quarta-feira, agosto 17, 2011

Rússia fornece grande leque de armamentos à Síria

A Rússia fornece um amplo leque de armamentos, nomeadamente aviões de treino Iak-130, declarou hoje Anatoli Issaikin, diretor-geral da empresa Rosoboroexsport.
“O leque de produtos do complexo militar-industrial para a Síria é o mais amplo e está conforme o contrato vigente”, acrescentou o chefe da empresa pública que monopoliza a exportação de armas russas.
“Presentemente, não há documentos internacionais que limitem os fornecimentos de armas por parte da Rússia à Síria”, sublinhou.
Issaikin informou também que aumentam as exportações de armas russas para o Sudeste da Ásia.
“Os contactos com essa região no que respeita a fornecimentos de armamentos são muito intensos e aumentam nos últimos 10 anos. Entre os nossos grandes parceiros encontram-se o Vietname, Indonésia, Malásia, mas também fornecemos armas ao Laos e Tailândia”, concluiu.
Estas declarações foram feitas aos jornalistas durante o Salão Internacional Aeroespacial MAKS-2011, onde participam cerca de 850 empresas de 40 países.

13 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns senhor Milhazes em ser cirurgicamente selectivo nos tópicos que publica de modo a deixar a Rússia sempre mal vista na fotografia.

Jose Milhazes disse...

Não sou eu que deixo a Rússia mal, mas os seus dirigentes. Eu não vendo armas à Síria.

Zhirinovsky "The Bear" disse...

A Rússia tem todo o direito de vender armas á Síria, assim como os americanos vendem armas ao Regime Sionista!!!

Israel é um país Eixo do Mal, pois esse regime maçonico e ILLUMINATI mata crianças e mulheres palestinas, além de deixar o povo palestino no descaso, não permitindo ajuda humanitária.

A Turquia, o Egito, a Siria, a Jordania, os Emirados Árabes, o Qatar, Bahrain, Kweit e a Arábia Saudita deveriam atacar simultaneamente Israel com seus caças equipados com mísseis nucleares cedidos pelo Paquistão!

E a Rússia tem que armar também o Irã, não com armas de destruição em massa, mas com caças SU-35BM e SU-34 FULLBACK, além de sistemas S-400 e mísseis ISKANDER,porque, assim como o Iraque, será o próximo alvo dos yankees! Cadê as armas de destruição em massa no Iraque?

Se o Irã tem armas de Destruição em Massa, isto é totalmente justificado, devido á política nefasta e imperialista americana e de seus aliados marionetes, que agem impunemente no Oriente Médio como se fossem seu território, em troca do petróleo.

Se o Paquistão tem bombas nucleares, porque o Irã não pode ter?

Se Israel tem bombas nucleares,porque a Syria, Egito, Jordania e a Turquia não podem ter?

Se os Estados Unidos tem porta-aviões, porque a China não pode ter?

E eu espero que a China e a Rússia se aliem e cada um construa uns 30 submarinos de ataque de propulsão nuclear, mísseis anti-navios supersônicos e uns 7 porta-aviões de propulsão nuclear, cada um com uns 40 caças J-20 ou PAK-FA stealth armados com mísseis nucleares táticos!

É a hora da virada!!!

Anónimo disse...

A Rússia é financiadora de regimes ditatoriais pelo mundo. A Russia e as ditaduras são como uma espécie de Comunidade, como é a Commonweatlth ou a Liga Franofônica. Há solidariedade entre eles.

Anónimo disse...

A Rússia deveria fundar a Liga dos Países Não-alinhados com a democracia e os direitos humanos.

Francisco Lucrécio disse...

É condenasse a Rússia por fazer aquilo que é permitido aos outros na mesma situação.

Aconteceu recentemente e está a contecer no Médio Oriente.

Chamasse a isto imparcialidade?
Certos jornalistas se dissessem a verdade em vez de manipularem a opinião publica faziam um excelente serviço à sociedade.

Mas certamente que o cheque que recebem destinasse a isso mesmo.

Anónimo disse...

Zhirinosvky brazuca, você é um óptimo comediante ! Melhor até que o vosso homónimo russo !

Pippo disse...

JM, não existe qualquer sanção à venda de armas à Síria, e até que exista, a venda é totalmente legal.

Jose Milhazes disse...

Caro Pippo, o que você disse está escrito no texto, eu não dei a minha opinião.

Jorge Almeida disse...

Não percebo.

É porreiro vender armas a um regime político que as usa para matar os seus cidadãos indiscriminadamente?

Podem pensar que sim ... Eu não acho.

É legal vender armas à Síria (ou a qualquer outro regime político do mesmo tipo)? É! Mas isso quer dizer que é boa coisa vender armas à Síria? Claro que não.

Há países que lhes vendem as armas? Claro que sim, eles não produzem armas, e estão a usar armas contra os seus cidadãos. Mas, se este ou aquele país procede mal, quer dizer que os outros sentem-se autorizados a seguir-lhes os passos? Se atirar-me ao rio, vocês fazem o mesmo? Claro que não.

Aqui não se trata de legalidade, mas de dignidade, daquele sentimento que faz gostarmos de nós quando nos vemos ao espelho ...

Uma palavra para o Zhirinovsky "The Bear" / Alone Hunter: Comparar Israel, um regime democraticamente eleito pelos seus cidadãos, com a Síria e o Irão, regimes políticos que até usam armas contra os seus próprios cidadãos que manifestem opiniões políticas diferentes das de quem estão no poder, só mesmo dum louco ...

Zhirinovsky "The Bear" disse...

Ninguem sabe me responder!!!

Se o Paquistão tem bombas nucleares, porque o Irão não pode ter?

Qual é a diferença entre o Paquistão e o Irã???

O Paquistão com bombas nucleares é muito mais perigoso do que o Irã com armas nucleares!!!

Será que ninguem entende isso?

Ricardo disse...

As coisas no ocidente são muito curiosas, está ocorrendo uma revolta da Síria e em consequencia 2000 pessoas supostamente morreram. Todo mundo acha isso um escandalo e de fato é. Bom, durante a guerra das balcas na decada de 90 a Otan justificou o ataque devido a uma centena de mortos provacada pelos sérios, no mesmo período em Ruanda 700.000 pessoas foram mortas e nem Otan, nem a santa europa e muito menos a ONU moveram um dedo para impedir isso. Agora da àfrica a várias ditaduras brutais e no Sudão ocorrem diariamente massacres absurdo e essa tão indignação ocidental não aparece, será que a vida de um africano vale menos que a de um árabe, europeu ou norte-americano. Por isso não da para levar os fundamentos ocidentais a sério, usam dois pesos e duas medidas para tudo!

Anónimo disse...

Os EUA e a Europa Ocidental continuam a vender armas à Arábia Saudita, que massacra a sua população xiita, intervem militarmente em países estrangeiros e tem um sistema penal em que um ladrão vê a sua mão ser decepada por ter roubado um pão.