domingo, fevereiro 05, 2012

Putin começa a ser comparado a Murabak e Kadhafi

                                 São muitos, cada vez mais

                  Meio milagroso para proteger a cabeça de ideias liberais




                             Agradece por ainda estares vivo!

Dezenas de milhar de russos saíram para as ruas da capital russa a fim de exigirem a saída de Putin e do seu clã do poder.
Esta vontade juntou cidadãos dos mais diferentes sectores do espectro político russo. Nunca Moscovo viu bandeiras tão diferentes, cores tão diversas numa manifestação política, nunca uma manifestação juntou tantos opositores de Vladimir Putin, primeiro-ministro e candidato a Presidente da Rússia.
A polícia reconhece que se tratou da maior aglomeração de manifestantes da oposição, mas considera que, na marcha de protesto, participaram entre 30 e 35 mil pessoas, enquanto que os organizadores falam em mais de 130 mil participantes.
Os adeptos de Vladimir Putin juntaram-se noutro local de Moscovo para se manifestar contra as “revoluções-laranja”, cor da revolução democrática na Ucrânia em 2004.
Porém, esta cor não era a predominante no arco-íris que se estendeu por alguns quilómetros nas ruas do centro de Moscovo. Eram bem visíveis as cores dos nacionalistas russos que, além das suas bandeiras portavam um grande cartaz onde se lia “Mubarak igual a Kadhadfi e igual a Putin”.
Liberais, representados pelas cores branca, azul e laranja, distribuíam notas de um dólar com o retrato de Hillary Clinton e de cem dólares com o rosto de Obama, respondendo assim à acusação de Putin de que a oposição russa é financiada pelos norte-ameriacnos.
“Mais doze anos sem Putin? Quem conseguirá aguentar? Eu não!”, declarou à Lusa, empregado de escritório, que portava um cartaz do Sindicato dos Empresários da Rússia.
“Não fiquem surpreendidos por nos verem acorrentados, pois somos vítimas da corrupção e dos funcionários públicos corruptos”, declarou Mikhail, que se apresentou como pequeno empresário.
A marcha terminou com um comício onde os oradores apresentaram um caderno reivindicativo. Vladimir Rijkov, um dos organizadores da iniciativa da oposição,  lembrou que a oposição exige a anulação dos resultados das parlamentares de 04 de dezembro e a realização de eleições presidenciais limpas e transparentes.
Além disso, exige a libertação de presos políticos e a revisão da lei eleitoral de forma a facilitar os cidadãos e partidos a participarem nas eleições.
As manifestações em Moscovo realizaram-se com temperaturas do ar muito baixas, o termómetro marcava 20 graus negativos.

11 comentários:

Anónimo disse...

Meu caro Milhazes:

Os opositores laranjas de Putin querem substituir a corrupção pela corrupção absoluta.
Como dizia Ibaburri: No passaran!!!

Edmundo Dantas

Anónimo disse...

Algo de muito errado está num país onde o Estado diz serem 35 mil os manifestantes, e os organizadores mais de 100 mil. É como nas eleições.
Quanto a isto da oposição ser laranja, só vejo 3 hipóteses: ucranianos, PSD, ou holandeses. Resumindo: nemhuns russos. Que tal elegeram fruta nacional para oposição?
Enfim, um regime nojento, a cair de pôdre. Como certas laranjas lusitanas...

Anónimo disse...

JM, estou farto de ler os seus artigos a favor da oposição financiada pelos inimigos da Rússia. Você não entende nada e não tem direito de interferir nos assuntos interiores da Rússia! Se não gostas do assim chamado "regime" que vc compara com o de Kaddafi, Mubarak, etc, etc, vai a seu país, a paupérrimo e sujo Portugal que é um "exemplo" da democracia transparente. Vc nunca fala dos problemas que Portugal enfrenta mas nunca perdes a hipotese de criticar Putin e a política dele, servindo como se fosse um escravo à oposição criminosa! Limpa os olhos!!! Quem te deu a formação graças à qual tu ganhas pão à sua família?! Quem é Nemtsov e outra peste laranja que tem roubado bilhões de doláres?!!!Por quê nunca falas disso?
O seu blog mete nojo e basta publicar estes artigos proocidentais!

