sábado, janeiro 14, 2012

Sondagem aproxima Putin da maioria absoluta nas presidenciais

O primeiro-ministro Vladimir Putin continua à frente na corrida presidencial e a sua popularidade aumentou para 48 por cento, indica uma sondagem hoje publicada pelo Centro de Estudo da Opinião Pública da Rússia (VTZIOM).
Segundo este estudo, nas últimas semanas, a popularidade de Putin subiu de 42 para 48 por cento, enquanto que as intenções de voto nos restantes candidatos continuam invariáveis.
O segundo lugar é ocupado pelo líder comunista Guennadi Ziuganov com 10 por cento das intenções de voto, seguido de Serguei Mironov, dirigente nacionalista Vladimir Jirinovski com 09 por cento.
Serguei Mironov, líder do Partido Rússia Justa, ocupa o quarto lugar com 05 por cento, o multimilionário Mikhail Prokhorov poderá conseguir 03 por cento e o dirigente do partido liberal Iabloko, Grigori Iavlinski, fecha a tabela com 2 por cento.
O homem de negócios Mikhail Prokhorov anunciou hoje que os seus apoiantes reuniram mais de dois milhões de assinaturas de eleitores, condição necessária para que os candidatos que não são apoiados por partidos com representação parlamentar possam participar nas eleições presidenciais de 04 de março.
“Espero entregar todas as assinaturas na Comissão Eleitoral Central no início da próxima semana”, declarou ele num encontro com eleitores.
Os candidatos independentes deverão apresentar um mínimo de dois milhões de assinaturas na Comissão Eleitoral Central até 18 de janeiro.
Prokhorov afirmou também que pretende unir todas as forças democráticas e liberais na luta pela presidência.
“Estou pronto a unir todas as forças democráticas. Quero precisar uma coisa: é preciso uma união em torno de um programa concreto”, concluiu.

4 comentários:

António Vitor disse...

Fugindo um bocado ao tema, e indo a um tema já antigo neste blog, dos antepassados caucasianos dos portugueses.

Verifico que para além de ser verdade, estes caucasianos estão pelo menos em 10% dos antepassados de todos os portugueses...

Enviei o meu DNA para testes, e em dois laboratórios distintos deu como G2a3b1*. A parte curiosa é que praticametne não existe na europa este precursor do G2a3b1a, que mesmo assim é raro na europa. Quer no médio oriente, só a norte do irão e azerbaijão e partes do caucaso. Depois vim a descobrir que temos o dobro repito o dobro deste G, e com ele está associado um J peculiar praticamente só existe nas montanhas talysh, e em portugal e seus derivados (brasil)... portanto está provado que esta componente dos alanos é mais forte que a germânica, se eram altos e louros não sei, mas pelo que vejo nesses povos por exemplo nos habitantes no ajerbeijão que falam um dialecto indo-europe iraniano...são exactamente como os portugueses, eu não cosneguiria distinguir um talysh de um português...

Jose Milhazes disse...

António, é do conhecimento geral a presença alana na Península, nomeadamente em Portugal. Talvez daí os resultados dos testes.

FAB-1980 disse...

A verdade é que quem odeia Putin terá que se conformar. É impossível forjar uma campanha eleitoral á tal ponto em que um candidato tem 48% e o segundo colocado tem 10%.

Isto é impossível! Estas pesquisas (sondagens) são feitas entrevistando cidadãos russos, então não resta mais dúvidas sobre os resultados finais destas eleições.

E analizando todos os candidatos, o mais preparado para governar é Vladimir Putin. Ou vocês acham melhor que Vladimir Zhirinovsk vence-se estas eleições? Esse cara é um lunático apocaliptico, que já prometeu tomar o Alaska e enviar para lá os ucranianos!!!

Ou vocês achariam que o candidato do partido comunista vence-se as eleições? Vocês querem a volta da União Soviética?

A resposta é não! Portanto, realisticamente falando, Vladimir Putin é o político mais experiente e mais preparado para rumar a Rússia para o sucesso.

Não me acusem de ser Putinista!!! Só estou falando a verdade.

Pippo disse...

Interessante... António, para quais laboratórios enviou esses testes, e quanto é que isso lhe custou?