segunda-feira, dezembro 05, 2011

Mas será que isto não é mesmo uma derrota da águia bicéfala Putin-Medvedev?

Eleições: Partido de Putin perde 77 mandatos na Câmara Baixa do Parlamento

O Partido Rússia Unida, dirigido pelo primeiro-ministro Vladimir Putin e pelo Presidente russo Dmitri Medvedev, perdeu 77 mandatos na Duma Estatal em relação às eleições parlamentares de 2007.
Segundo dados revelados pela Comissão Eleitoral Central da Rússia, o Rússia Unida conquistou 238 dos 450 deputados da câmara baixa do Parlamento Russo. Em 2007, conseguiu 315.
O Partido Comunista fica em segundo lugar com 92 mandatos (57 em 2007); o Partido Rússia Justa terá 64 deputados (38 em 2007) e Partido Liberal-Democrático 56 (40 em 2007).
Deste modo, o Partido Rússia Unida perde a maioria constitucional, mas mantém o número de deputados suficiente para formar governo sozinho.
Várias forças políticas da oposição russa vão manifestar-se hoje em Moscovo e noutras cidades russas para protestar contra os resultados eleitorais, considerando-os adulterados a favor do Partido de Putin.
Ivan Melnikov, um dos dirigentes do Partido Comunista da Federação da Rússia, baseou-se em sondagens realizadas pelos comunistas para afirmar que essa força política devia conquistar “o mínimo de 25 por cento dos votos” e não os 19 por cento atribuídos pela Comissão Eleitoral da Rússia.
Segundo ele, o Partido Comunista irá defender os seus interesses nos tribunais, mas convocou também para hoje  manifestações em Moscovo e várias cidades da Rússia.
Os partidos que não foram autorizados a participar no escrutínio também convocam os seus apoiantes para as ruas de Moscovo a fim de protestar contra os resultados, pois consideram que as eleições “não passaram de uma farsa”.
Na véspera, a polícia deteve mais de 170 manifestantes da oposição em Moscovo e São Petersburgo, mas as manifestações de hoje são permitidas pelas autoridades.

12 comentários:

Anónimo disse...

bom ainda manteve a maioria ne? dps da crise apoosto que na proxima eleição o partido recupera.

Gilberto Mucio disse...

Mas como disse um amigo russo, nessas eleições todo mundo ficou feliz.

O Rússia Unida que manteve maioria absoluta - apesar de ter perdido a chamada Maioria Constitucional - que permite governar com tranquilidade;

O partido Comunista que aumentou significativamente o número de deputados;

a Rússia Justa que teve um resultado acima de suas expectativas;

e até mesmo os nacionalistas de circo do partido de Zhirinovsky que também aumentou uns assentos.

Final feliz para todo mundo.

Ao fim de quase duas décadas disse...

e de uma década e picos de Putinismo
era de esperar que as camadas mais velhotas (do tempo em que 150 rublos compravam o que 3000 não dão)e a juventude no sub-emprego penalizassem a gajada do kgb

o que se segue num sei
mas como uma ragazza russa aqui em Putogale disse
Agora temos um mercedes duas casas
(uma apenas a 10 kilometradas do centro moscovita)o nível de vida subiu para muitos (mas como é bom de ver pelos outros que chegam de Tula e Riazan por aqui (persistem bolsas de pobreza...

se são tão grandes como em 91-93
só quem aí está sabe

PEDRO disse...

Um artigo interessante (em inglês) sobre as tão badaladas supostas fraudes eleitorais na Rússia.

http://www.lewrockwell.com/blog/lewrw/archives/99713.html

Os States sempre a meter o focinho em todo o lado. A sério cada vez metem mais nojo.

Porque não deixam eles que as suas eleições seja monitorizadas por entidades estrangeiras?

Na América vemos Corporações e a Banca a dar dinheiro a ambos os partidos do poder, e claro certamente será em troca de algo.
E disto ninguém diz nada, é democrático, é a maior democracia do mundo.
Vemos o candidato Ron Paul(Republicano) que apresenta as propostas de maior rotura com sistema instalado e contra a ingerência Americana no mundo e é completamente abafado pelos Media, por vezes até apresenta mais intenções de votos que os outros, mas os media continuam a falar na agenda dos outros candidatos analfabetos que nem sabem onde fica a China ou o Iraque.

