terça-feira, novembro 22, 2011

Sonda Phobos-Grunt praticamente perdida

Vitali Davidov, porta-voz  da Agência Espacial Russa, declarou hoje aos jornalistas que o mais provável é que a sonda Phobos-Grunt não realize a sua viagem ao satélite de Marte.
“É preciso ser realista: se não conseguimos estabelecer ligação com o aparelho durante tanto tempo, significa que praticamente não há hipóteses para realizar a expedição a Phobos agora”, afirmou ele aos jornalistas.
O funcionário da Roskosmos reconheceu também que a sonda não conseguirá sobreviver até à próxima “janela astronómica” para Marte, que se abrirá dentro de dois anos”.
A sonda Phobos-Grunt foi lançada para o Espaço no passado dia 9 de novembro, mas um dos motores falhou e não conseguiu apontar o aparelho para o voo até ao satélite de Marte.
Resta saber quando e onde irão cair os restos do aparelho.

3 comentários:

PEDRO disse...

A Sonda comunicou hoje.

http://en.rian.ru/science/20111123/168964040.html

Pode ser que ainda vá a tempo.

Jose Milhazes disse...

Pedro, mesmo se a sonda for salva, ela já não poderá voar rumo a Phobos, mas dizem os cientistas russos que poderá ser enviada para a Lua. Vamos esperar.

PEDRO disse...

JM,

Eu percebera antes que a janela de oportunidade para o envio da sonda para Marte só terminava em meados de Dezembro.

Mas mesmo que seja como diz, já não é mau. Não se perdia tudo. A sonda chinesa é que fica pelo caminho.

A ajuda prestada pela ESA nesta caso é sempre bem vinda.

Imagino o tempo e dinheiro gasto em pesquisa, projecto e montagem deste equipamento, e ver tudo esfumar-se é pena.
Espero que ainda consigam algo de útil.