéreo antecipado e principalmente UAV's. A Rùssia está muito atrasada em tecnologia de UAV's.

O Poder-Aéreo é o único que define uma guerra nos tempos atuais. Quem não tem a supremacia nos céus, não vence uma guerra!

A Rùssia precisa de uma plataforma de dominancia aérea!

Wandard disse...

Caro PM,


Trata-se de jogo de informações,os russos distorcem os dados de inventário bem como as datas e prazos dos projetos militares. É claro, para confundir a todos.

Quanto aos tanques, já eram os melhores desde a segunda guerra mundial, tanto que Hitler determinou que a blindagem dos Tiger fosse redobrada para resistir aos tanques russos antes da Batalha de kursk.

Grande abraço,

Ricardo disse...

Na verdade não são os melhores, mas também não são os piores. Comprar tanques no exterior apenas tiraria empregos na Rússia, além do que quem venderia tais tanques a Moscou?!

Jest nas Wielu disse...

Tanques russos são tanques que usam a tecnologia ainda soviética, são produtos aceitáveis para os exércitos do 3-ro mundo. Assim como o facto de Bulava voar, constituir a notícia, pois o míssil deve acertar no alvo e não apenas voar. Talvez por isso o tanque ucraniano Oplot apareceu nas moedas russas, os tanques russos nem para moeda da FR servem...

Wandard disse...

Os Bulava já estão operacionais há muito, quem quiser acredite que ainda estão em teste. Quanto aos tanques caro Jest, o Oplot é uma boa versão para um determinado limite de uso pois foi modificado e produzido conforme as limitações econômicas ucranianas com fins de exportação para nações com exigências militares diferentes das necessidades russas. Quanto às qualidades dos tanques russos externadas à mídia mundial, estas continuarão depreciativas assim como os efetivos ou o estado de todo o contingente do seu inventário. Quando o conflito mundial for deflagrado todos poderão dirimir suas dúvidas e revisar as opiniões constantemente aqui veiculadas.

Pedro Leite Ribeiro disse...

A bondade dos tanques é inversamente proporcional à sua qualidade.

Pippo disse...

“enquanto eles não corresponderem às exigências modernas”.

Caro JM, poderá explicar-nos o que o responsável russo entende por “exigências modernas”?
Ele refere-se a quê? A sistemas de tiro? A interface de C4? A blindagem? Motores e elementos mecânicos? Ergonomia?

A quê, concretamente?

Francisco Lucrécio disse...

Mas não foi Serdiukov que aconselhou os altos dirigentes Russos a comprar blindados pesados Leopard à Alemanha. Não foi Serdiukov que com Putin negociaram a compra das viaturas blindadas ligeiras Iveco a Itália, e estão a decorrer negociações para a compra de mais viaturas blindadas ligeiras Freccia e pesadas Centauro?


Ele estará fora da compra dos UAV Dozor a Israel? Dos porta helicopteros à França? Dos motores GM para as viaturas blindadas AvtoGaz Tiger? Será que ignora que os equipamentos para o sistema GLONASS são fabricados na China e na Coreia do Sul?

Quando os dirigentes de qualquer país pretendem ilibar-se de responsabilidades e querem aparecer de cara lavada à opinião publica é muito util ter ministros destes.

Jest nas Wielu disse...

2 Francisco Lucrécio 02:06
Completamente de acordo…