Nos USA uma Madona ou uma Lady Gaga podia ser presidente que ninguém daria pela diferença. Quem dita as politicas são comités ao serviço de certas máfias, o Presidente nem sequer os seus discursos escreve.
É uma autêntica marioneta.
Aliás já tiveram um presidente que era actor de cinema (Reagan), embora actores sejam todos.

Na Rússia pode haver trafulhices, pode haver abusos, e pode haver injustiças, mas as pessoas votam em quem manda, e quem decide e não em marionetas que sejam sempre o mesmo roteiro.

Por exemplo nós por cá que adiantaria votar em PSD ou PS? quem está a impor a politica não é aquela aberração chamada Troika?

Na Grécia e na Itália implantaram primeiros ministros nomeados pela Troika, FMI ou BCE. Isto é democracia?

Bolas......

João M. disse...

Sim, Pedro, isto é democracia. É democracia porque tudo o que indicou é do conhecimento de todos os cidadãos desses países e, quando estes escolhem nas urnas, têm toda a informação à sua disposição e podem votar em TODOS os partidos e não só nuns quantos que O PARTIDO GOVERNANTE DEIXA DE EXISTAM COMO NA RÚSSIA. É democracia porque no Ocidente ninguém concebe que sites dos jornais sejam atacados no dia das eleições, que maços de boletins de voto previamente preenchidos sejam deitados em segredo para dentro das urnas, que observadores de partidos da oposição nas mesas de voto sejam expulsos antes da contagem de votos, que grupos de pessoas em autocarros sejam propositadamente transportados de mesa em mesa de voto para votarem no partido governante, no fundo que as violações sejam de tal forma gritantes que até um partido que duplicou a votação disse precisamente isso em público. As pessoas na Rússia não votam em quem manda, votam naqueles em quem lhes mandam votar.

Anónimo disse...

Pedro voçê é demasiado inteligente para estes "democratas"...
Não se canse que não vale a pena.

MSantos disse...

João M. isso é apenas a sua opinião. O falhanço dessa sua idílica "democracia" está bem à vista de todos e cada vez mais há mais revoltados contra ela. Tal como diria o poeta, vós que andais a prometer um "mundo novo" tende cuidado, não vão, um dia destes, as pessoas quererem um mundo novo a sério.

Cumpts
Manuel Santos

MSantos disse...

E apresentar o actual sistema político americano como democracia, enfim...

Na Rússia os actos ditatoriais são às claras e a corrupção grassa mas o que se pode chamar a um sistema onde os representantes políticos são pagos por empresas privadas para redigir leis que as favorecem?

Talvez a forma mais sofisticada de corrupção.

Cumpts
Manuel Santos

Anónimo disse...

Pedro,

quem está a meter nojo aqui é vc! Vc é retórico, lacaio e desonesto intelectualmente. Vc está sempre disposto a defender tudo o que aquele governo autoritário da Rússia fizer, não seja tão vigarista rapaz!

PEDRO disse...

"Pedro,

quem está a meter nojo aqui é vc! Vc é retórico, lacaio e desonesto intelectualmente. Vc está sempre disposto a defender tudo o que aquele governo autoritário da Rússia fizer, não seja tão vigarista rapaz!"

Como voçê não conseguiu encontrar argumentos para defender aquilo que eu disse sobre as eleições e a respectiva democracia Americanas, passa simplesmente aos ataques de baixo nível.É um tique normal, em muita gente.
E sobre eu defender o governo Russo , tente explicar de onde deduziu isso? Pelo contrario eu condeno que manipulem eleições e cometam abusos de poder e outras coisas, e já coloquei bastantes posts críticos em relação aos dirigentes Russos.
Você pelo contrário apenas debita frases feitas, que deve ouvir a comentadores da TV.

Anónimo disse...

Esse Pedro! Pode Putin comer criancinha que ele ainda vai continuar a defende-lo! Oh sujeito fanático!

Manuel Goncalves disse...

ja agora quantos deputados conseguiu eleger o PSDR ( Partido Socialista Democrata Russo ) :) pois caramba por momentos esqueci-me que o mesmo partido foi proibido entre outras coisas por ser apoiado pelo antigo lider comunista Gorbatchev .