sexta-feira, janeiro 06, 2012

Fragmentos da sonda Phobos-Grunt deverão cair entre 10 e 21 de janeiro

Fragmentos da sonda interplanetária Phobos-Grunt cairão na Terra na segunda década deste mês, anunciou hoje a Agência Espacial da  Rússia (Roscosmos).
Segundo cálculos preliminares, as prováveis datas da queda situam-se entre 10 e 21 de janeiro de 2012.
Na véspera, um porta-voz das Tropas Espaciais da Rússia aponta 15 de janeiro como a data mais provável.
“A região da queda pode ser definida, hoje, como uma faixa de superfície terrestre entre 51,4 graus de latitude sul e 51,4 graus de latitude norte. A área mais exata poderá ser estabelecida só no dia da queda”, lê-se num comunicado oficial.
Lançada do cosmódromo Baikonur na noite de 8 para 9 de novembro de 2011, a sonda não se dirigiu para Phobos, uma das luas marcianas, mas continuou na órbita da Terra.
Segundo dados de 06 de janeiro, a Phobos-Grunt gira na orbita da Terra a uma altitude entre 192,2 e 229,4 quilómetros.
A Roscosmos estima que na superfície terrestre cairão de 20 a 30 fragmentos, cujo peso total não será superior a 200 quilos. Os componentes do combustível vão queimar-se nas camadas densas da atmosfera, a cerca de cem quilómetros de altura.

2 comentários:

Miguel Loureiro disse...

José Milhazes
Dada tanta incerteza, quer sobre o dia, quer sobre o local, vou avisar toda a gente, fazendo link para aqui, para que não digam que não foram avisados...
200 quilos, são 200 quilos!
Abraço

Anónimo disse...

Com sorte, cai um pedaço no Putin, outro no Medvedev e outro no Surkov. Grande parte dos problemas do mundo acabavam no dia seguinte. Sondinha, boa pontaria!