Jose Milhazes disse...

Leitor anónimo, se está farto de ler os meus artigos, não leia. Eu não o obrigo a ler.

Anónimo disse...

JM, é melhor leres o último artigo de V Putin em que ele explica como funciona democracia aos ignorantes!

Jose Milhazes disse...

Leitor anónimo, já li e até já escrevi um artigo para a Lusa. Irei publicá-las aqui mais tarde, mas deixo sempre a mesma pergunta: porque razão só agora Putin "acordou"?

Anónimo disse...

Nunca dormiu! Putin trabalha 18-20h por dia e cria esses obras-primas! O artigo é muito meduloso, boa resposta aos críticos!

Anónimo disse...

Estes KGBs desesperados, a dar ordens em gente que não lhes pertence. JM, mande-os sair de Portugal, deixarem de praticar os crimes que cá praticam contra portugueses indefesos, porque muito cantada vai ser a verdade escondida do Putin para Sempre. Chiça, que o monstrengo é tão superior que só pode mesmo ter arranjado um pacto com o Demo para não morrer, à custa do sangue portuga. Ou, citando a Senhora de Fátima, a Rússia espalha os seus erros pelo mundo e em Portugal conserva o dogma da Fé.Pois !!!
Russos e pró-russos para a Sibéria, fora de Portugal, JÁ! Vão e levem os vossos escravos bandalhos portugueses convosco!
Amén !!!

Anónimo disse...

Obviamente que não é ele que os escreve, mas isso nem é importante. Está a vender o que acha que os outros querem comprar. Não interessa, porque ele não governa nem tem política, só tem poder.
Quanto a não dormir, pois isso diz muita coisa.Sobretudo prova uma anormalidade, porque quem não dorme tem de arranjar fonteas alternativas de energia ou adoece. Há até quem diga que só bebe sumo de tomate para disfarçar o sangue que lá mete. Eu não acreditava ser isso possível, mas agora já acredito em tudo, até porque a antropofagia está de volta aos círculos satânicos mais poderosos do mundo, infelizmente em todo o mundo. Deus nos acuda !!!

Fernando Negro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando Negro disse...

[Apagando o meu anterior comentário e enviando-o de novo, reescrito, para me explicar melhor...]


"Os opositores laranjas de Putin querem substituir a corrupção pela corrupção absoluta."

Nem mais.
O que esses fantoches laranjas do Ocidente farão se chegarem ao poder é, a longo prazo, fazer a Rússia voltar ao regime feudal do qual se livrou há 100 anos atrás.
(Reparem em que sentido é que evolui esta União Europeia, com a desindustrialização que está já a ocorrer, a erosão do conceito de estado-nação, a centralização do poder e a formação de um Politburo não eleito, a consecutiva abolição dos direitos, liberdades e garantias, até agora adquiridos, e a consecutiva privatização de tudo e mais alguma coisa na mão de uns poucos grandes grupos económicos.)
Quem investiga o que se passa nos bastidores tem repetidamente avisado qual é o plano do Ocidente para o mundo inteiro.

"A One World Government and one-unit monetary system under permanent non-elected hereditary oligarchists who self select from among their numbers in the form of a feudal system as it was in the Middle Ages."
--- Dr. John Coleman, "The Conspirators' Hierarchy: The Committee of 300"


A diferença entre a corrupção russa e a corrupção ocidental, é que a russa, por ser feita por um sistema muito mais recente, é feita de modo mais amador e descarado e, por isso, é perceptível por muitos, enquanto que a ocidental, que anda há séculos a ser aperfeiçoada, é feita de modo muito mais profissional e discreto e, consequentemente, é muitíssimo menos perceptível pela população em geral.