quarta-feira, agosto 31, 2011

Exxon Mobil pode explorar petróleo na plataforma ártica russa e Rosneft no Golfo do México e Texas

A petrolífera russa Rosneft e a companhia norte-americana Exxon Mobil assinaram um acordo de cooperação estratégica na plataforma ártica russa e em águas profundas, podendo a Rosneft explorar petróleo nas áreas da Exxon no Golfo do México e no Texas, anunciou hoje Vladimir Putin.

“Este acontecimento irá ser positivamente recebido pelos mercados mundiais, porque surgem novos horizontes: a atividade de uma das maiores companhias do mundo como a Exxon Mobil na plataforma ártica e em águas profundas”, declarou o primeiro-ministro ao abrir o encontro com a direção da petrolífera norte-americana.

“Segundo vi nas notas, os investimentos diretos podem ser de 200 a 300 mil milhões de dólares, mas, se se falar da organização do território, da construção das estruturas necessárias, o número poderá chegar aos 500 mil milhões”, comentou ele as possibilidades que se abrem perante a Exxon Mobil no Ártico Russo.

A Rosneft, a maior companhia petrolífera russa que é controlada pelo Estado, poderá operar nas áreas da Exxon Mobil no território dos Estados Unidos.

“Foi acordado que a Rosneft recebeu a possibilidade de trabalhar nas áreas da Exxon Mobil no território dos Estados Unidos: no Golfo do México e no Texas, bem como participar em projetos conjuntos no território de terceiros países”, concluiu Putin.

Para uns, trata-se de mais uma cedência ao imperialismo norte-americano, mas, para outros, trata-se de um passo importante da Rússia com vista a ter acesso a tecnologia de extracção de combustíveis no mar.

3 comentários:

Anónimo disse...

O que os putinofilos anti-Eua tem a declarar?

O imperialismo americano está a agir sobre a sagrada mãe Rússia... lol

PortugueseMan disse...

Mas que mundo pequeno este.

Foi devido a Putin que a Exxon Mobil não conseguiu apanhar a Yukos.

Agora (muitos anos depois) a Exxon acaba por reconhecer que se quer petróleo russo, terá que ser nas condições que Putin quer.

Este acesso ao Ártico... traz muitas coisas nas entrelinhas...

Gilberto Mucio disse...

O plano Putin é esse mesmo.

Abertura ao capital estrangeiro.